Começa hoje, em Aliança, o Festival Canavial 2007

Canavial 2007

QUINTA, 29/11
Circo Petrobras
18h00 – Cavalo Marinho Mestre Batista (Aliança)
19h00 – Cinema na Praça (Olinda)
21h00 – Brincadeiras do Peti (Aliança)

SEXTA, 30/11
Terreiro e palco – Encontro de Maracatus
19h20 – Maracatu Coração Nazareno – Nazaré da Mata
19h40 – Maracatu Beija Flor – Aliança
20h00 – Maracatu Pavão Misterioso – Aliança
20h20 – Maracatu Leãozinho – Aliança
20h40 – Maracatu Leão Mimoso – Aliança
21h00 – Maracatu Leão Misterioso – Nazaré da Mata
21h20 – Maracatu Estrela de Ouro – Aliança
22h00 – Maracatu Estrela Brilhante
22h30 – Guerreiros Vencedores – Maceió

Circo Petrobras
19h00 – Cinema na Praça (Olinda)
00h00 – Nelson da Rabeca (AL) e Mestre Salustiano (Olinda)
01h20 – Spok e Marcos César (Recife)
02h40 – Toadas de Pernambuco (Cabo de Sto. Agostinho)
03h50 – João Limoeiro e a Ciranda Brasileira (Limoeiro)

Palco Externo
23h10 – Chau do Pife (AL)
00h40 – Ana Cristina (MG)
02h00 – Alessandra Leão (Recife)
03h10 – Selma do Coco e Charles Teony (Olinda)

Alessandra Leão (divulgação)

SÁBADO, 01/12
Circo Petrobras
19h00 – Cinema na Praça (Olinda)
19h00 – Grupos da Boa Idade
20h00 – Vontade de Viver (Aliança)
20h00 – Homenagem a Goiana – 100 anos do Frevo
01h00 – Fátima Marinho (Recife)
02h00 – Radiola Reggae (Olinda)

Terreiro e Circo Petrobras
22h30 – Caboclinho Tapuia Canindé (Goiana)
23h40 – Orquestra Curica (Goiana)
00h20 – Guerreiros do Passo (Recife)
01h40 – Pretinhas do Congo (Goiana)

Palco Externo
21h00 – Velha Guarda da Mangueira (RJ)
23h00 – Maracatu Nação Pernambuco (Olinda)
01h00 – Vanildo de Pombos (Pombos)

DOMINGO – 02/12       
Circo Petrobras
18h00 – Cinema na Praça (Olinda)
19h30 – Encontro de Sanfoneiros e Quadrilheiros do Forró
20h50 – Amoenda (Goiana)
22h40 – Coco Popular de Aliança

Palco Externo
20h10 – Ítalo Pay e Zabumba Mundi (Goiana)
22h00 – Ed Carlos (Paulista)

release:
VAI COMEÇAR A MAIOR FESTA DA ZONA DA MATA NORTE PERNAMBUCANA

Rio de Janeiro, Minas Gerais, Alagoas, litoral e interior de Pernambuco estão representados na programação deste grande evento de cultura popular que começa nesta terça, 27, e segue por mais cinco dias

A cultura da Zona da Mata Norte pernambucana está cada vez mais em evidência. Uma boa amostra dessa produção será apresentada entre 27 de novembro e 02 de dezembro, período em que se realizará o Festival Canavial 2007 . Anual e itinerante, o evento comemora nesta edição sua entrada no circuito nacional de festivais independente, com programação totalmente gratuita, cujo auge será a esperada apresentação da Velha Guarda da Mangueira no terreiro de chão batido do sítio Chã de Camará. O Festival Canavial 2007 é uma realização conjunta de Afonso Oliveira Produções e Ponto de Cultura Estrela de Ouro, com patrocínio do 1º Edital Petrobras de Festivais de Música Independente e, pelo segundo ano consecutivo, do Governo do Estado de Pernambuco, através do Fundo Pernambucano de Incentivo à Cultura – Funcultura.

