Bananada 2005

CLIQUE AQUI para abrir a janela pop-up com as fotos do show
BANANADA 2005
data: 22/05/2005 (Domingo) – local: Centro Cultural Martim Cererê (Goiânia/GO)
com Astronautas e Volver
Resenha por RecifeRock.com.br – Fotos por Anderson “r0cket” Brito

Clipping da participação dos Astronautas e Volver no Bananada 2005
em 22/05/2005 por RecifeRock.com.br

Não fomos ao Bananada 2005, mas pra não passar em branco montamos um clipping de jornais e sites que falam sobre a participação dos Astronautas e Volver no festival.

Agradecimentos especiais à Anderson Brito pelas fotos. Valeu!

Release:

“O bicho pegou!!! Dias 20, 21 e 22 de maio, a Monstro Discos fez de Goiânia a capital do rock independente – em plena época da maior festa agropecuária do Estado – e reuniu uma penca de bandas na 7ª edição do festival Bananada! Ao todo foram 42 atrações em três noitadas de rock com shows intercalados em dois palcos! É rock sem parar!!!

Já consolidado como um dos festivais mais importantes do País e sem nunca abrir exceções ou concessões à indústria fonográfica ou cultural, o Bananada, mais uma vez, apresentou uma programação que prima pela qualidade e relevância musical de artistas dos mais variados cantos do Brasil, provando ser um forte foco de resistência e incentivo ao verdadeiro rock nacional. Fazendo um grande panorama da atual cena independente brasileira, o festival trouxe, em sua programação, bandas dos mais variados estilos, linguagens e Estados. Foram atrações que vão de Santa Catarina ao Pará e de São Paulo ao Mato Grosso, passando pelo Paraná, Rio de Janeiro, Paraíba, Pernambuco, Distrito Federal, Rio Grande do Sul e, claro, Goiás. E entre os grandes nomes desta edição estão artistas bem conhecidos como Júpiter Maçã, Autoramas, Astronautas, Daniel Belleza, Violins, Canastra, MQN, Réu e Condenado, Deceivers e muito mais!”

Confira o que rolou:

20/06 (sexta) : Autoramas (RJ), Hang The Superstars (GO), Violins (GO), Zefirina Bomba (PB), Canastra (RJ), Moptop (RJ), Barfly (GO), Réu e Condenado (GO), Cadabra (DF), Fuzzly (MT), Os Legais (SC), Demosonic (GO), Actemia (GO) e SpinApple (GO)

21/06 (sábado) : Astronautas (PE), Rollin’ Chamas (GO), MQN (GO), Abimonistas (SP), Daniel Belleza (SP), Continental Combo (SP), Deceivers (DF), Iguanas (RJ), Olho de Peixe (GO), Vanguart (MT), Ästerdon (SP), Motherfish (GO), The Ugly (GO) e Technicolor (GO)

22/06 (domingo) : Júpiter Maçã (SP), Valentina (GO), Mechanics (GO), Sapatos Bicolores (DF), Fr!la (SP), Volver (PE), Resistentes (GO), Ressonância Mórfica (GO), Mordida (PR), Madame Saatan (PA), Dead Rocks (SP), WC Masculino (GO), Seven (GO) e Peregrinos (GO)

CLIPPING

No site Urbanaque:

http://www.urbanaque.com.br/conteudo_musica36.asp

Por Bruno Dias e Cirilo Dias

Agora os onipresentes Astronautas (PE). Os pernambucanos radicados em São Paulo, mostraram ser uma das bandas mais profissionais do meio.

Após dominarem o ambiente do festival – era impossível não encontrar alguém vestido com uma camiseta dos caras no Martin Cererê – os Astronautas desferiram um rock industral poderoso cheio de samplers e tecnologia.

Luzes apagadas, sampler comendo, eis que entram os Astronautas com luzes piscando na cabeça. Os primeiros petardos são “Tecnologia”, “Psicodelia” e “Comunicação em Bossa Moderna”. O show faz parte da turnê de divulgação do álbum “Electro-Cidade”, que ganhou uma reedição especial com três clipes bônus.

