Aprovados no Funcultura

A Fundarpe divulgou os projetos aprovados hoje. Abaixo estão os da área de música:

Eu Tiro o Couro do Dançador | Paloma Granjeiro dos Santos | 39.855,57 

10º Encontro de Sanfoneiros do Recife | Marcos Antonio Veloso de Farias | 79.845,21 

II Circuito Pernambucano do Choro | José Arimatéa da Silva | 79.836,23 

Pífano na Mata | José Amaro de Souza Filho | 39.789,17 

Mostra Internacional de Música em Olinda – MIMO | Isa Christina de Melo e Silva | 79.909,30 

CD Comemorativo: “Dona Selma – Bodas de Ouro Com o Coco” | Lígia Verônica Ferreira da Silva | 29.544,93

III Festival Zé Dantas Vale do Pajeú | João Eudes Nunes Ferreira | 73.092,03 

Estrela Brilhante | Isa Christina de Melo e Silva | 10.238,55 

Biografia “Mestre João Silva – Pra Não Morrer de Tristeza – O Maior Parceiro de Luiz Gonzaga” | Roberta Batista Jansen | 29.986,02 

Claudionor Germano, 60 Anos de Carreira | Eduardo Moura Koury | 69.579,40 

Concertos nas Igrejas | Isa Christina de Melo e Silva | 38.997,63 

CD Célia Coquista – “Nasci Com Dois Dentes” | Ligia Verônica Ferreira da Silva | 27.937,90 

ETA CARINAE – Solicitação de apoio para primeira turnee internacional e prolongamento nacional | Dirceu Melo de Carvalho Filho | 39.900,86 

CD Jurema | Naize Abreu de Siqueira | 29.933,32 

I Encontro Percussivo – REC/PE | Antonio José do Rego Barreto Filho | 79.064,96 

CD Mazurca de Agrestina | Herbert Salgado de Vasconcelos Lucena | 29.917,50 

Pifeiros do Pajeú | João Eudes Nunes Ferreira | 24.250,20 

Cantigas de Roda e do Sertão – Ser Tão Infantil | Marcos Antonio Veloso de Farias | 27.384,76 

CD New-Orlinda | Demétrio Rangel Braga | 29.986,02 

RUM-BANDA – Grupo Feminino de Percussão | Edna Maria da Silva | 29.992,34 

Gravação de CD Cinval Cadena – “PIGDIGIGALÊRÉPÓ – Miscigenação” | Enaile Lima Damasceno | 29.532,80 

Turnê Samba de Latada | Josildo de Sá Cruz | 39.493,01 

CD- A Trombonada | Sandro Lins Rodrigues | 30.000,00 

CD “Zé Povinho” | Lígia Verônica Ferreira da Silva | 28.225,22 

CD “Meus 15 Anos…” | Lígia Verônica Ferreira da Silva | 28.389,76 

Turnê Maracatudo 2007 | Márcio Carvalho de Lima | 39.798,14 

No Ar Coquetel Molotov | Luciana Marques Altino | 79.998,04 

CD Karolinas com K | Terezinha Bezerra Chaves | 29.986,02 

Amor Maior | Demétrio Rangel Braga | 29.903,80

Posted sexta-feira, julho 13th, 2007 under Notícias.

28 comments

  1. Napalm Death de jardim Atlantico! says:

    me esclarece uma coisa….

    pode ser aprovado mais de um projeto por pessoa??
    ou CNPJ?

    vlw!

  2. Guilherme Moura says:

    Trombonada se deu bem. Entrou no SIC e Funcultura, vai poder captar 71 mil reais pra gravar um CD.

    no sic: CD- A TROMBONADA | SANDRO LINS RODRIGUES | 41.000,00 | MÚSICA
    funcultura: CD- A Trombonada | Sandro Lins Rodrigues | 30.000,00

    71 mil vai dar pra fazer cd pra caramba…

  3. Acho que pode, visse. Tanto que tem mais de um projeto ai da mesma pessoa.

    Fiquei feliz pelo Mimo, acho o evento fuderoso. Fiquei triste pela quantdade de CD. Sempre acho que não vai dar em nada.

