Devotos – “A Hora da Batalha”

Devotos - A Hora da Batalha (2003) - Independente

Devotos ‘contornam’ as gravadoras e fazem seu melhor álbum
em 12/09/2003 por Guilherme Moura

Resenha: Devotos – A Hora da Batalha (2003) – Independente

Caramba essa resenha estava pronta fazia um tempo :( Esqueci de colocar online… Dei uma arrumada e finalmente está online…

Nesse terceiro cd, o primeiro independente, a banda Devotos trancou-se num estúdio caseiro no Alto Zé do Pinho. A produção e gravação foi toda feita pela própria banda. Apenas a masterização foi feita no Rio de Janeiro com a ajuda de Dado Vila-Lobos (ex-Legião Urbana). O que poderia ser um ponto fraco do cd acaba se tornando o ponto mais forte do disco.

O som da Devotos está mais simples e direto que nunca. O cd é rápido, urgente, como diz o vocalista Cannibal “Eu não sei fazer letra viajada, por isso sou direto”. O resultado disso são 14 músicas em menos de 28 minutos.

Do alto Zé do Pinho, vêm o sotaque (“arrudiar”, “porrada”…) e a inspiração para as melhores músicas do cd. Além de falar dos problemas como discriminação, criminalidade e preconceito, algumas músicas mostram caminhos para enfrentar esses problemas: paz, união e muita luta. A luta nunca é fácil, então às vezes, é preciso mandar todos “fdps do poder tomar no c*!”, como em “Só os que não pensam tem a consciência limpa” .

Falando nas músicas, já na primeira audição é impossível não cantarolar “Roda Punk” (“vamos arrudiar… arrudiar!!”), a homenagem a Machado de Assis chamada “Assis” (melhor musica do cd), o novo hino do Alto Zé do Pinho: “Alto Estima” e radiofônica “Faz Parte do Cotidiano” que conta a participação de Pitty. Por falar em participações, elas são um capítulo a parte. Pela falta de grana, os dois participantes ‘estrangeiros’ Pitty e João Gordo (Ratos de Porão) tiveram que fazer suas participações à distância. João Gordo gravou a sua participação pelo celular e Pitty recebeu a música por MP3 e gravou a voz por cima.

Das participações locais temos Marcelo Santana (MMDub) e André Dark (Nanica Papaya) no reggaeCore “Nosso Ninho” . Lula Cortes participa na música que dá nome ao álbum: “Hora da Batalha” . Zé Brown e Garnizé do Faces do Subúrbio participam das duas últimas faixas do cd.

O ponto que chama mais atenção no álbum é a parte gráfica, principalmente por ser um cd independente. Quem cuidou de toda parte gráfica foi o guitarrista Neilton com a ajuda pessoal da revista em quadrinhos RAGÚ. Juntos, eles fizeram uma ilustração para cada letra, o que ajuda a enfatizar a temática da banda. Fácil, Fácil melhor encarte do ano!

Voltando as músicas… e os Pontos Fracos ? As músicas “Sol na Mira” e “Hora da Batalha” soam meio datadas… caberiam melhor nos cds anteriores.

Entre erros e acertos, este é com certeza o melhor álbum dos Devotos e mais que isso, “Hora da Batalha” é uma aula de luta e vida, principalmente os novos ‘punkzinhas’ que só fazem rimar ‘amor com dor’… viver é muito mais que brigar com as namoradinhas! VAMOS ARRUDIAR!!!

Onde Comprar:

com a banda pelos telefones: 81 3461.1094 ou 9907.7291

ou no site www.devotos.com.br


Preço médio: R$ 15,00

Devotos

Links:
» Devotos no RecifeRock

——–

Posted sexta-feira, setembro 12th, 2003 under Discos.

Comments are closed.