Entrevista: Eta Carinae

O problema são certos preconceitos que ainda existem por aqui. o Eta Carinae nunca foi sondado para tocar no Abril pro Rock, RecBeat ou Coquetel Molotov. No entanto, bastou um festival novo, com novas pessoas envolvidas, receber nossa proposta para nos convidar a tocar.

Eta Carinae (divulgação)

Banda liderada por Dirceu Melo, ex-Jorge Cabeleira e O Dia em que Seremos Todos Inúteis, o Eta Carinae é a primeira atração a subir no palco do Pavilhão do Centro de Convenções no festival Quintal PE, que acontece amanhã e conta também com shows, entre outro outros, de Nação ZumbiMombojó + China e Otto. Confira abaixo a conversa com Dirceu, que falou sobre os novos horizontes da banda, de lei de incentivo a cultura, e de como, na visão dele, a banda é boicotada pelos principais festivais do Recife.

Você fez parte da banda de Naná Vasconcelos durante a turnê do álbum “Minha Loa”. No Quintal PE, o percussionista tocará com DJ Dolores no projeto Blind Date. Existe a possibilidade de Naná participar do show do Eta Carinae?
Não , não foi nada combinado… Naná estará concentrado no seu show com Dolores

A banda assumiu de vez o formato de power trio, com você (guitarra/programações), Rafa Groove (baixo e vocais) e Sanzyo Dub ( bateria e programações). O que mudou no som do Eta Carinae desde então?
Bom, basicamente o que muda é a ausência dos vocais femininos. Redistribuímos e mudamos alguns vocais ente eu e o Rafa , pois  a região harmônica feminina é bem diferente. Em relação à concepção, músicas novas eram sempre criadas já contando com a presença de dois vocais principais, e agora não mais. Faço o meu vocal e em cima de uma necessidade que exista é que partimos pra desenvolver um segundo vocal.

A banda já tem turnê agendada pela Europa. Embarcam quando e tocam em quais países?
Devemos embarcar na segunda quinzena de julho pra essa que será nossa terceira turnê europeia . Já temos shows marcados na Suécia , Alemanha , Bélgica e Espanha.

Muita gente acusa o Eta Carinae de ser uma banda privilegiada por projetos governamentais de fundos de incentivo a cultura. Você acha que as críticas são justas?
Criticar é fácil… difícil é realizar… olhe , desde que o Jorge Cabeleira perdeu seu contrato com a Sony que me vi obrigado  a começar a correr atrás dos meios independentes pra realizar minha produção artística. E os principais meios independentes são os fundos de incentivo a cultura. Foram através desses fundos que produzimos o segundo disco do Jorge e o primeiro do Eta Carinae.
Nunca, em nenhum momento, procurei  utilizar a famosa “peixada” , ate porque não tenho nenhum peixe grande na rede em lugar nenhum. Favorecimentos existem sim , isso é óbvio , basta você ler as matérias sobre a farra dos cachês do carnaval que você identifica facilmente quem esta sempre sendo favorecido. Mas o Eta Carinae não conhece ninguém para “abrir portas”. Pelo contrario, em vários momentos encontramos portas fechadas. Todo projeto ou proposta que fazemos , se é aprovado , é porque está bem escrito e porque condiz com a realidade de mercado , e a realidade é que procuramos ser uma banda profissional , que corre atrás , que investe muito dos cachês que recebemos pra realizar ações, tipo empresa mesmo , com todas as responsabilidades administrativas que uma empresa requer. Então, toda vez que paramos pra escrever um projeto ou proposta , a idéia é : “quero ver os Filhas da puta não aprovarem esse! “. E olhe que pra cada projeto ou proposta aprovada, tem pelo menos umas quatro ou cinco que foram negadas, muitas vezes sem motivo lógico pra isso.

Você divide seu tempo entre músico que toca com outros artistas, produtor de shows e a carreira do Eta Carinae. O que gosta mais de fazer? E qual das atividades é mais difícil?
Claro que ser musico é o que me dá mais prazer. Produzir shows também me dá certo prazer, pois foi uma das formas que encontrei para sobreviver trampando com música indiretamente, não apenas estando no palco tocando.
Produzir shows grandes demanda grande investimento de tempo, responsabilidades e recursos financeiros. Sempre é muito desgastante e às vezes até perde-se dinheiro, mas, de longe, o mais difícil hoje em dia é administrar a carreira de uma banda independente como o Eta Carinae. É coisa realmente para quem ama o que está fazendo, porque se o cara está nessa por grana, não estaria nessa…

Como será o show do Quintal PE?
Será o show que estamos formatando para Europa ,com músicas do primeiro cd e as quatro novas que já lançamos no myspace. Seremos a primeira atração, começaremos às 16:30 (cheguem cedo!!) e terá uma hora de duração.