  4. Amor Maior | Demétrio Rangel Braga | 29.903,80

    ???? quem eh esse cara?

  5. e eu achando que o eta carinae tinha tinha ido a europa atraves de convite!!

  6. mas achei boa a iniciativa.

    parabéns ao Dirceu!!

  7. Fernando Siqueira says:

    só música ruim. só tem lixo

  8. Eu acho que financiar turnês de bandas daqui para fora o melhor uso desse dinheiro. Melhor que morrer na praia com mil cópias de um CD.

    Mas ainda acho que isso deveria ser feito de outra forma. Através de um escritório próprio que mapeasse a acompanhasse as várias cenas da cidade. O interesse tem que partir do Governo em chamar e não apenas do artista em pedir.

  9. Andre Intruso says:

    Depois do carnaval descentralizado da prefeitura de Recife, a gente fica torcendo para que tudo mais corra pro mesmo rio!
    Quem é que escolhe os agraciados?/Alguem sabe??

  10. Bandas Independentes says:

    não tem nenhum cd de banda de rock independente!

  11. é possível aprovar mais de um projeto no funcultura desde que não o total dos projetos não ultrapasse os 200.000,00.

  12. concordo com bruno!!

    acho que o incentivo tb deveria se converter em investimentos em shows de qualidade para o publico, em todos os bairros…grátis….tipo com festivais mensais para os artistas locais!

    CD já era, o negócio agora é fazer show!!!incentivado , e apoiado pela adm pública!

    afinal de contas essa grana ai é nossa!

  13. concordo com o que falaram no diario de pernambuco hoje. não tem porque o funcultura investir em uma turnê internacional pra uma banda como eta carinae que nem por aqui faz sucesso.

  14. hehehehe Dona Lígia Veronica botou pra lascar.

  15. Andre Intruso says:

    FErnando faou tudo…

  16. Acho essa idéia meio ultrapassada. Você não precisa fazer uma banda para ter sucesso no Recife (ou Brasil) só porque mora aqui. Caju e Castanha, por exemplo, fazem shows lotados de São Paulo a Londres. DJ Dolores, Silvério Pessoa, Cibelle, o próprio CSS, são exemplos de ordem inversa de sucesso.

    Mas volto ao que falei. Acho que o Governo deveria ter um escritório próprio, observando essas bandas em potencial para poder ajudar elas a chegar em outros públicos. Das mais novas, por exemplo, não imagino que River Raid e Sweet Fanny Adams estejam muito preocupados em fazer sucesso no Recife.

  17. Diego Albuquerque says:

    Ia falar o que o bruno falou, tem uma pá que fazem sucesso em sampa e na europa e nos shows pagos aqui nao da 100 pessoas, é um lance bem relativo o tal SUCESSO!

    No Ar Coquetel Molotov | Luciana Marques Altino | 79.998,04, pelo amor de DEUS, salvem o ano!!

  18. o sucesso é ser feliz!!!

  19. realmente…

    se eu fosse montar uma banda nova…depois do jorge cabeleira …pra querer fazer sucesso nacional do jeito que o mercado musical esta eu estaria dando murro em ponta de faca e jogando fora toda a experiencia que acumulei em mais de dez anos trabalhando com musica ,tocando em varias bandas e com producao de eventos…a gringa tambem esta dificil…acontece que se da certo…da certo…vale a pena financeiramente investir pra isso…o brasil esta complicado demais…recife entao nem se fala….

    na europa é muito mais facil encontrar ouvidos prontos a ouvir musica de qualidade …sem pré -conceitos…na europa nao existe nenhum tipo de peixada, se é essa a insinuacao preferida dos que estao nos criticando, vc é convidado apenas por causa da sua qualidade artistica….pouquinho diferente do que estamos acostumados nao é?

    se aprovaram nosso projeto e por que tive competencia pra faze-lo bem e representamos um estilo (manguebeat) que foi apenas ,junto com a tropicália , os mais importantes movimentos musicais brasileiros …carregamos uma bandeira recifense e brasileira lá fora embora os caranguejos recifenses continuem fazendo sempre o mesmo(querendo puxar o de cima do balde pra baixo prA tentar chegar la tb…e nao chega com esse tipo de postura)…impressionante a inveja desse povo…mas o que vem de baixo nao nos atinje…

    vcs queriam sempre os mesmos nomes aprovando projetos? da uma olhadinha nos aprovados nos anos passados pra ver como a panelinha imperava…parabéns a fundarpe pela renovacao!

