Conheça As Bandas do Quarto Dia do Recbeat

Rec-Beat 2005

em 07/02/2005 por Guilherme Moura

Conheça um pouco mais sobre as bandas que estarão tocando hoje na quarta noite do Rec-Beat 2005. Olha aih:

Lenine

LENINE (Recife/PE)

Lenine, que se auto-denomina “cantautor” – aquele que interpreta suas próprias canções – acaba de lançar seus primeiros CD e DVD gravados ao vivo, na sala de Concertos da Cité de La Musique, em Paris.

O show de lançamento de “Lenine InCité” está sendo ensaiado para estrear em março, mas quem estiver no Recife durante o carnaval poderá assistir a uma prévia do novo trabalho.

Canções inéditas como “Do It” e “Ninguém Faz Idéia”, de Lenine e Ivan Santos; e “Sentimental”, com Lula Queiroga e Arnaldo Antunes, fazem parte do roteiro que será apresentado durante a folia pernambucana.

Cantor, compositor, arranjador, músico e produtor. Aos 17 anos, Oswaldo Lenine Macedo Pimentel montou com um amigo a loja de discos Wave, para estar mais perto dos desejados LPs importados. Só então ele despertaria para a música brasileira. Dois anos depois, foi acompanhar o nascimento de seu primeiro filho, no Rio de Janeiro (RJ), onde pretendia passar um ou dois anos, mas foi ficando, ficando… Inscreveu-se no festival MPB Shell 81 com a música “Prova de fogo”. No ano seguinte, gravou seu primeiro disco, “Baque solto”, em parceria com Lula Queiroga. Em 1993, em dupla com Marcos Suzano, lançou o segundo LP, “Olho de peixe”. Em 1997, Lenine lançou seu primeiro disco solo, “O dia em que faremos contato”, considerado um marco da MPB por unir acústica, eletrônica, raízes regionais e linguagem pop. Em 1999 lançou “Na pressão”, revelando toda diversidade brasileira ao misturar maracatu, xote, samba, rap, coco e trip hop. O ano de 2001 marcou a presença de Lenine no cinema e no teatro, assinou a direção musical do filme “Caramuru – A invenção do Brasil”, de Guel Arraes, e da trilha sonora da peça “Cambaio”, de Chico Buarque e Edu Lobo. “Falange canibal”, de 2002, contou com participações especiais de diversos artistas brasileiros e estrangeiros de variadas vertentes musicais.

Integrantes: Lenine (Voz/violão)

Site: Lenine no RecifeRock

MP3: n/d

Último Show no Recife: Palco Pernambuco – julho/2004

F.UR.T.O.

F.UR.T.O. (Rio de Janeiro/RJ)

Dos músicos brasileiros que apareceram nos anos 90, poucos deram tanto o que falar quanto Marcelo Yuka. Ele era o baterista d’O Rappa, grupo carioca que abalou a cena da década com sua mistura altamente combustível de reggae, hip hop e brasilidades. Uma das inúmeras vítimas da violência urbana da cidade – tiros, numa tentativa de assalto, o deixaram em uma cadeira de rodas no ano de 2000 -, o músico reverteu a tragédia em um renascimento. E em seu quarto-estúdio, no bairro da Tijuca, começou a ter idéias musicais que extrapolavam os limites físicos d’O Rappa, banda à qual ficou ligado por mais alguns anos. De suas experimentações com equipamentos eletrônicos, achou que era hora de arregimentar um novo time de músicos, o início de uma nova fase. Assim, há cerca de um ano, nasceu o F.UR.T.O. (Frente Urbana de Trabalhos Organizados), que teve sua primeira apresentação ao vivo em novembro de 2004 no palco do Tim Festival, em São Paulo. F.UR.T.O. é, antes de tudo, música brasileira. Samba, maracatu, candomblé, cavalo marinho, coco – a polirritmia nacional a serviço do balanço. Nas letras a consciência continua sendo, como era de se esperar, a palavra de ordem. É a chance de refletir um pouco sobre a situação do Brasil e do mundo enquanto curte um groove sem fronteiras.

Integrantes: Marcelo Yuka (baixo sintetizado, percussão eletrônica, vozes), Maurício Pacheco (vocais e guitarra), Jam (bateria e percussão), Garnizé (percussão e bateria), Berna Ceppas (teclados), MPC (programações eletrônicas e mixagem ao vivo).