Para ter uma idéia da ampliação do evento, 40 atrações de diversos pontos do Brasil vão passar pelos três espaços montados no sítio Chã de Camará, onde está a sede do Ponto de Cultura Estrela de Ouro dois palcos (sendo um deles o Circo Petrobras) e o tradicional terreiro. Além dos shows, o festival também abrigará oficinas, seminários, projeção de filmes e mais um momento importante: o lançamento do Manifesto Canavial.

Segundo Afonso Oliveira, produtor executivo do Festival, a proposta é criar possibilidades de integração, convergências e debates sobre políticas culturais para a região. “O Canavial vai refletir todo esse caleidoscópio que enche os olhos de quem conhece a Zona da Mata de Pernambuco. Celebração pura de artistas, pesquisadores, estudantes, brincantes e todos que querem viver essa magia das músicas surgidas nos engenhos, morros, favelas e alagados do Brasil, ou nas universidades, prédios, litoral e sertão danado. Não basta saber das noticias pelos jornais, televisão e internet. Quem quiser entender o que vive essa gente acostumada a sambar terá de vir a Aliança”, convoca o produtor.

A extensa programação abrange a rica produção popular brasileira: o samba da Velha Guarda da Mangueira, o maracatu, o coco, a ciranda, as orquestras e os passistas de frevo, o rock com toques de enxada do grupo Amoenda, as rabecas de Nelson (AL) e Mestre Salu, Chau do Pife (AL), o forró de Vanildo de Pombos, a MPB de Ana Cristina (MG), as pesquisas e vivências de Fátima Marinho e Ed Carlos, Alessandra Leão, Maracatu Nação Pernambuco, Guerreiros de Alagoas, griôs e mestres do nordeste. Da cidade de Goiana, que sediará o Festival Canavial em 2008, vão participar os grupos Pretinhas do Congo, Caboclinho Sete Flexas, Caboclinho Tapuia Canindé, Orquestra Curica e Italo Pay & Zabumba Mundi.

Velha Guarda da Mangueira na Zona da Mata – A inédita presença dos veteranos sambistas bem que poderia ser chamada de “o dia em que o maracatu rural encontra a tradição do samba carioca”. Inspirada pela homenagem que a Mangueira fará aos 100 anos de frevo no próximo Carnaval do Rio de Janeiro, a Velha Guarda traz um repertório cheio de clássicos como Jequitibá do Samba, Exaltação do Samba e Cem Anos de Liberdade.

Seminários e oficinas – A programação de seminários do Festival Canavial 2007 abordam os temas Política Cultural na Zona da Mata, Cultura e Turismo na Zona da Mata , Roda dos Mestres, Cultura e Violência e Rede dos Pontos de Cultura de Pernambuco. A programação ainda contempla atividades educativas nas oficinas gratuitas de Maracatu Rural, Produção Cultural, Coco de Roda e Danças Populares (de 27 a 30 de novembro).

Manifesto Canavial – A Zona da Mata pernambucana apresenta um quadro social que evidencia a pobreza e a falta de oportunidades, além de um ambiente natural degradado pela monocultura da cana de açúcar. Por outro lado, nos últimos cinco anos, o surgimento e fortalecimento de diferentes expressões culturais nas cidades da Zona da Mata Norte apontam para um fenômeno que se opõe a tal situação. Esse movimento estabelece a arte como alternativa econômica que promove estrutura digna para seus artistas. “Ao longo das décadas, Pernambuco já revelou o Movimento de Cultura Popular (MCP), o Movimento Armorial e o mangue bit. O Manifesto Canavial surgiu depois de uma percepção de que um ambiente degradado pela dominação econômica – como mostra o filme Baixio das Bestas, de Cláudio Assis – pode determinar sua independência. Hoje, um grupo de homens livres, descendentes de escravos, organiza seu próprio festival, e contrata artistas como a Velha Guarda da Mangueira”, diz Afonso Oliveira, autor do manifesto, e produtor executivo do Festival.