    a respeito do que um de vcs falou ai em cima…se vc nao sabe..uma turnee pela europa se comeca a fazer com meses de antecedencia …recebemos o primeiro convite em fevereiro desse ano e ja estávamos juntando grana pra isso desde que a banda comecou…o resto é trabalho meu cumpadi…12 shows marcados sem disco ainda lancado na gringa nao é pra qualquer um nao…é fruto de muito trampo

    o apoio vem para ajudar a sobrevivencia na estrada aqui da europa …que é tudo em Euro…estaríamos aqui do mesmo jeito se nao tivesse sido aprovado o projeto…inclusive viajamos dia 13 de julho e a relacao com os aprovados saiu dia 14…

    desculpem o desabafo e os erros na acentuacao…o teclado esta desconfigurado aqui na lan onde estou escrevendo…mas ficou difícil deixar passar batido toda essa discussao.

    mas respeito por favor..nao obrigamos ninguém a gostar de nosso som…por favor, em vez de nos colocar olho gordo ,nos ignorem blz?

    mas vai ser difícil , por que pode ter certeza…vcs ainda vao ouvir falar e muito de nós!

    aos que nos defendem e curtem nosso som…nosso obrigado…estamos nessa por voces…

    até a volta

  20. qualé meu! says:

    meuas amigos, dizer que Silvério, Dolores e outros mais fazem sucesso lá fora é no minimo suspeito. Esses dois são o exemplo fiél de músicos que estão nessa boquinha de pegar grana de governo e prefeitura. Esses dois são uns chatos que não agradam nem aqui nem em lugar algum.Parem com essa estória mentirosa!
    Eles pagam os jornais justamente para dizerem que eles fazem sucesso, enganar os trouxas e tome pegar dinheiro para viajar. Quem é do ramo e não tem rabo preso sabe disso. Só não sabe esse Bruno Mangueira. è dose!

  21. Dirceu, deixa da tua pala. o problema é tu na cara de pau viajar com dinheiro público sem merecer. Tem muitos que tão na tuafrnte e com mais resultados.Não é inveja , é indignação com esse negócio de verba pública. Se voce não agrada na tua terra, junto de seusa amigos vc não vai agradar em lugar nenhum. Os gringos não são idiotas e voce é muito esperto.
    o povo não tem obrigação de sustentar tuas viagens e devaneios!isso é umj absurdo ainda mais para um cara que é rico que nem voce. Rico pegando dinheiro do povo é foda! Dirceu cara de pau!

  22. “Qualé meu”, posso garantir a você que nenhum artista do Recife (ou de fora) paga para sair em jornal. Digo isso porque trabalho há três anos em um e também já passei um ano em outro. Esse é o tipo de falta de argumento mais chato que gente como você – que está realmente de fora do que está acontecendo – fala sem a menor noção.

  23. Matéria paga pra este tipo de coisa seria muito anti-ético, né Bruno?…Concordo com vc.É de altíssima responsabilidade usar de parcialidade neste tipo de artigo.Ninguém dá a cara a tapa assim tão facilmente!

  24. Até porque seria uma burrice. Jornal não dá nem tira sucesso de ninguém. Pagar seria jogar dinheiro fora.

  25. daniel lunáticos says:

    so pra informa: demétrio rangem é o cara q faz todas trilhas de teatro e de sucesso da cena recifense o cara tem um baita trabalho na cena,tanto q ja ganhou varios premios…com varios espetaculos daqui. com; a terra dos meninos pelados e o ultimo q batsante premiado tb no ultimo janeiro de grandes espetaculos. o amor do galo pela galinha d´agua e outros e entao ele merece e mt.

