Os comentários sobre o Abril pro Rock

Poucas coisas são tão sensacionais, neste retorno do RecifeRock, que a reviravolta que os comentários deram ao site. Vida nova. Uma área que quase não tinha relevância, hoje, é a mais interessante de se ler. Eu assinei o feed RSS para poder receber todos e acompanhar todas as discussões. Aconselho fazerem o mesmo.

O Abril pro Rock, que já somou mais de 100 comentários entre os vários posts, é o melhor objeto para fazermos um estudo do que pensam as pessoas que visitam aqui. Coisas simples, mas importantes, como por exemplo o fato que todo mundo aqui se interessa única e exclusivamente pelos shows do sábado do evento. “O sábado ficou bom” ou “o sábado ficou ruim”. Nunca a sexta ou o domingo.

Um outro dado interessante é que, aparentemente, as pessoas que lêem o RecifeRock “não sabem”. Em quase todos os post, “sei não” é uma sentença fundamental. Seguido de “quero ver”, em relação a nada de específico.

Mas o que mais me chamou atenção foram as reclamações. Todo mundo, sem exceção, reclamou de bandas repetidas, argumentando que preferiam outras bandas. Também repetidas. O Dead Fish é o topo de uma lista grande. Li pouquíssimos comentários querendo algo que não tinha tocado ainda no festival.

Outra coisa divertida é a reclamação dos preços. São todos feitos em cima da meia entrada que, como apontou muito bem um leitor de natal, representam uma média de R$ 2,50 por banda apresentada. Sim, estão reclamando por terem de pagar R$ 2,50 para ver Marky Ramone, R$ 2,50 para ver o Ratos de Porão. O grave: estão reclamado de pagar R$ 2,50 para ver os Mutantes.

Isso pode significar duas coisas. Ou são todos estudantes, ou reconhecem que se a entrada inteira custa R$ 50, o evento oferece um passaporte para todos os dias por R$ 20 a mais. E que o cara inteligente, e sem carteira, pode dividir esse valor com o amigo headbanger e o outro vizinho que curte reggae. Ou se tocaram que é um ingresso virtual. Tendo opção de pagar menos, quem vai optar pelos R$ 50?

Posted sábado, março 17th, 2007 under Notícias.

27 comments

  1. Em relação aos shows que tem vindo para o Recife,é incrível mais ainda temos que dar gracas a Deus pelo Abril por Rock.(vide festival de verão de salvador em Recife”desculpem o palavrão). Curto Metal e ver Korzus(inédito em Recife) e Sepultura nunca cansa. Ramones e Ratos são o que há de melhor no Punk. Mutantes(quem não ouviu ou não sabe o que é pelo amor de Deus, para de escutar EMO e ver MTV e vai atrás)Rock também é cultura meus filhos!!!Nação Zumbi é a melhor banda da atualidade=>psicodelia,percurssão e guitarra com nunca se fez. Agora, o que é estranho é que pelo tamanho do festival, creio que o Paulo Andre deveria tentar trazer nomes de peso ou ficar ligado para incluir Recife em turnês de Bandas como Slayer, (O Motorhead estamos aguardando desde o ano passado), Testament, Velver Revolver, Judas Priest e o Lendário Heaven and Hell=> Black Sabbath com DIO nos vocais que vai fazer shows este ano na America do Sul(se liga , Paulo Andre). Estas bandas tocam em BH para 3.000(Em Recife, tenho certeza que mais de 5.000 venderiam a alma ao diabo pra ver qualquer banda dessa. Só espero que no Abril pro Rock os horários dos shows sejam cumpridos à risca,pois não quero correr o risco de chegar lá e ainda ter bandinha EMO tocando e que a matineé acabe lá pelas 20:00hs (Carbona,Udora e dance à puta que pariu são um LIXOOOO!!!!

  2. E tem mais essa pessoal: No site da Whiplash tá dando uma notícia que o GUNS N’Roses tem grandes chances de tocar no Recife em Maio , no marco zero e de grátis patrocinado pela prefeitura!!! se for verdade, seria a redenção de João Paulo pela palhaçada do FLATOS BOY , e nunca mais na vida deixo o PT sai da prefeitura

  3. Pois é Bruno, o povo reclama por pagar R$ 2.50 por banda. Uma miséria. Mas é assim em todo lugar, ninguém fica satisfeito com nada. Aqui em Natal, no MADA, o Rappa já tocou 356 vezes. O Detonautas 231 vezes. Pitty umas 54 vezes. Mas todo ano tem quem queira as mesmas coisas, ou que não queiram as repetidas desse ano, mas “suas” repetidas. Ô saco. Vou aqui de Natal para o Abril ProRock pela quinta vez. E ano passado achei mais fraco que esse ano, mas não achei de todo ruim. Acho pior o caminho que o MADA tem tomado de botar camarote com dj. É ridículo. E aqui é mais barato que em Recife, mas tem os que reclamam. Ou seja, é a mesma merda em todo lugar.

