Conheça A Banda Circo Vivant

Circo Vivant

A banda Circo Vivant toca no Gororoba na Moeda
em 15/09/2005 por Guilherme Moura

Conversamos por e-mail com Marcelo Quinares, vocalista da banda Circo Vivant. A banda toca amanhã no Gororoba na Moeda, junto com Rádio de Outono. Confira na entrevista como surgiu a banda, as influências, o show de amanhã e os próximos projetos do grupo.

Falem um pouco sobre a banda…

A banda surgiu com a idéia de brincadeira séria e sincera, traduz o nome até remeta a tudo isso, de forma despretensiosa sem muita expectativa.

No começo convidei Alfredo para tocar comigo, ele ficou interessado após ouvir algumas músicas que mostrei pra ele lá em casa, depois chamei Juninho, parceiro e outros carnavais em projetos anteriores a esse.

Tinha vontade de colocar uns metais para dinamizar ou preencher, e por achar o som gracioso, foi quando Dinho falou que conhecia um garoto que tocava trompete e que poderia chamá-lo. Era Tiago, que veio somar nossa história.

A partir daí começamos a tirar uns sons na viola na casa de Juninho, que falava sobre um tal de Pedro que tocava guitarra, mas que também sabia tocar bateria, o que precisávamos na época. Não sei se por coincidência, entrei na crise de tendinite e Pedro conhecia um amigo que tocava bateria e o chamou, era Victor.

No primeiro ensaio ninguém discutiu, mesmo Pedro que nunca tocou pra gente ver, porém, executou muito bem seu instrumento. Naquele momento surgiu a Circo Vivant propriamente dita.

Explica pra quem não conhece a Circo Vivant como é o som da banda. Que som vocês curtem e quais são suas influências ?

O som está ligado a MPB e ao Rock n’roll clássico, com uma nítida influência da Jovem Guarda, nomes como Roberto e Erasmo Carlos, Renato e seus Blue Caps, The Slackers, The Strokes, Beatles, Skatalites, Don Drummond, que explicam o ritmo frenético do SKA, e os Sambistas como Cartola, Nelson Cavaquinho. Bem, é uma gama fantástica da música popular Brasileira.

E porque o nome da banda é Circo Vivant ?

O nome Circo vem da ótica de nós armarmos nossa “Tenda” nos lugares e depois ficar só a saudade. Também tem a ver com a idéia de sermos equilibristas do asfalto e termos que domar um Leão fonográfico a cada dia. Ou seja, o bom vivant.

Toda banda nova que faz referencia a circo ou tem teclados / metais é logo comparada aos Los Hermanos. Isso já aconteceu com vocês ? incomoda ?

No começo sim. Rolou porque nunca tínhamos tocado e quem escutava uma pré gravação que nós temos, realmente comparava. À medida que começamos a fazer os shows isso nunca foi comentado. Mas por coincidência muitas de nossas influências coincidem com a dos caras. Quem sacar o show, com certeza, vai sacar a nossa autenticidade e as nossas reais influências já citadas.

Vocês já material gravado ? mp3 pra download ?

Temos uma “pré” gravada ao vivo que está disponível para download no Tramavirtual. Breve, o site oficial, www.circovivant.com estará no ar. Fiquem ligados…

Quais são os planos da banda para o futuro ?

Vamos dar continuidade ao nosso projeto “TODOS ESTÃO SURDOS!?!” que vai pra sua 3ª edição e tem o intuito de auto produção mesmo e chamar uma galera que também vem fazendo essa forma de trabalho, como Alvorada, DJ 440, Comunidade Azougue e outros artistas que tem som de qualidade pra colocar na rua. Além disso, tamos fazendo esforços pra ampliar o espaço em cidades do nordeste e preparar uma bolachinha no ano que vem.

Sobre o show no Gororoba na Moeda. Como vai ser o show ?

O show começa as 22hs, vamos abrir pra Rádio de Outono. Nosso set tá próximo de uma hora de show com todas as canções autorais e um cover de “Negro Gato”. A expectativa é melhor possível pois o evento tem evoluiu bastante em termos de estrutura em relação ao ano passado. O importante é que o objetivo continua o mesmo, que é colocar os músicos perto do público.

Ainda sobre shows, onde vocês já tocaram ? qual foi o melhor show da banda até hoje ?

UFPE, Espaço Usina, Xinxim da Baiana, Pitombeira… Acho que esse último na Pitombeira pelo fato de a estrutura ter sido legal e termos notado uma boa interação com o público. Troca de energia é essencial pra um músico…

Pra fechar o tradicional espaço para chamar a galera para o show e deixar os contatos.

Vamo chegar cedo tomar aquela velha cerva gelada entrar no clima da boemia e curtir o bom e velho rock’roll. E valeu pelo espaço!!!

Pra lembrar :

Início: 22hs

Local: Rua da Moeda – Recife Antigo

Bandas: Rádio de Outono e Circo Vivant

Contatos: 8874-4459

circovivant@yahoo.com.br

Serviço:

Gororoba na Moeda

Sexta (16/09/2005) 22h

Local: Rua da Moeda (Recife Antigo)

Preço: grátis – Info: 3244.7788 ou 8804.1119

Rádio de Outono e Circo Vivant

Links:
» Circo Vivant no RecifeRock!

——–

Posted quinta-feira, setembro 15th, 2005 under Notícias.

Comments are closed.