  26. se alguem acha que o dinheiro foi indevido deve procurar seus direitos nos órgãos cabíveis, não ficar aqui, usufruindo do anonimato, para difamar as pessoas.

    duvidar de artistas que vcs nem conhecem, procurem conhecer a história das pessoas que ganharam o incentivo. pesquisem, estudem…

    eu não concordo tb com alguns projetos apoiados, mas eu não fiz nenhum, logo , não tenho o direito de reinvindicar…

    daqui a pouco vai chegar alguem aqui, que vai berrar, para arrumarmos o que fazer..mas acho que esse que esse espaço aqui é válido e muito importante , é uma evolução nos meios de comunicação. logo , como tudo na vida deve ser usado com respeito!!!!

    boa sorte a todos aprovados!!!

  27. É isso aí, Romero….ficar falando mal dos outros é próprio de pessoas de mau caráter!

  28. Olha gente, acredito que cds precisam continuar sendo patrocinados sim. Pelo menos pra quem não tem dinheiro, bufunfa, money, pra bancá-los por conta própria.Não entendo o questionamento. Talvez vocês não conheçam, por exemplo, Dona Célia Coquista, mas tenho uma óóóóóóótima notícia para todos do bem: o cd dela saiu do forno e Dona Célia (que tem 72 anos e canta coco desde os 9) está que é só alegria pelo seu prrriiimmmeeeiiirrrooo cd, ela e os que torcem pela música pernambucana feita por genuínos mestres.
    Posso lhes assegurar que tudo é fruto de muito trabalho e dedicação. Continuo sem entender qual o motivo pelo questionamento sobre as aprovações de cds. O trabalho não pára depois que as bolachinhas estão prontas – mesmo depois do dinheiro do patrocínio já ter sido todo utilizado para a realização do que foi proposto. Há todo um processo de divulgação e muitas vezes, a gravação de um cd é o primeiro passo para alavancar a carreira artística de alguns grupos, cantores… Considero importantíssimo este apoio, diria mesmo essêncial, na maioria dos casos. Pra vocês verem, o trabalho continua mesmo depois dos cds prontos, prova disto é que estou aqui pra divulgar a chegada do cd da querida Célia Coquista, e hoje é sábado, noite, pré-carnaval, Olinda e Recife fervendo, etc, etc, etc.
    Aguardem também os cds de Dona Selma do Coco (que vem com um pequeno documentário sobre a vida e obra da artista, ela é Comendadora da Cultura Popular Brasileira, vocês sabiam?), e ainda vão chegar os das bandas Meus 15 Anos, e da Zé Povinho. Certamente vocês entenderão tudo direitinho após e adquirirem e examinarem os cds. Fizemos questão de falar da trajetória de todos(as) estes artistas e bandas nos encartes, faixa multimídia(o de Dona Selma tem faixa bônus) apesar de que, pelas letras e rítmos das músicas os próprios artistas já contarem as entrelinhas das suas vidas.
    Bandas Independentes – a Zé Povinho é uma banda de rock bem legal. Vocês não conhecem? Os cds chegam em março.
    Bem Dona Célia Coquista faz show dia 02/02 – 15hs no Pólo Carnaval – Rio Doce.
    Dona Sema dia 02/02 (também) Pólo Pixinhos 15hs
    Zé Povinho dia 31/01 – Alto José do Pinho 20hs
    E eu agradeço ao Breno pelo desejo de Boa Sorte.
    Vou seguir trabalhando, valeu gente do bem!
    Vocês encontrarão os cds na Oficina da Música, Livraria Cultura, pouquíssimos exemplares, pois os cds são mesmo para divulgação em locais de difusão mais populares,como nos shows dos artistas, por exemplo, vocês podem adquirir os cds e ainda receber um abraço – não e´legal?
    E para os realmente interessados procurem conhecer os artistas, eles estão sempre por aí é só procurar, pesquisar, vocês sabem, o Funcultura é uma mão que faz parte de um cordão, de uma corrente, de uma força para erguer estandartes de sonhos, as vezes de sonhos muito, muito antigos,como por exemplo o sonho de Dona Célia Coquista que trabalhou a vida inteira preservando e repassando conhecimentos primordiais para a cultura popular do Brasil.
    Olha, parabéns a todos, pois se vocês estão por aqui é prova de que já estão fazendo parte, mesmo sem querer, deste multirão.