Demolindo: Som do Eco e RockStar

Nova seção do RecifeRock. A “brincadeira” começou da seguinte forma: na comunidade do site no orkut, apareceu um sujeito chamado “Macaco Cagão”, que começou a fazer resenha das demos das bandas pernambucanas. A galera gostou e foi postando os links de suas bandas para o cagão comentar. Gostei da idéia e resolvi imitá-lo. E, a partir de hoje, toda terça-feira colocarei resenhas de duas demos aqui. Quer participar? É só deixar o link no tópico intitulado “Imitando o Macaco”. O primeiro Demolindo traz as bandas Som do Eco e Rock Star. Amanhã estréia aqui a resenha de discos. Espero que gostem. As demos podem ser conferidas nos seguintes links: www.tramavirtual.com.br/som_do_eco e www.rockstar.palcomp3.com.br

Som.do.Eco

Som do Eco

Primeiro ponto: não parece mera cópia das influências, o que já é um bom sintoma. “A última passagem” começa bem boa, com uma introdução meio Cure e meio Strokes. Seria uma baita canção, não fossem as partes quebradas, onde o vocalista tropeça em alguns falsetes. Quando está em andamento mais acelerado, é ótima. Belo trabalho de guitarra e bateria.
Em “Hertz” a voz está mais alta do que o instrumental, mas aí é problema de gravação, dá para compreender. Acho bacana a coragem de usar essa sonoridade cantando em português. Tem que ter muita manha para não soar falso. A música vai num crescendo interessante, até atingir seu ápice. Ao vivo deve ser bacana. O vocalista parece meio nervoso na gravação.
Cicatriz” tem uma levada bem interessante, parece com as coisas feitas na Inglaterra no início dos 80. E fica “cheia” depois, no refrão. Aliás, vocês têm refrão??? As letras são bem sacadas. Se a banda fosse minha, tocaria no talo o tempo todo, ou seja, faria uso permanente das explosões de guitarra/baixo/bateria, que são os melhores momentos do grupo. Apesar do péssimo título, “Desilusão” é a música mais redonda dentre as gravadas. Segue a mesma linha melódica do começo ao fim. A levada de guitarra é muito boa, desde o riff, solos e detalhezinhos que são percebidos no meio da música. Mas continuo cismado com o vocalista. Ele não é ruim, mas parece que está em outra sintonia. Parece que a banda está em um tom, e ele, em outro. “Lumiar” é a que tem mais cara de “copiar e colar”, mas isso é inevitável com as influências que vocês têm. Não dá para ser criativo o tempo todo bebendo em fontes como Franz Ferdinand, Placebo e cia.
Enfim: boa supresa. Pontos fracos: vocal e passagens mais lentas. Pontos fortes: banda entrosada, com belo trabalho instrumental, boas letras e boas idéias a serem desenvolvidas. Insistam, pois tem futuro. Apesar de Recife ser bem cruel com quem adota esse estilo.
Escute: Som do Eco – Desilusão

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Escute: Som do Eco – Cicatriz

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

links:
Som do Eco no RecifeRock!
Som do Eco no Tramavirtual

RockStar

Rockstar

Bem tocado pacas. As influências são meio díspares. Não consigo enxergar convergências entre Ramones e Iron Maiden, mas, enfim, o resultado final é bacana. O baterista e guitarrista são bem bons. E (aleluia) o vocal é legal. “Estrela do Rock” é redonda: instrumental forte, bons solos, letra esperta, candidata a hit. “Estrela Rock” é baladinha tipo comercial de cigarros. Não é muito minha praia, mas é bem trabalhada. Fiquei na dúvida se é canção de amor ou evangélica :) Mas, como “Deus é amor”, tá valendo. O guitarrista-solo é muito bom. O problema é que esse tipo de som envelheceu mal.
Homem do Espaço” por vezes parece emo (sorry). É a mais ingênua das músicas. Segue a temática de David Bowie dialogando com extraterrestres. É bem bobinha, e deve agradar meninhas de 15 anos. Aliás, o único motivo decente para montar uma banda é pegar as menininhas (sem ser no estilo Denny Oliveira, se é que vocês me entendem).
Enfim, como aqui é um espaço mais informal, posso falar das minhas preferências. Não faz meu estilo. Acho que rock com ênfase em guitarras deve ser mais sujo e distorcido. Entretando, é inegável que é bem tocado/composto/arranjado. E, melhor, consegue ser influenciado por Helloween (pelo menos vocês se declaram influenciados por eles) sem ser chato ou parecer cópia da cópia da cópia. O azar de vocês é morar no Recife. Seu som seria mais apreciado e melhor aceito em São Paulo, onde existe de fato uma cultura hard/metal/punk. Boa banda.

Escute: Rockstar – Estrela do Rock

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

links:
Rockstar no Palco Mp3
Rockstar no Tramavirtual

Posted terça-feira, fevereiro 27th, 2007 under Demolindo, Discos.

5 comments

  1. Onde tem essas bandas pra gente escutar tbm? Deixa um link aqui Hugo! Boa idéia de fazer resenhas de demos aqui, abraço à todos!

  2. Muito boa essa idéia =) assim as bandas novas terão um pouco mais de visibilidade.

    Abraços

  3. Bruno Carrasso says:

    É desse tipo de iniciativa que o cenário precisa e todas as bandas devem saber que opinar não é coisa fácil. PARABÉNS pela iniciativa e continue Demolindo. Parabéns ao Macaco Cagão (uhauahuhauhauahua) pela idéia.

  4. é muinto legal as paradas
    que vc estão desenvolvemdo
    sou de jaboatão gostaria que tevesi algo parecido aque
    boa sorte pra vc e mãos a obra mossada

  5. como eu entro em comtato com os caras la do burburinho
    a mossada tira onda altas bandas muintas gatas
    e um cara muinto legal do curado o mano do bar
    espero chega ai varias vezes e agora com uma galera muinto maior eu ainda estou todo dolorido pos os
    caras deo libellula mandarão ver no som so ficou parado quem quis e a turma do islipnot
    porrada de roock e poesia com as minas da close