Site: n/d

MP3: n/d

Último Show no Recife: este vai ser o primeiro show da banda no Recife

Bonsucesso Samba Clube

BONSUCESSO SAMBA CLUBE (Olinda/PE)

O Bonsucesso Samba Clube foi formado em meados do ano 2000 tendo como característica principal usar o samba e a bossa-nova com grooves calmos e viajantes. Com o passar do tempo e com a entrada e saída de alguns componentes, foi se transformando numa banda com beats mais pesados e dançantes, acrescentando reggae, dub e sonoridades brasileiras. Esta mudança ficou marcada também pelas letras, abordando temas de cunho cultural mais evidente, como o carnaval e a linguagem das ruas. Apesar do nome, o Bonsucesso não pretende mudar o samba, e sim, utilizando todas as informações possíveis, realizar um trabalho 100% autoral e original. O BSC lançou seu primeiro disco em fevereiro de 2003, em festa bastante concorrida na prévia do bloco de carnaval olindense Enquanto isso na Sala da Justiça. O CD, que teve produção do Instituto e da própria banda, conta com participações de Jorge du Peixe, Pupilo e Dengue (Nação Zumbi), Ganja Man (ex-Planet Hemp e músico de Otto), João do Cello (Orquestra Sinfônica do Recife), entre outros. Hoje o Bonsucesso está em processo de pré-produção de seu segundo disco, ainda sem nome, que está sendo gravado no estúdio Batuka.

Integrantes: Rogerman (voz), André Édipo (guitarra, teclado e vocais), Chico Tchê (baixo e vocais), Gilsinho (percussão e vocais) e Raphael (bateria e percussão).

Site: Bonsucesso Samba Clube no RecifeRock

MP3: n/d

Último Show no Recife: Quara de Prata – Janeiro/2005.

Junio Barreto

JÚNIO BARRETO (Caruaru/PE)

Ainda pivete, graças ao rádio “Transglobo” de seu pai, Junio Barreto começou a notar que a distância entre Caruaru e o resto do mundo era menor do que sugeriam os livros de geografia. Sabedor da ausência de fronteiras da música, guardou os ritmos do agreste no juízo e se mandou, ainda adolescente, pro Recife. Aboios, violeiros, baião, banda de pífanos, frevo, coco, xaxado – levou tudo junto em seu matulão. Ouviu muito rock inglês, fez seu próprio rock – derando a banda Uzzo -, compartilhou da gestação do mangue beat. Os comichões só aumentaram, e Barreto pegou a estrada de novo. Impregnado de agreste, sertão e litoral, aportou na concrete jungle paulistana suavemente, sem alarde. Aos poucos São Paulo foi se abestalhando com o namoro de candomblé e drum’n bass celebrado pelo seu novo inquilino. Voz de tenor, alma negra, o sossego em pessoa, Junio Barreto 40 anos, amigo e parceiro de Otto, lança agora seu primeiro disco solo. Com dez faixas, o independente Junio Barreto, viabilizado pela lei de incentivo à cultura do governo de Pernambuco, tem o terreiro em sua essência, seja o terreiro de maracatu, de candomblé ou mesmo o pedaço de barro batido que abriga almas e passos em quintais pelo Brasil afora.

Integrantes: Junio Barreto (vocais), Simone Soul (percussão), Gustavo Ruiz (guitarra), Marcelo Monteiro (flauta), Dudu Tsuda (teclado).

Site: Júnio Barreto no RecifeRock

MP3: n/d

Último Show no Recife: Rinha dos Movimentos – Janeiro/2005

Raízes de Arcoverde

SAMBA DE COCO RAÍZES DE ARCOVERDE (Arcoverde/PE)

O Raízes de Arcoverde é formado por 23 integrantes, sendo 10 crianças, todos eles das famílias Calixto e Gomes, que deram origem ao grupo. Foi fundado por Lula Calixto, falecido em 1999, um dos responsáveis pela manutenção da tradição do coco na cidade. Durante algum tempo, Lula Calixto foi tido como louco, chegando a ser internado no Hospital Ulisses Pernambucano, no Recife. Ao voltar para Arcoverde, seus parentes o levaram para um terreiro de umbanda, onde ele descobriu que as vozes que ouvia vinham dos caboclinhos da floresta, os Erês, que lhe inspiravam a criar coco. Calixto, então, passou a dar aulas em escolas públicas, no acampamento do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e a jovens artistas da cidade. Fomentou um forte movimento artístico que existe em Arcoverde até hoje, inspirando grupos, como o Cordel do Fogo Encantado. No ano de sua morte, dedicou-se a preparar seus parentes e amigos com o objetivo de não deixar morrer a tradição.

Integrantes: Damião Calixto Montenegro, Assis Calixto, François Gomes, Biu Neguinho, Ciço Gomes, Iran Calixto, Lourdes Calixto, Ilma Calixto, Daiane Calixto, Fagner Gomes

Site: Samba de Coco Raízes de Arcoverde no RecifeRock

MP3: n/d

Último Show: Porto Musical – Janeiro/2005

Serviço:

RecBeat 2005 (quarto dia)

Terça (08/02/2005) 19h30

Local: Cais da Alfândega (Recife Antigo)

Preço: grátis – Info: n/d

Lenine, F.U.R.T.O (RJ), Bonsucesso Samba Clube, Júnio Barreto e Samba de Coco Raízes de Arcoverde

fonte: assessoria de imprensa Rec-Beat 2005

——–

Posted segunda-feira, fevereiro 7th, 2005 under Notícias.

Comments are closed.