  4. Cara kd O Insurrection Down neste Abril? meus amigos a banda esta gravando cd novo e vai botata para fuder na tour pela europa com mais de 40 shows Paulo Andre e cego e?

  5. O ingresso está relativamente barato, quando comparado ao festival de verão, onde quem vai pra pista (R$30 ou 35 eu acho) é considerado ralé.
    Mas o fato de ter aumentando 5 reais em 3 anos seguidos é que é ruim, mas quem gosta, junta e vai.

  6. Ora, pagar 2,50 por Carbona, Dance of Days, Fiddy é um assalto a mão armada.Sepultura já acabou há anos..Só vale o Ratos e o Korzus..Tanta banda fuderosa como Torture Squad, Ungodly(que foi mto bem ano passado), Andralls, Claustrofobia..da terra temos Preatcher, Masterdomme, Chaosphere e não esse bando de merda..AWAY!!

  7. andré barbosa de barros says:

    esse povo só fala em metal,espero q esses comentários,nao sejam levados a sério o outro zé ruela pede,pelo amor de deus! velvet revolver…q bandinha ridícula;e ainda diz q outros zé´s ruelas como ele venderiam a alma pro diabo,pra ficarem balaçando a nuca e fazendo o sinal de chifres com as mãos se mais bandas rançosas como slayer q não fazem nada de mais ,black sabaht,judas priest,francamente o cara tem q ter 3 cunhão pra aguentar pois 1 cunhão é só pra depositar o som rançoso e artificial dessas bandas q esses lezados ficam bajulando;queria mesmo era 5 mnts de trocança de tapa com cada um dos integrantes desse slayer,esses fila da puta mataram ninguém!!! e vivem disputando pra ver quem faz o som mais pesado e não a melhor música… bom,o motorhead vale a pena,desculpem os comentários pessoais mas ,eu realmente tô cansado… .

  8. andré barbosa de barros says:

    além doq bandas de metal é como bandas de forró,nada contra forró,mas pelo menos as bandas de forró se identificam,é a banda fulana de tal…oq quero dizer é q se tu escutas uma banda de metal tu escutou todas-com rarissíssimas exceçoes-daí nao custava nada pras bandas de metal se identificarem…

  9. Mermao ! eu pagoa até 100 conto pra ver Fiddy no abril ! essa galera é Fds ! se tem gente q fala mal é pq tem inveja ! Na verdade não tá caro, pra ver PERNAMBUCO na cena do Rock nacional é massa ! eu acho q os organizadores do evento, acertaram sim, na programação !!!!
    Valew !
    ps. : ei galera vão ver Fiddy ! se não gostar, odeie …. Mas com certeza vc vai se divertir !

  10. Sepultura e Ratos são bons mas trazer eles uma porrada de vezes é foda. Chega uma hora q satura.

    Ficar colocando banda emo tb é foda.

  11. Maitê Maria says:

    eae,–> NARK
    procurem saber o som dos cara, e os movimentos criados.
    tao terminando um cd e as parada tao correndo solta, falow
    punk rock/ hardcore

    NARK
    Mais uma vez, a moda ataca na Tv
    e voce segue, é foda de se ver
    e se eu nao quiser, o que é que vao dizer?
    que eu sou uma merda? ah va se fuder!

    Então ate quando?
    entao ate quando?
    voce vai me mostrar esse padrao
    que eu nunca vou poder
    alcançar

    Tento entender, o que se passa por aqui
    mas so me enganam, é tudo enrolaçao
    e querem me entreter, e vao me fazer rir
    dos meus problemas, eu tenho que esquecer

    então ate quando?
    entao ate quando?
    voce vai me mostrar esse padrao
    que eu nunca vou poder alcançar

    entao ate quando?
    voce vai me mostrar esse padrao de merda
    que eu nao vou querer alcançar.

  12. tarantola Sevagem says:

    Canivetes foi foda, os caras simplesmente, puta merda, que cocô…argh.

  13. ver mUtantes não tem preço. valeu APR. Só faltou Wado.

  14. clarissa morais says:

    esperava mais, ate pq sao 15 anos
    de um festival alternativo(?) .
    mais blz n esta tao ruim ,quem foi ano passado sab a mazela q rolou
    e so deixo uma pergunta : sera q apr chega aos seus 16 anos
    com esse preço e essa programaçao?
    torço para o sim!

