Alex Mono e Eta Carinae no Pátio

CLIQUE AQUI para abrir a janela pop-up com as fotos do show
ALEX MONO E ETA CARINAE NO PTIO
data: 23/10/2004 (Sábado) – local: Pátio de São Pedro
com Eta Carinae e Alex Mono
Resenha por Bruno Arrais – Fotos por Guilherme Moura

“A NOITE DOS EX”
em 23/10/2004 por Bruno Arrais

Sábado. Noite de céu nublado. Quase ninguém no Pátio de São Pedro para assistir ao Sábado Mangue. Apesar da ameaça de chuva – que não passou disso -, fiquei surpreso com o não comparecimento do público ao evento para conferir os novíssimos projetos musicais de Alex Mono (ex-Coração Tirbal) e Dirceu Melo (ex-Jorge Cabeleira), dois grandes nomes da cena manguebeat.

Ambos os projetos, que diga-se de passagem são compostos por excelentes músicos locais, misturam ao som tipicamente nordestino elementos de samba, mpb e música eletrônica. O Alex Mono tem um som mais refinado e intimista e até mesmo um tanto quanto minimalista; mais focado no violão e na voz de seu mentor. É um som que me parece similar ao que Lenine e Otto têm feito. Já o Eta Carinae de Dirceu tem muito mais apelo popular. É um som mais simples e direto. Localizaria o Eta Carina entre o Mombojó e Dj Dolores: Aparelhagem.

Chegamos ainda cedo, por volta das 21h15, e esperamos até às 21h40 para assistir ao primeiro show, do Eta Carinae. Eles abriram a apresentação com “Samba Louco”, primeira música a tocar nas rádios locais, e mandaram ver também “Loa do Mar”, “Instrumental”, “Tive Que Ir”, “Puta”, “Noite Seca”, “Gravidade”, “Identidade”, “Delay Rock”, encerrando com um bis de “Samba Louco” a apresentação de aproximadamente 50 minutos.

O som estava perfeito – o que ajudou muito o grupo a passar sua mensagem. Acho que nunca tinha escutado um som de tão alto nível no Sábado Mangue. Aos pouquinhos o público foi chegando mais perto do palco e se animando, também chegou mais gente e lá pela terceira música o público já era razoável, o que deu mais ânimo à banda.

Dirceu e seus colegas de banda são todos ótimos instrumentistas e é exatamente no quesito instrumental que o Eta Carina se destaca. Para mim os trechos sem vocais são os mais interessantes, afinal dos talentos de Dirceu, cantar seguramente não é o maior. Além de que são nessas partes das músicas que as batidas e programações eletrônicas mais aparecem.

No geral o show foi muito bom e me surpreendeu. O que eu esperava ver era uma espécie de manguebeat metido a eletrônico e na verdade a música do Eta Carina é muito mais que isso; é moderna e boa, muito boa. Foi ótimo ser surpreendido dessa forma. Uma prova que algo de muito bom está acontecendo atualmente na cena pernambucana e inspirando até mesmo os veteranos a se renovarem.

Quando Alex Mono subiu ao palco, por volta das 23h, provocou um efeito inverso ao da banda que os antecedeu. Se antes o público se aproximou e foi aos poucos aumentando, quando eles começaram a tocar as pessoas foram se afastando e deixando o pátio. Depois de um show animado como foi o do Eta Carina o público demonstrou não se interessar pelo som intimista de Alex Mono. Uma pena porque era o lançamento do CD “Atleta do Cotidiano”, que pelo que ouvi falar – preciso escutar o mais rápido possível – é muito bom.

Mas o que o grupo mostrou ao vivo não me pareceu à altura dos comentários elogiosos que havia ouvido – o que em parte justifica a debandada do público. As músicas soaram todas muito parecidas para mim. Além disso o som é muito cheio de regionalismos e dá muita ênfase à percussão; ao menos ao vivo – o CD ouvi dizer que é mais focado nas bases e programações eletrônicas. As músicas não são ruins de forma alguma, mas acho que os arranjos que utilizaram no show não as valorizaram o suficiente. O som também não estava muito bem equalizado – não dava para ouvir uma nota que saia do violão -, o que só piorou as coisas.

Após a sétima música, deixamos o Pátio de São Pedro e nos dirigimos para outro show, mas aí já é assunto para outro texto…

Clique na foto abaixo para abrir a PopUp com as fotos do Eta Carina e Alex Mono no Pátio:

CLIQUE AQUI para abrir a janela pop-up com as fotos do show

Links:
» Eta Carinae no RecifeRock
» Alex Mono no RecifeRock

——–

Posted segunda-feira, outubro 25th, 2004 under Coberturas.

Comments are closed.