Listas: Micos de 2008

Melhores, piores, retrospectivas e expectativas pra esse ano de 2009… Esqueçam isso!

Dei uma relida em todo o arquivo do RecifeRock! produzido no ano passado e decidi apontar os maiores micos de 2008! Vejam a minha lista abaixo:

– Bandas que acabaram: De todas as bandas que acabaram no ano que passou, dá pra gente levantar umas dez que tiveram bastante relevância. Consideradas apostas (Ramma seca, A Comuna, Mormaço, Tabacos de Guevara, La Garantia…), figuras carimbadas na noite recifense (como a Pé Preto) ou até bastante reconhecidas e respeitadas (Mula Manca e a Fabulosa Figura, Parafusa, Rádio de outono, Superoutro), esse grupos acabaram ou tiraram férias sem nenhuma explicação. Pior pra gente…

– João Paulo e a Mangueira: O ex-prefeito João Paulo investiu três milhões de reais (que fizeram falta no orçamento do Carnaval, São João e Ciclo Natalino) na escola de samba carioca Mangueira, que entrou na avenida homenageando o centenário do frevo. Acreditem se quiser, mas a escola conseguiu ter a pior colocação desde 1994.

– O caso “Iupie”: Uma das bandas teen recifenses com maior público e potencial pra estourar nacionalmente, a Iupie acabou de uma maneira polêmica e extremamente confusa. Depois de assinar contrato com uma empresária que bancou a gravação do seu segundo (e não lançado) cd, “Iupie“, em São Paulo, com a produção de Tadeu Patolla e de estar com o clipe da música “Outra Vez” na programação da MTV, o quarteto descobriu que o nome da banda não poderia ser mais usado por eles. E deu no que deu, né? A banda acabou e o cd vazou na internet. Que vacilo…

– Sopa Diário e TVU: O Sopa Diário entrou de férias no começo do ano para voltar em… Ei, min! O ano acabou e cadê o Sopa Diário? É isso mesmo, camaradas, acabou-se o que era doce! Mas até que Roger e o pessoal da produção conseguiram produzir o programa Som na Rural, que não só deveria mostrar os grupos recifenses aqui pra gente, como pro país inteiro em horário nobre na Tv Brasil! É, “deveria”, porque o programa (que é só com bandas pernambucanas) não passa no Recife! Como é que pode isso, hein?!
Atualizando: O programa passou a ser exibido na TVU/Cultura (Canal 11) todos os domingos às 14h. O Primeiro programa foi o de Vitor Araújo, exibido dia 04/01.

– Espaços de shows  que fecharam: Cuba da Capibaribe, Novo Pina (o primeiro andar onde rolavam os shows) e Cortiço fecharam as portas e acabaram colocando em extinção as casas de shows no Recife. Graças a Deus ainda existe o Uk, o Burburinho, o Quintal…

– China no VMB: Favoritíssimo pra levar a estatueta do VMB 2008 na categoria “Aposta MTV“, China acabou ganhando um balde de água fria com a vitória do grupo paulista Garotas Suecas. Os pernambucanos ficaram se perguntando se foi panelinha. Será?! Vai saber…

– GAS Sound 2008: Vai dizer que você levou esse festival a sério?! Pouquíssimas bandas pernambucanas se inscreverem e nem acreditavam que isso fosse rolar. No fim, o que a gente viu foram várias bandas verdes (não só daqui, como do país INTEIRO) disputando e se expondo de uma maneira meio que destrutiva em plena rede nacional. Foi triste…

– Cadê o público?! A Prefeitura da Cidade do Recife vacilou feio agora no segundo semestre, viu? Fizeram um festival fuderoso, o Música Recife, para divulgar o site (que faz parte da lista de “coisas mais legais de 2008“) que criaram e conseguiram fazer uma programação bem legal, mesmo com um furo no orçamento, pro Ciclo Natalino, mas esqueceram da coisa mais importante: divulgação! O resultado? Pouquíssimas pessoas nos pólos e no festival.

E pra você, quais foram os micos de 2008?

51 comments

  1. o blues pernambucano, uma banda pior que a outra e ficaram ali pelo Burburinho mesmo!
    tem banda que lançou CD e desapareceu com o mesmo sem mesmo lançar e muita briguinha entre eles mesmo. Não se constroi uma cena com musicos covers de barzinho e galerinha que só quer azarar as minas, bola fora da turminha do blues!