Domingo no Campus: Mundo Livre S/A

CLIQUE AQUI para abrir a janela pop-up com as fotos do show
DOMINGO NO CAMPUS: MUNDO LIVRE S/A
data: 12/10/2003 (Domingo) – local: UFPE
com Mundo Livre S/A
Resenha por Hugo Montarroyos – Fotos por Guilherme Moura

Mundo Livre se despede de Pernambuco com ótimo show na UFPE
em 12/10/2003 por Hugo Montarroyos

É dura a vida de repórter. Sempre correndo chegamos ao “Domingo no Campus” às 20h30 e para nossa surpresa o show NÃO ATRASOU, melhor ainda, começou 30 minutos mais cedo que o previsto na programação (estamos ficando mal acostumados, raramente um show aqui no Recife cumpre horário…). Quando chegamos Mundo Livre S/A já estava tocando “Free World”

Impressionante a quantidade de gente presente no campus da UFPE. Estava lotado. Literalmente cavamos trincheiras entre o público e fomos fazer nosso trabalho. Guilherme driblou a segurança na manha e conseguiu ter acesso ao palco para tirar as fotos. Todos à postos pro show. E que show! o Mundo Livre evoluiu tanto ao vivo que Zeroquatro até se arriscou em alguns solos de guitarra, coisa rara, já que é público e notório que sua limitação musical é inversamente proporcional à sua inteligência e criatividade.

Zeroquatro, de volta ao violão, emendou três baladas na melhor seqüência do show: “Xicão Xucurú”, “Digital do Vinagrete” e “Meu Quinto Elemento” , essas duas últimas possuem arranjos bem semelhantes. Hipnotizados é a melhor palavra pra definir a reação do público.

Tocaram a impagável “Pastilhas Coloridas”, mandaram ver o samba furioso “Seu suor é o melhor de você”, citaram “Da Lama ao Caos”, de Chico Science. Zeroquatro aproveitou a ocasião para fazer um discurso político onde colocou na mesma “panela” a tribo Xucurú, a ONU e o novo governador da Califórnia (vocês sabem quem é, aquele canastrão marombado que, se bobear, pode ser o futuro presidente dos Estados Unidos).

Deram o show por encerrado. O público pediu mais. E foi recompensado. Bem humorado, Fred indagou “Vocês não têm casa não?”. Dito isso, arrebentou com a maravilhosa “Livre Iniciativa”, desde sempre (olha a polêmica) uma das melhores composições da história da música popular brasileira. Por que? Simples. O Mundo Livre foi o primeiro grupo a perceber que era possível fazer rock no cavaquinho. Fora isso, se você prestar atenção na letra de “Livre Iniciativa”, vai perceber que, em pouquíssimas palavras, Zeroquatro conseguiu criticar o sistema capitalista e o neo-liberalismo de forma ácida e criativa.

Mas o melhor ainda estava por vir. Depois disso, quando o público já estava indo embora, meu faro de repórter entrou em alerta. Percebi que seria fácil conversar com Zeroquatro, coisa que, não sei o motivo, ninguém da imprensa tentou fazer. Não tive dúvidas. com o gravador na mão, cheguei perto de Fred, me apresentei (nos conhecíamos apenas via telefone) e perguntei se ele podia conceder uma entrevista. Não só concedeu como foi receptivo, simpático, atencioso e, acima de tudo, erudito. A entrevista completa, onde o líder do Mundo Livre fala sobre o atual momento da banda, discorre acerca da política cultural no Brasil e conta como anda o processo movido pela banda contra a Ordem dos Músicos do Brasil, você confere assim que este ocupado repórter tiver tempo de transcrevê-la. Prometo que serei o mais rápido possível, e, garanto, vale conferir o papo, que durou bem mais do que esperávamos. Não disse que a vida de repórter é dura ?

Clique na foto abaixo para abrir a PopUp com as fotos do Domingo no Campus: Mundo Livre S/A :

CLIQUE AQUI para abrir a janela pop-up com as fotos do show

Links:
» Mundo Livre S/A no RecifeRock

——–

Posted domingo, outubro 12th, 2003 under Coberturas.

Comments are closed.