Entrevista – Pé-Preto

Na ativa desde 2004, o Pé-Preto é uma banda que prioriza a sonoridade black dos anos 60 e 70. Diretamente influenciado pela fase racional de Tim Maia, o grupo se apresenta nesta quinta-feira, dia 20, no Quintal do Lima, em evento que contará também com o show da banda Ínsula e apresentação do DJ Justino Passos. Entrevistei por e-mail o baixista do Pé Preto, Vinícius Nunes, que contou um pouco da trajetória da banda.

Pé Preto
É verdade que o Pé-Preto foi formado por conta da influência dos álbuns “Tim Maia Racional”?
Praticamente sim, Hugo, trocando uma idéia com Niero (voz) no carro, ouvindo “rational culture” (faixa de um dos discos do “Tim Racional”), comentando que era massa tocar funk, etc…
Eu disse que tava montando uma banda de Funk com Xainha (guitarra), aí ele instigou na hora de tocar com a gente e completou dizendo que tinha o batera certo, que já havia tocado com ele há alguns anos, que tinha acabado de chegar de Brasília (ele tinha uma banda de funk por lá, chamada “Casa di Joana”) e esse cabra era Bilisca (batera).
Aí chorou lalau!! Juntou a banda.

No início da carreira vocês eram mais focados no jazz. Atualmente a banda transita mais no funk e groove da música negra das décadas de 60 e 70. Como se deu essa transição?
Rapaz…Isso foi acontecendo naturalmente…Antes a gente abria mais as músicas pra improvisos, eram mais soltas…Hoje a gente faz tudo mais amarrado, seco e grooveado, valorizando a cozinha, até por conta do que a gente anda ouvindo também. Mas, nos shows, a gente curte também tocar umas coisas de Jazz-Funk, como Herbie Hancock, The Meters, etc…

Você acha que existe espaço e público no Recife para o tipo de som que fazem?
Existe sim, aliás, acho que aqui existe muito espaço e público em todo lugar, não apenas pro nosso tipo de som.
Como será o show de quinta-feira no Quintal do Lima?
Nós fizemos o repertório variando entre o autoral (as músicas do EP, disponíveis pra download nos blogs http://sombarato.blogspot.com e http://radioladefichas.blogspot.com) e as versões de músicas que sempre fazemos, uma mania que a gente tem de sair “funkeando” tudo…Caetano, Lula Cortes, The Meters, Herbie Hancock, Beatles, Tim Maia, Jorge Ben, etc…Acho que esse show vai ser rochedo mesmo. Além de tudo, vai ter um músico a mais tocando com a gente.

Se quiser acrescentar algo o espaço é seu!
Lembrando também, que será o show de estréia da banda Ínsula, que tem a galera que fazia parte da Chocalhos e Badalos, Léo e Juliano, que tão aí já botando quente nas músicas. E pra completar também vai rolar DJ Justino Passos, que só toca “as pedras” do funk e R&B. Na moral, vai ser do caralho essa Quinta!! Quem tiver de boresta, tá valendo ir demais.

Links:
www.myspace.com/pepreto
sombarato.blogspot.com

Serviço:
Pé-Preto no Quintal
Quinta (20/03/2008) 22h
Quintal do Lima (Rua do Lima, 100 – Santo Amaro)
R$ 5,00 – Info: nd
Pé-Preto, Ínsula e Dj Justino Passos

Posted terça-feira, março 18th, 2008 under Notícias.

Tags:

One comment so far