Pré Amp 2009 terá shows de Zé Brown, Isaar e Lula Côrtes

Zá Brown (divulgação)

No release distribuído hoje pela Prefeitura tem algumas infos sobre o Pré Amp 2009. O festival acontecerá nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro (de domingo a terça da semana pré) no palco da Rua da Moeda. As atrações principais serão Zé Brown, Isaar e Lula Côrtes (homenageado). Outra novidade é que o Pré Amp perdeu um dia, foi reduzido de 4 para 3 dias.

Pra mim é uma surpresa ter o Pré Amp esse ano. Fazia tempo que não escutava falar na Articulação Musical Pernambucana, lembro que no Pré Amp passado a diretoria tinha apenas duas pessoas: Flávio Mamoha e Fred Bonato (eles continuam como diretores ?).  Eu só soube do festival,  semana passada, durante a palestra de Renato L na Livraria Cultura. Esse é um tema que tem que ser melhor debatido… vou ver se amanhã escrevo mais e vou tentar descobrir quem é que está a frente da AMP esse ano.

Olha o trecho do release que fala do Pré Amp 2009:
“Os novos talentos da cena musical pernambucana poderão ser conferidos no Pré AMP ano 6. O festival é realizado pela Articulação Musical Pernambucana (AMP), com patrocínio da Prefeitura do Recife, e acontece nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro. Além de revelar as influências mais marcantes da música feita em Pernambuco, também é encontro garantido com a música que nasce nas comunidades, garagens, porões, becos e sedes dos coletivos urbanos e suburbanos. Por este e outros motivos, também está devolvendo ao seu público e ao período que antecede o Carnaval, oficinas de palco, som e iluminação (holdie *) e improvisação musical (com o músico Alex Corezzi). O clima que deve pairar nos três dias de evento é um misto de reviver bons momentos das antigas edições ** e aquecer o caldeirão de ritmos que vem fazendo do som de Pernambuco um dos mais respeitados e requisitados do país. Tendo como destaques nas três noites de programação: Zé Brown, Isaar e Lula Côrtes (homenageado) ***. ”

Fonte: http://www.recife.pe.gov.br/noticias/arquivos/588.rtf

* holdie ? roadie ?
** reviver ?
*** Isso é legal. Lula lá! filme + secretaria + homenagem… tá bem :)

Posted terça-feira, fevereiro 3rd, 2009 under Notícias.

18 comments

  1. Vale lembrar que, durante o lançamento da programação, Renato L comentou o palco da Amp deve ser repensado para a próxima edição do Carnaval.

  2. fazer outro palco não vai melhorar ou piorar a situação. todo mundo vai continuar se queixando das panelinhas que rolam. pode ser palco do recife rock, do reggae, do hip hop, cada um vai querer sua fatia e o público vai reclamar do mesmo jeito.

  3. que nada véio, tudo vai continuar com sempre foi porque assim caminha a cultura pernambucana, pouco som e muita trêta nos bastidores. Este pre amp é uma vergonha para nossa cultura, um balcão de negócios.

  4. João do Ibura says:

    Pensei que a economia da prefeitura no carnaval, decorrente da crise economica, fosse motivo suficiente para descartar o pré-amp, pois,no ano passado foi disponibilizado um alto valor para o evento, fato bem comentado na epoca pelo internauta “cidadão do mundo”(cade vc), e as atrações não foram satisfatórias. Bem, vamos esperar mais comentarios a respeito para nos inteirarmos melhor e espero que a rosana sinpson(acho que é assim) participe do suposto futuro debate nesse site,pois no ano passado sua participação sobre as questões do pré-amp foram bem esclarecedoras.

  5. Gustavo Marques says:

    Pré-Amp de novo?? Eita que essa me pegou de surpresa mesmo!! Guardaram o segredo ( acho pra ninguém ficar falando mal e repercutindo muito ) até o último momento.

    Bom, pra quem gosta, deve ser mesmo o último ano desse “festival” que, indiscutívelmente, não vai deixar saudades.

    O palco é válido, mas sem a turminha que estava por trás daquela nebulosa produção. Muda de nome e chama uma galera legal pra produzir, com uma curadoria transparente ( como existia no finado pátio do rock ) pra escolher as bandas que vão tocar.

    abraços.

