Roubaram Minha Guitarra

CLIQUE AQUI para abrir a janela pop-up com as fotos do show
ROUBARAM MINHA GUITARRA
data: 21/05/2004 (Sexta) – local: Capibar
com Rádio de Outono, Volver e The Honkers (BA)
Resenha por Breno Mendonça – Fotos por Bruno Negaum

…mas já acharam! ou “Tá no Rock é pra se Fuder!”
em 21/05/2004 por Breno Mendonça

Noite fria, meio chuvosa… Nada melhor que um bom show de rock para esquentar. Um não, três. Era a festa “Roubaram minha Guitarra” que a galera do Radio de Outono organizou para comemorar o sucesso da sua mini turnê pelo Nordeste (João Pessoa-Fortaleza).

O primeiro do bill a se apresentar, o Volver, a mais gaúcha das bandas pernambucanas, começou sua apresentação com um público não muito numeroso. Mas logo foi enchendo de gente pra conferir o som dessa banda que tem um trabalho não muito comum de se ver/ouvir por essas bandas de cá. Eles investem num som totalmente influenciado pela Jovem Guarda. Guitarras limpas, backing vocals bem feitos e letras que falam sobre amor. Roberto Carlos e Erasmo Carlos estão entre as referencias primordiais do grupo. Daí a associação com as bandas gaúchas (célebres entusiastas desse movimento sessentista). O show foi exemplar. Muito bem ensaiados, com uma presença de “palco” (no Capibar não existe palco…) legal, os caras ganharam a simpatia de quem estava ali presente. Destaque para as músicas “Quero que vc desista”, “Você não foi tão legal” do Frank Jorge (banda… gaúcha!!!) e as já clássicas “Ela me quer só pra me ter” dos Feichecleres de Curitiba (com todo mundo cantando o refrão junto hehehe) e “Você que pediu” que contou com a participação entusiasmada de Gleisson do Rádio de Outono. Ótimo show.

Foi justamente a banda de Gleisson que veio logo em seguida. Com um EP lançado recentemente, eles estavam bem animados pra tocar, depois do sucesso da mini turnê. O Rádio de Outono faz pop descarado com precisão matemática e com referências bem diversas. Brit-pop, 60’s, 80’s, New Wave… Pra quem não os conhece, eles têm uma particularidade que os difere da grande maioria das bandas do estilo. Eles não têm um guitarrista. O arranjo das músicas é todo baseado no teclado de Dídimo, no baixo de Fernando e nas harmonias vocais. Todos colaboram nos vocais, sendo Bárbara a vocalista principal. Eles começaram o show com “Sabe-Tudo” uma das melhores músicas do grupo. Rock sessentista, com pianinho marcando toda a música. Em seguida rolou “Devaneio Sideral” música do primeiro single do grupo. A música seguinte contou com uma participação mais do que especial. Marcelo Gomão do Vamoz!, tocando guitarra na cover que o RdO faz do Supergrass, “Grace”. A essa altura o público era bem satisfatório. E todos estavam em sintonia com as músicas. Rolaram ainda entre outras “Sonic” (isso mesmo que vocês tão pensando… aquela música do jogo de videogame), “The Atithesis of Our Love” (destaque para o vocal de Bárbara e o clima soturno da canção), a romântica “Deixa o Amor” e “Nem o Pó” (o grito de Bárbara no meio da canção é o melhor hehehe ótima música). Apelo pop, ótimas canções e banda carismática. Se o Ludov tá conseguindo, porque o Rádio de Outono não pode… Pode apostar que eles podem!

O Honkers é uma banda única no atual cenário underground tupiniquim. Não pelo som, que é um muito bem feito mix de rockabilly, surf music e ska com doses providenciais de punk. O que faz o grupo baiano tão especial são os seus integrantes. São todos umas figuraças. A performance deles ao vivo é fantástica e quase sempre memorável. Rodrigo, o vocalista, é o cara mais insano-maluco-pirado e Rooock que eu já vi! Suas peripécias nos palcos, já até viraram lenda (todas elas verdadeiras). Na primeira música do set, a explosiva “ You Make me Sick” (claras influências de Clash e Ramones), ele já foi subindo um coqueiro que existe no Capibar e se jogou lá de cima, machucando o joelho e quase caindo em cima de uma amiga minha hehehe. Rock! Em “Something Wrong With My Girl” ele já foi tirando a calça. Pra completar o começo devastador, a já clássica “Pretty Punk Girl”, com ele indo pra cima do público. O guitarra do grupo Felipe é o pilar da banda. Canta em algumas músicas e tenta botar ordem na zona. Mas não deixa de soltar suas pérolas também. Em algum momento do show ele soltou essa, depois de um comentário de Rodrigo… “Tá no rock é pra se fuder!” . Frase mais verdadeira, impossível hehehe! O baixista Thiago tem presença ótima também se movimentando muito e tirando muita onda entre os intervalos das músicas. As músicas do repertório do Honkers são quase sempre matadoras. É um show pra se dançar. O show ainda teve as covers “Planet Crash”, a destruidora “Girl From ’62” e o inusitado cover do Strokes “Last Night” (que também contou com a participação de Gomão). Show memorável. Sem sobras de dúvida é uma das melhores banda de rock do Brasil!

Clique na foto abaixo para abrir a PopUp com as fotos do Roubaram Minha Guitarra:

CLIQUE AQUI para abrir a janela pop-up com as fotos do show

Links:
» Rádio de Outono no RecifeRock
» Volver no RecifeRock
» Site do The Honkers

——–

Posted sexta-feira, maio 21st, 2004 under Coberturas.

Comments are closed.