Os grandes momentos do show foram em “Cidade Cinza”, “Nós Robôs” e “Não faço nada”. Em “Revólver #3”, André Frank resolveu homenagear Joey Ramone e mandou no meio da música cover de “Blitzkrieg Bop” dos Ramones, em seguida mais uma homenagem – “Let It Rock” do MQN com participação especial de Fabrício Nobre. Em seguida para manter a tradição, veio mais um cover, dessa vez uma versão rock para “Robots” do Kraftwerk. No bis, mais uma vez eles tocaram “Cidade Cinza” e todos foram embora com uma certeza – sábado foi um ótimo dia para cair no rock!

O Volver (PE) foi mais uma surpresa agradável do festival. Com um som influenciado por The Who, Jovem Guarda, Beatles e Strokes, os jovens pernambucanos mostraram que não só de mangue-beat vive Pernambuco. Quase todas as músicas do primeiro disco, “Canções Perdidas Num Canto Qualquer”, lançado esse ano no festival Abril Pro Rock pelo selo Senhor F Discos, estiveram presentes no show. Bruno Souto (vocal e guitarra), Diógenes Baptisttella (guitarra), Fernando Barreto (baixo) e Doug (bateria), conseguiram colocar o teatro Yguá para dançar.

No Diário da Manhã (Goiânia)

http://www.dm.com.br/impresso.php?id=85855&edicao=6410

Por Adalto Alves

Melhor headline: Astronautas fez um show tão inteligente que muita gente ficou passada. Potência, arrojo, idéias, presença. Estarrecedor. Autoramas largou em primeiro lugar. Chegou em segundo.

No blog Pensamento Circulares

http://www.pensamentoscirculares.blogger.com.br

Por Carlos Henrique de Castro Howes

Astronautas (PE) – A mais nova menina dos olhos da Monstro Discos é uma banda em ascensão. Fechou a noite para um público não tão grande, porém digno de uma apresentação muito boa. O Astronautas é sem dúvida, uma das bandas mais originais do país hoje , fazendo um som conceitual pela tecnologia, presente nas letras, no visual e nos ruídos eletrônicos intercalados por muita distorção rock’n roll. Carisma também não falta a eles.

Volver (PE) Outra grande revelação do festival, senão a maior de todas elas. Cantando em português, a banda mostra suas influências de rock dos anos 60 e de rock gaúcho, ao mesmo tempo que em determinados momentos beira o chiclete do powerpop e a melancolia alternativa de bandas como o Los Hermanos. Um show interessante do primeiro ao último minuto. Você ainda vai ouvir falar bastante destes pernambucanos.

No site CyberGoiás

http://www.cyberbr.com/artigo.php?colId=18&matId=527

Por Francis J. Leech

Astronautas

Com riffs poderosos, agressivos e extremamente expressivos e letras inspiradas em ficção científica, os astronautas fecharam a noite do segundo dia de Bananada com chave de ouro . Logo de início, entram no palco escuro com seus uniformes do “programa espacial brasileiro”, máscaras de oxigênio e luzes estroboscópicas na cabeça! Ainda por cima pintam o som com seus sequencers e samplers perfeitamente sincronizados dando ao espetáculo um ar de show grande! Quem pegou o espírito foi instantaneamente transportado ao saudoso início dos anos noventa, relembrando bandas como faith no more, nine inch nails e afins.

Astronautas é isso, o bom e velho rock and roll, quebrando a rotina indie bem comportada, literalmente o som que assustaria a sua avó . Barulhento demais para o pessoal que as vezes se distrai passando roupas com o belle and sebastian e lento demais para a galerinha nova acostumada com rodinhas de hard core. Mas Astronautas não faz o gênero da banda pra assistir, balançar e ir embora. Trata-se de um som denso e com muito conteúdo, um som pra gerar fãs fiéis de primeira que, nos próximos shows, com certeza estarão cantando tudo de cabo a rabo!

FOTOS:

CyberGoiás

Sexta: http://www.cyberbr.com/vcnafoto_popup.php?cobId=102

Sábado: http://www.cyberbr.com/vcnafoto_popup.php?cobId=103

Domingo: http://www.cyberbr.com/vcnafoto_popup.php?cobId=104

Site Are You Alive

http://www.areyoualive.com.br/aya/galeria.asp?id=357

CLIQUE AQUI para abrir a janela pop-up com as fotos do show

Links:
» Astronautas no RecifeRock
» Volver no RecifeRock
» Site da Monstro Discos

——–

Posted terça-feira, maio 31st, 2005 under Coberturas.

Comments are closed.