  6. Galera seria bom lembrar,a proposta do PRÉ-AMP nos primeiros anos,era SIM uma coisa muito legal.O projeto desenvolvido com os adolecentes(PALCO ESCOLA),q faziam cursos proficionalizantes em diversas áreas ligadas a música(Iluminação,fotografia,filmagens,técnicos de som(P.A e MONITOR)e roadies).hoje há alguns desses garotos q estão trampando na área e começaram suas vidas proficional neste palco,já q os cursos eram práticos-teóricos.

    Com relação a qualidade do q se apresenta,esta é uma outra história.O q de qualidade tem se criado na nossa cidade?
    Vale lembrar q outros festivais do recife e do pais estam passando pelo mesmo problema,é só dar uma olhada nas programações de 2 dos mais tarimbados da nossa cidade.Que ñ trás nada de novo e faz tempo.Mas claro,acho q a forma de escalação das bandas tem q ser revistas,pois já faz tempo q é alvo de reclamações de muita gente.
    Falar em acabar algo q pode ser recuperado ñ acho q seja a melhor saída.Reformular sim,acabar não.
    E acredito q esta REFORMULAÇÃO,tem q vir da nossa vontade de mudar,foi assim e para este fim q a ARTICULAÇÃO MUSICAL PERNAMBUCANA foi criada.E cabe a nós pedir algumas explicaçções sobre a forma de celeção das bandas.

    Vamos aproveitar estas mudanças e conversar com todos os envolvidos(SECRETÁRIA DE CULTURA+AMP+BANDAS).E assim acredito q temos como continuar com um projeto realmente voltado p a maioria.

  7. muito papo furado por aqui
    e mesmo os caras acabando com esse Festival,
    outras siglas, eventos,
    situações serão ceiadas para que sempre os mesmos caras ganhem muito dinheiro com uma industria mina de ouro chamada Cultura Pernambucana!

  8. muito papo furado por aqui
    e mesmo os caras acabando com esse Festival,
    outras siglas, eventos,
    e situações serão criadas para que sempre os mesmos caras ganhem muito dinheiro com uma industria mina de ouro chamada Cultura Pernambucana!

  9. Vou é ver o velho Lula!!! curtir o bom e velho rock´n roll e blues!!! e pra ficar perfeito deviam colocar o DJ agui(do novo Pina) pra mandar os sons mais viajados da moedaaaa!!! logico que com ele solando suas air-guitar , air-teclados e coisitas mais. Há, em relação a cultura, meus caros, ela não é estatica e pertence a alguém , como os textos acima parecem querer insinuar. Esta em todo canto se misturando com o velho e o novo que vai ser o novo de novo….

  10. No dia 16.02.09 ás 22:00h a Commandos RAP estará fazendo show no PRÉ AMP. Para escutar o som do grupo acesse: http://www.myspace.com/commandosrap.

  11. Bom, o palco tem que continuar existindo sim, é um espaço que gera trabalho pra muita gente, músicos, jornalista, vendedores, enfim, muita gente… Mas a AMP não pode mais continuar no comando, este palco tem que ser organizado por um outro coletivo, de músicos, já que a AMP já não é mais tão representativa.

    Se não me engano a amp está com o Flávio na coordenação geral, Fred Bonato parece que não está mais, e ouvi um burburinho que ele saiu por insatisfação com os rumos da entidade, sei lá.

    Quanto o orçamento do Pre-amp, ao contrario do que muitos dizem ai, é baixo. O Recbet por ex tem um orçamento quatro vezes maior, isso é possível observar no diário oficial da prefeitura.

    Reclamação sempre vai existir, alguma com fundamento, outras sem fundamento, principalmente daqueles que são excluídos, reclamam do Abril, do rec, Da AMP, do carnaval, são joão, natal, do recife rock, reclamam de tudo. E quer saber, tem que reclamar mesmo.

  12. JUAREZ QUEIROZ says:

    EXCELENTE UMA ARTISTA COM A QUALIDADE DE ISAAR PARTICIPAR DO PRÉ AMP.

    JUAREZ MÚSICO E PRODUTOR ( CASA AMARELA)

    FESTIVAL SOM DE CASA DIAS 22, 23 E 24 DE MAIO/2009
    LOCAL: CASA AMARELA PÁTIO DA FEIRA.

