Domingueira do Usina: Suvaca DiPrata

Por Recife Rock! em 27 de novembro de 2004

CLIQUE AQUI para abrir a janela pop-up com as fotos do show
DOMINGUEIRA DO USINA: SUVACA DI PRATA
data: 21/11/2004 (Domingo) – local: Usina
com Suvaca di Prata e Batuque Usina
Resenha por Bruno Arrais – Fotos por Ianna Gicco

em 21/11/2004 por Bruno Arrais

Nunca tinha ido à Domingueira do Usina. Confesso que já tinha sentido vontade de ir diversas vezes, mas não havia aparecido ainda uma boa oportunidade. Como nunca havia assistido a um show do Suvaca di Prata, esta pareceu ser a chance de reparar duas faltas graves…

Chegamos ainda cedo, por volta das 20h30, e encontramos o local quase sem ninguém. Um punhado de pessoas matava tempo do lado de fora, tomando uns tragos, enquanto aguardava a hora das apresentações. Pareceu a coisa certa a fazer também para mim. Fiquei por ali pela rua Tapacurá jogando conversa fora com os amigos até umas 21h30, quando decidimos entrar.

O timing foi perfeito. Assim que entramos, o Batuque Usina começou a tocar. São apenas dez moleques – na sua maioria -, que tocam muita percussão. Parece mais que é uma multidão tocando. Eles fazem muito barulho – no melhor sentido da palavra. Impressionante a apresentação. Gostei muito. Uma pena que ainda tivesse pouca gente, enquanto eles se apresentavam, e que tenha sido tão curta – durou apenas meia hora.

Logo em seguida o Suvaca subiu no palco. Nessa hora o público apareceu e quase lotou o Espaço Usina, ainda durante a execução da primeira música, a ótima “Atenção Todos os Carros”, uma das melhores do disco Corega Check e também da noite. Foi uma grande abertura para o show. Agitou bastante o público, mostrando que a banda já havia ganho a partida logo de início.

Daí pra frente foi festa pura! O Suvaca me passa essa impressão de que estão ali para se divertir e fazer as pessoas dançarem a todo custo. E foi isso que eles fizeram nesta noite. Se divertiram muito – espetacular poder ver que os caras tocavam o tempo todo com um sorriso no rosto, demonstrando gostar demais do que faziam ali -, assim como o público inteiro, que dançou sem parar por uma hora. O Suvaca di Prata é isso: diversão!

O setlist passeou por todo o disco “Corega Check”, com destaque para a já citada “Atenção Todos os Carros”, “Dia D”, que tem uma levada mais lenta, mas muito legal, “De Peito Aberto / Rainha Tereza”, que foi foda, duas músicas muito boas, que ficaram muito bem encaixadas, “12 Polegadas”, que botou todo mundo pra dançar à vera, e “Na Verdade”, que encerrou o show em grande estilo. Pelo meio do set ainda rolaram, entre outras músicas do “Corega…”, “Do Alto da Colina”, canção retirada do single homônimo, e alguns covers, com destaque para a belíssima, “Minha Menina” de Jorge Ben. Ótimo repertório.

É incrível como os caras se garantem ao vivo. A execução das músicas é perfeita. Todos os detalhes que se pode ouvir no disco – efeitos, backing vocal, ruídos, batidas… – estão presentes no show. Mas ao vivo é ainda melhor porque eles descarregam muito mais energia nas músicas. Como se não bastasse a performance extraordinária do grupo, a produção do show também foi impecável, colocaram um som fuderoso e bastante iluminação. Exemplo de profissionalismo a ser seguido por qualquer banda que deseje tocar e divulgar sua música além da garagem de casa, do estúdio da esquina ou das festinhas dos amigos.

Foi realmente uma noite muitíssimo divertida. Eu que estava meio morto de cansado, um pouco desanimado mesmo, antes de sair de casa, revigorei minhas energias e voltei com o espírito leve. Eu já recomendava o Suvaca antes, com base apenas no CD. Agora recomendo com maior propriedade, a todos que queiram deixar de lado suas mazelas e se divertir a valer.

Clique na foto abaixo para abrir a PopUp com as fotos da Domingueira do Usina com Suvaca di Prata:

CLIQUE AQUI para abrir a janela pop-up com as fotos do show

Links:
» Suvaca diPrata no RecifeRock

——–

%d blogueiros gostam disto: