A Estréia Da Holy Sagga No Recife



em 28/07/2003 por RecifeRock.com.br

fotos por reciferock.com.br

Holy Sagga estréia com chave de ouro em Recife

A Holy Sagga, banda paulistana atualmente elogiada como revelação do estilo metal melódico, superou as expectativas do público que compareceu ao salão do Dokas Hall ontem à noite.

A apresentação das músicas do primeiro CD, intitulado “Planetude”, lançado no ano passado pela Louder Music, levou os fãs ao delírio. A empolgação foi correspondida pelo baterista da Sagga, Gabriel Lobitsky, que, além de fazer um solo de cerca de dez minutos, ainda presenteou a platéia com suas baquetas.

Mas, o ponto alto do show ficou por conta da apresentação das músicas “Fight for Survival”, faixa bônus do CD que foi gravada originalmente com a participação de André Matos (vocalista do Shaman), e “Dagger of Words”, da coletânea William Shakespeare’s Hamlet, canção foi gravada em 2001. Os rapazes da Holy Sagga também relembraram o início da carreira, quando tocavam shows-tributo em homenagem às suas bandas preferidas. Em Recife, eles fizeram o chão do Dokas tremer quando tocaram Stratovarius, Manowar e Hellowenn.

Durante o show, o grupo fez questão de mostrar a satisfação de estar pela primeira vez na capital pernambucana, rota da mini turnê que estão fazendo pelos estados do Nordeste. “O povo aqui curte muito o show e quer participar”, conta o vocalista Maurício Queiroz. “Mas, apesar de ser pulsante, é muito exigente, e precisamos fazer o melhor para ele”, completa.

A Holy Sagga acaba de chegar de Salvador, onde fez um show na quarta-feira, para um público de cerca de 600 pessoas. Após a apresentação no Recife, eles embarcam para Natal, onde farão um show neste domingo com a participação das bandas pernambucanas Infested Blood e Silent Moon e das bandas Moon Light e Night Breath, de Natal.

Contato para show:

(11) 5073 4317 / 5058 0447 (Cláudio)

Bandas pernambucanas agitam o Dokas

A Triumph Divine, banda pernambucana de metal tradicional que puxa seu som para uma linha mais anos 80, foi a responsável por abrir a noite de metal no Dokas. O show marcou o inicio de uma nova fase, com o público conhecendo a nova formação da banda, com Renato Valença (baixo), Raphael Hammer (bateria) e Guga Moura (guitarra), além dos integrantes originais Breno Lisboa (vocal) e Jailson Abdias (teclado).

No show, a Triunph tocou cinco músicas, sendo quatro próprias e um cover, nada mais nada menos que “Breaking the Law”, dos mestres Judas Priest. A banda aproveitou a apresentação para lançar o novo CD demo, intitulado “Scream for Metal”.

O segundo show da noite colocou a galera pra pular. A banda Silent Moon, que já é bem conhecida do público pernambucano desde que abriu para o Shaman, em 2002, toca um metal melódico na linha Angra, em sua fase Holy Land. O vocalista Daniel Pinho mostrou uma grande evolução e a performance do grupo está cada vez mais profissional e carismática.

A Silent tocou as músicas do seu novo CD, “Distant Horizons”, que será lançado, segundo Pinho, no final de agosto. A banda tocou quatro covers que deixaram a galera ensandecida: “Inside” e “Avantasia”, do Avantasia, “Eagle Fly Free” do Helloween, e, para fechar a apresentação com chave de ouro, tocaram “2 Minutes to Midnight”, do Iron Maiden. O público agradeceu e a banda saiu sob os gritos de “Silent Moon, Silent Moon…”

——–

Posted segunda-feira, julho 28th, 2003 under Notícias.

Comments are closed.