    CONTATO: 081-8694-7765
    JUAREZSOMDECASA@HOTMAIL.COM

  13. João do Ibura says:

    Se o Amp é uma entidade representativa, estão existe um estatuto social que preve eleições periodicas,então, cabe aos interessados procurar informações para pleitear mudanças na sua administração.
    Friso tambem que não cabe comparações de orçamento entre o recbeat e préamp,pois são eventos incomparaveis, o primeiro já renomado e gostando ou não,com grandes atrações locais e nacionais(apesar que joão do morro é pra se fudê), enquanto que o segundo, é um evento que tenta se afirmar e teve essa oportunidade no ano passado quando obteve um orçamento bom(para um evento desse porte) e não aproveitou pois definiu um valor maximo de 2 ou 3 mil de cache, se não me engano, ficando grande parte do investimento público para remunerar os responsaveis do evento, tendo em vista que as outras despesas não são tão grandes assim.

  14. Pra mim a melhor novidade deste ano no Pré AMP, é a participação inusitada do Mestre Galo Preto (www.myspace.com/mestregalopreto), Jazz Man da cultura brasileira! Estando na altura dos seus 73 anos de idade e 65 de carreira, ele traz um repertório renovado e contemporâneo, coco de raíz e embolada de primeira categoria poética e criativa.
    Gostaria de ver Zé Bronw cantando junto ao Mestre Galo Preto, pra ver que caldo dava… Este evento é uma movimentação de sucesso, e a 6 anos traz pro Recife um polo dinâmico e revolucionário para a música pernambucana. Parabens aos que seguram a onda destes anos do Pré AMP. Bariká.

  15. Gustavo Marques says:

    E a AMP existe? Alguém sabe onde é a sede? Alguém sabe onde acontecem as reuniões e quem está à frente delas?
    Se alguém souber, por favor poste aqui.

  16. MEU E OS CACHORROS VAMOS VER AI NE PRODUCAO OS CARAS VINHERAM O ANO PASSADO, VALE A PENA LEBRAR NOS CARAS MEU
    O MELHOR SOM HARD CORE DE PERNAMBUCO…

  17. O orçamento e baixo, ta la no diario oficial. Este e todos os outros. Quanto as atraçoes, a mesma fuleiragem de sempre – ze brown falando besteira pelos poros, banda nova de nao-sei-onde com 3 meses de sobrevida e pessima sonoridade, etc. O pre-amp e um festival p/ aqueles que querem ser artistas a todo custo. Eles conseguiram esse palco na marra e acho justo que todo ano eles brinquem de subir em um palco.

  18. Ninguém que importa says:

    Puta que o pariu! Sempre quando tem grandes eventos é a mesma coisa! Quem não faz reclama. Quem ficou de fora, reclama. Puta que o Pariu!
    Qem se movimenta, se agiliza pra ter algum evento que represente algo tem que pelo menos ter direito à curadoria, ou seja, escolher quem vai tocar. Isto sempre aconteceu e sempre vai acontecer desde o festival Woodstock. E em Recife é assim: Se o artista ou a banda não toca em todos os eventos anuais da prefeitura ou governo, ele sai metendo o pau em produtores dos festivais que o preteriram. Vale lembrar: Tem bandas e artistas que são um lixo e não vão figurar em nenhuma escolha, de nenhuma panelinha ou curadoria. Nesse caso seria melhor tentar tocar em pequenos bares e fomentar seu próprio público e não esperar pra só fazer show “em palco grande”, que normamente escolhe aqueles artistas que se distacaram na imprensa ou fizeram um certo buchicho na cidade durante o ano.
    Alguém vai ter sempre que escolher e deixar alguém de fora, afinal Recife tem muitas e boas bandas, e aí a turma que ficou de fora vai malhar o Judas em cima dessa pessoa ou sua produção, vide Paulo André e Gutie, que todo ano devem se lavar 10 vezes com sal grosso depois que acabam seus eventos.
    João do Ibura. Cachê de 2.000 a 3.00 reais é baixo??? Pelo amor de Deus!!! Alguém já perguntou quanto é que nêgo desconhecido ganha pra tocar no palco do Studio SP em São Paulo ou nos palcos da prefeitura desta mesma cidade que tem um orçamento de cultura infinitamente mais rico do que este pobre estado e esta pobre cidade?? A mesma quantia, ou menos!

    “O palco é válido, mas sem a turminha que estava por trás daquela nebulosa produção”. Gustavo, eu nunca vi alguém tentar fazer um evento aqui nessa província sem que isso representasse uma ofensa pessoal a outrem.

    Lembrem-se os que ficaram de fora: Sempre vai existir alguém que escolhe os artistas. Se seu trabalho não foi escolhido esse ano rale mais no ano que vem. Vá tocar em pequenos palcos, fomente seu público, melhore a qualidade dos seus músicos, capriche nos detalhes importantes, que com certeza vai rolar.