Superoutro Fala Sobre o Cd e A Festa de Hoje

Superoutro (divulgação)

em 20/05/2004 por Guilherme Moura e Bruno Arrais

É hoje! show de lançamento do cd “Autópsia de um Sonho” do Superoutro.

Nosso novo colaborador, Bruno Arrais, fez um longa entrevista por e-mail com Bernardo, guitarrista da Superoutro. Publicamos hoje algumas dessas perguntas (em breve publicaremos a entrevista completa. Fique ligado!).

Ahh.. e a cobertura completa do show de lançamento você vê aqui no site…

Serviço:

Show de lançamento do cd e do Site da Superoutro


Local: Teatro Maurício de Nassau (Próximo ao Downtown – Recife Antigo)

Hora: 22h – 20/05/2004

Preço: R$ 5,00 ou R$ 10,00 (com CD) ou 15 (CD + Camiseta)

ENTREVISTA SUPEROUTRO

Por Bruno Arrais

01 – Falem sobre a história da banda: quando, como e onde começou; definam seu estilo; falem sobre as várias mudanças de nome…

Nos reunimos pela primeira vez no final de 2001 ainda sem baterista para começar a compor e desenterrar algumas bases e letras antigas. Ensaiamos poucas vezes com Thiago Guerra na bateria e logo após o carnaval de 2002 Serginho entrou na banda. Nunca definimos exatamente o estilo ou uma tendência que seguiríamos, e com certeza essa não era nossa intenção, só queríamos tocar algo que retratasse bem aquele momento, fazendo algo sincero.

Dois dias antes do nosso primeiro show, a banda ainda não tinha nome e fomos obrigados a inventar algo rápido. Daí veio a Mikrofonia Drasta, que não nos agradava muito. Fizemos apenas um show com o nome Auto-Reverse e descobrimos logo depois que existia uma outra banda com esse nome. Um pouco antes do início da gravação trocamos, agora por definitivo – esperamos-, para o Superoutro.

04. Quais são as influências musicais de vocês ?

Nossas influências vão do rock dos anos 60 ao jazz, passando pela mpb e vários grupos que apareceram na década de 90. Podem não ser muito explícitas em nossa música, mas estão sempre presentes em nossas composições. Posso citar Radiohead, Sonic Youth, Chico Buarque, Jimmy Smith, Beatles, Tom Jobim, Charles Mingus, Wilco entre vários outros.

07. Vocês acabaram de gravar seu primeiro cd. Falem um pouco sobre o processo de gravação – quanto tempo vocês passaram em estúdio; os gastos; dificuldades por que passaram…

Gravar um disco independente é duro. Todo o CD foi bancado pela própria banda, sem a ajuda de ninguém. Isso de certa forma limita um pouco as possibilidades da produção do disco, como passar mais tempo experimentando os timbres dos instrumentos e testando novas estruturas para as músicas. Gravamos tudo muito rápido em algumas sessões entre outubro e dezembro de 2003. Como já estávamos preparados para essa situação, tínhamos um limite estabelecido e planejamos bem a gravação com a ajuda de Zé Guilherme, por isso, acho não passamos por tantas dificuldades.

16. Vocês certamente pretendem fazer um show de lançamento do cd. Quando é que vai ser? Já iniciaram os preparativos ?

O show de lançamento será no dia 20 de maio (quinta-feira), no Teatro Maurício de Nassau. Estamos compondo algumas músicas e preparando um show bem interessante com a cara da banda, calmo e barulhento.

17. Quais são os planos da banda para os próximos meses ?

Tocar em outros estados e viabilizar a distribuição do cd pelo Brasil.

20. Para finalizar, fica aberto aqui, um espaço para vocês falarem o que quiserem; qualquer coisa que vocês achem que esquecemos de perguntar.

O cd está a venda na Symphony e escutem, foi feito com muita sinceridade. Valeu!!! E um abraço a todos.

Superoutro no Capibar

Links:
» Superoutro no RecifeRock

——–

Posted quinta-feira, maio 20th, 2004 under Notícias.

Comments are closed.