Conheça as bandas do segundo dia do Microfonia 2008


1. A Banda de Joseph Tourton

Release
“Da união de alguns dos ex-integrantes da extinta Psicopatas, com algumas caras novas da cena musical pernambucana, surgiu, em Agosto de 2007, A BANDA DE JOSEPH TOURTON. Fazendo da música instrumental objeto de trabalho, a banda do homem que ia pedir pizza mas não sabia o próprio endereço abusa do improviso em suas composições, utilizando os mais variados elementos, combinando guitarras pesadas e delays mirabolantes a sons eletrônicos e elementos suaves como a flauta e a escaleta, sintetizando uma verdadeira turbulência de sensações sonoras. Toda essa peculiaridade está presente no EP, homônimo da banda, lançado em maio de 2008, onde os garotos demonstram entrosamento e um vigor musical diferenciado, quebrando todos os paradigmas possíveis e tornando o céu cada vez mais distante do limite.” – Caio Lemoine.

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Músicas
1. Aquaplanagem
2. O Triunfo de Salomão
3. #3
4. Coco Dub (Chico Science & Nação Zumbi)


2. Ilíada 1

Release
Com a idéia de fugir um pouco da mesmice convencional que acostumaram os ouvidos roqueiros a curtir, a “ilíada1” procura unir tudo que há de antigo e contemporâneo na música pop rock, que desde o final de 2005 vem trazendo consigo ritmos dançantes dos anos 50 e ao mesmo tempo letras românticas dos novos rock´s sem deixar de lado os elementos que são características do rock tradicional que são: as guitarras distorcidas de ontem e sempre e a atitude jovem contida nas performances irreverentes digna da interação com qualquer platéia.
Composta por 4(quatro) integrantes: Sinhô (Piano, guitarra e voz); Mauri(Guitarra solo); Dudu (Contra Baixo) e Misael (bateria) a banda nasceu no final de 2005 de lá pra cá vem causando pelo menos curiosidade do ouvinte por causa de um demo clipe produzido por um dos integrantes na parceria do designer da banda (Milson) o sucesso do vídeo foi tão proveitoso que arrancou elogios de gente que entende do assunto e foi parar na Tv universitária de –PE, que até hoje exibe o clipe nos intervalos de sua programação, com essa repercussão em uma das exibições do clipe no intervalo do programa sopa diário apresentado por roger um dos diretores viu o clipe e convidou a banda a se apresentar no programa sopa diário.
A banda aposta num som que eles gostam de denominar um “pop rock alternativo”, o nome “ilíada1” partiu do vocalista (sinho) que enxergou semelhança entre a temática da banda e o conteúdo e idéia em geral do poema grego “ilíada” escrita pelo poeta Homero da Grécia antiga. Para concluir essa “Bio-Loucura” que é a vida ilíada1 que tem 2 anos de estrada, escuta o som e depois fala o que vem na cabeça!

Músicas
1. Vai passar…
2. Mil razões
3. Dança vida.
4. Você pode ir na janela (Gram)

3. A Comuna

Release
A Comuna teve início em meados de 2002, na cidade do Recife, Pernambuco. O grupo pretende experimentar sonoridades e misturar diversos estilos e ritmos. Algumas tendências estilísticas podem ser notadas com mais freqüência nas composições do grupo, como: bossa nova, jazz, MPB, tropicalismo, rock n´roll.
O conjunto é composto por: Ricardo Maia (voz e guitarra), Bruno Freire (guitarra), Yuri Pimentel (baixo e voz), Glauco Segundo (piano, teclado e voz) e Amaro Mendonça (bateria e percussão).

Músicas
1. A Moenda
2. Canção Contínua
3. Maldito
4. Rock n’ Raul ( Caetano Veloso)

4. Black Flowers

Release
Formada em junho de 2003, a Black Flowers surge com a idéia de fazer tributos a bandas de hard rock. Após duros ensaios o quinteto consegue espaço na cena local, apresentando-se em vários festivais, realizados em sua maioria no Dokas Hall.  Em 2005 o grupo se ausenta dos palcos para mudar a política da banda, criando assim, um trabalho próprio. Com o termino das músicas em 2006, o trio se organiza para gravar o seu primeiro disco, que se chama Eternal Storm, um EP com 5 faixas próprias escolhidas dentre os projetos da banda. Ainda antes do seu lançamento uma previa do Cd, classifica a Black Flowers para o segundo Festival Microfonia, realizado por grandes profissionais da cena musical em Pernambuco. Atualmente, o grupo está de volta e cara nova, mas sem perder o estilo clássico de sempre. Mesclando em seus shows, músicas próprias e clássicos do Hard Rock.