  15. Festival é isso. Mistura.
    Se a banda nâo lhe agrada, vai andar, beber… Não da pra fazer um festival só com bandas de metal ou só com bandas de punk/hardcore( relacionando com o sábado). Acho que funciona na seguinte proporção: Bandas consagradas e iniciantes com potêncial. Locais e nacionais. E uma ou duas atrações, internacionais ou não,com apelo de público. Isso era o mais divertido no passado, sem essa ferocidade na internet, você ir a um festival de cabeça aberta pra novos sons, como era tb nas rádios … enfim. Nesse aspecto o Festival Coquetel Molotov está ganhando espaço.

  16. Sofia Egito says:

    Huahuahuahuhaha.

    Muito engraçados os comentários. Realmente, vale a pena ler.

    A programação não ia agradar a todos nunca. Nem a um só completamente. Mas, como é de praxe, é mais fácil reclamar que elogiar. Eu, hein.

    Mas eu ri muito com o cara que disse que, se Guns’n’Roses viesse tocar aqui, nunca mais deixava o PT sair da prefeitura. Pô, a política anda em baixa ultimamente…

  17. birametalceltic says:

    e esse site do abrliprorock,não vai abrir mais não é?
    demora da porra!

  18. hahahaha!!!
    eu adoro ver os metaleiros revoltados e os EMO chorando!!
    pra mim são tudo um bando de otario” se bem que metaleiro é chato pra kct” !!
    acordem o sabado é isso mesmo,num pode ser so Metal,EMO,PUNK ou HARDCORE não, sabado é pra todos os gostos.
    eu estarei lá e irei curtir tanto Sepultura,como Marky Ramone,como Dance of Days…e assim vou pra me divertir e não pra ficar la falando mau, de punk,emo ou metaleiro.
    Vocês que pensam pequeno e tem a mente mais fechado do que um cofre de banco…é melhor nem ir!!
    vão perder tempo e dinheiro

  19. Fábio Vasilli says:

    É como várias pessoas já disseram: Tem muita gente reclamando de bandas de certos estilos, mas tem que haver uma diversificação, pois se uns não gostam outros gostam e estão lá como o outros para curtir e nõ pra criticar. S não tá afim de escutar procura um amigo e vai tomar uma cerveja e conversar ate tocar a banda que tu curti. As pessoas têm que entender o lado musical da cena e nao o pessoal. Sinceramente eu curto Hard Metal… mas ão tenho nada contra as outras bandas punk’s que vão tocar, vou “sacar” o show como as que eu curto.

  20. Clovis Ferreira says:

    apoiados !!!

  21. denis eduardo frança da silva junior says:

    o abpr tem q se reciclar caralho 15 anos merece
    comemoração com estilo porra.

  22. esta bom a progomação esse ano,melhor que nao passado mas acho que hora de chama bandas como soulfly e chepsetzero para toca tbm no festival

  23. Júlio César says:

    Como falou o Marcos Nascimento aí em cima. O Insurrection Down ( http://www.myspace.com/insurrectiondown ) com uma turnê de mais de 40 shows na Europa (percorrendo oito países) começando no dia 19 de abril, com o CD novo na agulha, mostrando um amadurecimento poucas vezes visto aqui no nosso estado ficar de fora e perder espaço para estas bandas do sul do país de gosto duvidoso, realmente foi foda!!! Se fosse perder espaço para bandas como Dominus Praelli, Claustrofobia, Retturn, Torture Squad, Lost, Endrah, tudo bem, nós até aceitávamos… agora Carbona, Dance of Days e Endora é dose pra leão!!! se liga Paulo André…

  24. Júlio César says:

    Sem esquecer nomes como: Tuatha de Danam, Imago Mortis, Siege of Hate, Expose Your Hate, Drowned, Krueger, Ação Direta, Sociedade Armada, Inocentes, Agrotóxico, ou seja, a cena brasileira é muito vasta, não é só essas bandinhas que esse cara tá sempre trazendo!!!

  25. NÃO PERCAM O SHOW DA RABUJOS!!!

  26. Rabujos vão tocar, the playboys também!!! que massa é Pernambuco!! vou pagar 50 conto pra ver mutantes. 2,50 uma ová já paguei a prefeitura no carnaval a Nação zumbi, embora eu gosto muito? pq mundo livre nunca tocou no abril? e se já tocou nunca ouvir falar? lógico que existem varios estilos, mas é como dizia Renato Russo (já prevendo isso) “quando o rock se tornar extremamente comercial sem ideais sem objetivos deixarar de ser rock” e eu digo vivemos no Parnasianismo do rock a moda em primeiro lugar. as pessoas escutam menos músicas ultimamente, embora estamos na era da informatica, as pessoas observam mais a produção do disco do quê a propria musica, as pessoas preferem mais um palhaço pulando no palco do que tocando realmente musica e expressando seu pensamento..