Como tudo começou – O Festival Canavial é um desdobramento da Festa de Terreiro, realizada mensalmente, a partir de 2005, quando a casa de Mestre Batista foi promovida a Ponto de Cultura pelo programa Cultura Viva (MinC). Desde então, todo último sábado do mês o Coco Popular de Aliança, o Cavalo Marinho de Mestre Batista e o Maracatu Estrela de Ouro confraternizam com os artistas populares da região. Construída em 1930, a casa grande do sítio Chã de Camará é um ambiente importante para a história da cultura popular e responsável pelo surgimento de grupos de forte expressão da música pernambucana. Nessa casa, o Mestre Batista criou o Cavalo Marinho e o Maracatu Estrela de Ouro e, depois, José Lourenço, seu filho, criou o Coco Popular de Aliança e a Ciranda Rosas de Ouro.

Usina Cultural – Fazem parte do Ponto de Cultura Estrela de Ouro os grupos Maracatu Estrela de Ouro, Coco Popular de Aliança, Cavalo Marinho Mestre Batista, Boi de Camará e a Ciranda Rosa de Ouro. Além do Festival Canavial 2007, as atividades do Ponto de Cultura Estrela de Ouro incluem os projetos RioPernambuco.com e Usina Cultural Estrela de Ouro,  que até o fim do ano lançará os CDs de três grupos: Coco Popular de Aliança, Caboclinho Sete Flexas e Maracatu Coração Nazareno. A mais nova é prioridade é a estruturação do Centro Cultural Chã de Camará, que atualmente com biblioteca, estúdio de gravação, escritório de projetos, salas de aula e telecentro, e deve expandir para um complexo a ser construído num terreno cedido pela prefeitura de Aliança.

Nesse contexto, os seis dias de programação do Festival Canavial 2007 são uma síntese e convergência de todo esse intenso processo de articulação e produção cultural. “O que se faz aqui difere das inúmeras usinas de cana-de-açúcar da região porque sua matéria prima é a cultura popular; os produtos são CDs, livros, DVDs, aulas-espetáculo, oficinas de criação e organização de turnês e festivais”, explica Afonso Oliveira.

SERVIÇO
Festival Canavial 2007

Quando : de 27 de novembro a 02 de dezembro
Onde : Ponto de Cultura Estrela de Ouro – Sítio Chã de Camará (PE-62 – Entrada de Upatininga) – Aliança-PE (75km de Recife)
Informações : (81) 3222-5571 e www.estreladeouro.org
Quanto : Entrada Franca

Posted terça-feira, novembro 27th, 2007 under Notícias.

2 comments

  1. andré barbosa de barros says:

    muito legal isso aí ! só pernambuco pra ser sensível e dá projeção a tanta coisa local,regional,nacional,internacional e até extra-terrestre tem espaço nesse lugar.oq seria de mim nordestino se não existisse pernambuco? às vezes fico pensando numa reintegração de sergipe ao ceará formando um só estado, e 4 estados apenas pra região ne,aumentando assim a representatividade desses estados pequenos no congresso e forçando uma participação desses mesmos estados a acompanhar a produção político-cultural de pe, e quem sabe até ajudar a desintegrar as oligarquias ou gerar um choque em série dessas facções, pelo menos gerando uma concorrência e etc…, sendo esse estado pernambuco com capital em recife.já pensou um estado com esses seguintes interiores : aracajú,maceió,joão pessoa,natal e fortaleza,e já pensou o pib desse suposto estado no dia seguinte de sua oficialização?

  2. Daniel marco says:

    Olá amigos do Recife Rock!
    Meu nome é Daniel Marco, e gostaria de pedir licença para divulgar o Programa “Caixa acústica”, apresentado por mim às sextas feiras , no horário de 18 ás 19 horas na rádio comunitária Alternativa FM 98.1, na cidade do Paulista, cuja proposta é tocar o som de bandas alternativas de todas as vertentes, e também as bandas da cena local. Nesse primeiro programa, tocaremos PJ Harvey, Radiohead, Smashing Pumpkins, e as pernambucanas Mombojó, Mula Manca e Zéfiros.
    Às bandas interessadas em divulgar seu trabalho, favor enviar e-mail com link para: danfemarco@hotmail.com
    Obrigado pelo espaço e, conto com o apoio de vocês!