Músicas
1. Without you here
2. SandRose
3. Get out of my way
4. Tie your mother down (Queen)

5. Gigantesco Narval Elétrico

Release
Com sessões de improviso instigantes e arranjos bem trabalhados, o grupo mescla elementos do rocknroll, blues e seus associados com a música nordestina, um órgão distorcido, pedais fuzz e wah wah de guitarra, sintetizadores com sonoridades contemporâneas, vozes e letras curiosas. Essa ousadia traz um caráter peculiar ao grupo, já que sua música perpassa inúmeras culturas, sem prender-se a nenhuma delas. Porém, em termos de classificação objetiva, a banda pode ser considerada progressiva ou psicodélica. O grupo uniu-se no final de 2007 para compartilhar as melodias e idéias exóticas que surgiam de suas conversas, desenvolvendo-as durante os primeiros meses em sessões de apuramento sonoro e do uso da tecnologia. Tocaram em diversos locais do Recife como Novo Pina e Capibar, aprimoraram as composições e gravaram um disco no Estúdio Sun7, com o produtor Rafael Geléia.
Para especificar as influências do grupo, pode-se evocar bandas clássicas como Led Zeppelin, King Crimson, Rolling Stones, Soft Machine, Yes e artistas nacionais como Os Mutantes, Ave Sangria, Módulo 1000, Lula Côrtes e Alceu Valença. Daniel Barreto toca guitarra, Diego Dornelles e Vinícius mantêm o baixo e o teclado, e Júlio toca bateria. Todos cantam em determinados trechos, mas o guitarrista segue com a voz principal na maioria das músicas, cujas letras trazem o devaneio alucinado dos que brincam com o outro lado da mente, personagens que insistem em sair da cabeça, paranóias diversas e ironias sem sentido aparente. As obras redescobertas do multicientista Pedro Teófilo também inspiraram alguns conceitos e trechos do que foi produzido pela banda, bem como os escritores de ficção científica como Júlio Verne.

Músicas
1. O sumiço das meias
2. Toni Mundano 3000
3. Despenugem
4. I’m so Glad (Cream)

6. The Keith

Release
No final do ano de 2005 surge a idéia de se montar uma banda, que mesclasse as distorções rasgadas e os gritos frenéticos das bandas de garagem dos anos 90, com a psicodelia e as baladas envolventes das bandas da década de 60, tudo isso unificado a uma forte inlfluência do moderno indie rock e letras em inglês,a partir daí surge a banda the keith, idealizada pelo vocalista/guitarrista, tagore suassuna, que após enfrentar uma certa dificuldade na inserção de seus integrantes, hoje tem sua formação bem definida e entrosada, com o intuito de mostrar seu trabalho e conquistar seu espaço no cenário musical constituido pelo rock and roll.

Músicas
1. Helicopters
2. Alcoholic
3. Even God is a Junkie
4. Ever Fallen in Love (Buzzcocks)

7. Voyeur

Release
Banda Que mistura Electro com Rock…
Voyeur é Electro + Rock + Beer + rock + Electro + Beer + Muita Beer mesmo!!

Músicas
1. Sexy Love
2. Little momma!
3. Wanna be your dog (Stooges)
4. Whoo whoo

Ugly Boys

8. Ugly Boys

Release
Banda teve inicio em Fevereiro de 1998, na cidade de Recife. A primeira formação era: Geydson (guitarra e voz), Neto (bateria) e Alex (baixo) que logo foi substituído por Honório. Com a proposta de fazer um punk-rock com letras fortes e positivas, abordando temas do cotidiano brasileiro. Com esta formação, a banda fez vários shows na cidade e em 1999, Daniel foi convidado para fazer parte do grupo como guitarrista. Em 2000 Honório deixa a banda e entra em cena o irmão de Daniel Soneca. No mesmo ano a banda grava seu primeiro CD demo o “The Radio” que rendeu a gravação do demo clipe “Make to Happen” que foi totalmente produzido pelos integrantes da banda. Em 2002 é gravado o 2º CD demo “Marcado pra Morrer” paralelamente aos trabalhos dos integrantes da banda em um movimento no bairro de Afogados, o Farinha do Rock, movimento onde bandas se apresentavam todos os domingos em local aberto.
As experiências com a auto-produção e a produção do Farinha do Rock, abriu mais oportunidades e surgiram convites para a banda que tocou em shows importantes na cidade, sendo até convidada como banda principal de alguns desses shows. Em 2007 a banda lança o Album “Ugly Boys” com musicas inéditas e regravações de algumas musicas gravadas em demos da banda, tendo outra vez um outro demo clipe, “Te Ver” que foi mas uma auto-produção, sendo um dos vídeos mais visto pelo publico no site da banda, e que chama a atenção pela simplicidade e expressão do vídeo. Em 2008 a banda participou de alguns shows em Recife, e pretende expandir o trabalho pelo país.

Músicas
1. Maior Inimigo
2. Te ver
3. O diário da vida
4. Rock’n’roll high school (Ramones)

One comment so far

  1. As bandas que vão para a final:

    The Keith
    Voyeur
    A Comuna
    Candeias Rock City