Se quiser acrescentar algo, o espaço é seu.
Esperamos, cada vez mais, conquistar mais espaço no Brasil e no mundo. Este ano, por exemplo, pela primeira vez estamos nos preparando para sair em turnê internacional contando apenas com os próprios cachês que receberemos. Isso, para nós, é um ótimo sinal de crescimento. E olhe que vai ter neguinho dizendo que estamos recebendo algo de alguém. Se focamos tanto nossas ações na Europa é porque enxergamos lá um mercado melhor para nossa musica e porque aqui no Brasil não conseguimos enxergar grandes horizontes a serem conquistados devido à crise mundial e do mercado da música. Mas, claro, qual artista não quer fazer sucesso em sua terra natal? O problema são certos preconceitos que ainda existem por aqui. o Eta Carinae nunca foi sondado para tocar no Abril pro Rock, RecBeat ou Coquetel Molotov. No entanto, bastou um festival novo, com novas pessoas envolvidas, receber nossa proposta para nos convidar a tocar (falo do pessoal do Quintal PE ). Sem falar nos grandes festivais que já tocamos na Europa e vamos tocar nesse ano , como, por exemplo, o Sfinks, da Bélgica.
Por que o Eta Carinae não encontra espaço  nos festivais locais e brasileiros e encontra em outro continente? A resposta passa por vários enfoques, mas o principal é: abram a cabeça, abaixo o PRÉ – CONCEITO, porque qualquer sentimento pequeno torna-se ainda menor diante da grandiosidade que é a nossa aldeia global.

Boas vibrações sempre!
Good vibrations always!

SERVIÇO | Quintal PE
Com as bandas Nação Zumbi, Mombojó + China, Otto, Eddie, Bonsucesso Samba Clube, Maracatu Piaba de Ouro, Eta Carinae, Vargas, Blind Date (DJ Dolores e Nana Vasconcelos)
Pavilhão do Centro de Convenções
Dia 25 de abril (sábado), a partir das 16h
R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)
Ingresso solidário para inteira: R$ 40 + 1 kg de alimento
Vendas a partir do dia 1/abril: Saraiva Mega Store – Shopping Recife
Informações: (81) 3464-9393,
www.quintalpe.com.br

16 comments

  1. Essa banda mudou de novo? Por isso é que ninguém bota fé por aqui e fica sendo coisa só pra gringo ver.

  2. mari,

    assiste o show e depois diz alguma coisa ta’…né f…

    pra falar ruim pelo menos a pessoa tem que sacar o som…

    se voce nao conhece a banda e nao tem amigos que gostam da banda e por que voce deve estar presa no seu mundinho…eu mesmo gosto bastante e tem uma galera , inclusive de outros estados que se amarra no som…muitos fãs do jorge cabeleira e pá..

    cabei de sacar isso no orkut do quintal e to passando…vo ficar ate o final pra sacar o som dos caras !!!

    até lá

    mudanças na ordem!!!!!!!!!!

    Ordem das Bandas
    1º – VARGAS
    2º – BONSUCESSO SAMBA CLUBE
    3º – MARACATU PIABA DE OURO
    4º – EDDIE
    5º – NANÁ VASCONCELOS + DJ DOLORES
    6º – MOMBOJO + CHINA
    7º – NAÇÃO ZUMBI
    8º – OTTO
    9º – ETA CARINAE

  3. Dirceu Melo é um cara que admiro (de longe) pelo trabalho desde o Jorge Cabeleira…é um cara muito inteligente e criativo….na minha opinião, musicalmente está bem à frente do que várias figuras tarimbadas pelo público daqui….engraçado que quando eu era moleque achava que ele era uma espécie de Muscis (guitarrista do Dinosaur Jr.) versão brazuca. Boto fé no trabalho dele com Eta Catarenae também….

    Deu pra notar que ele foi bem sincero e direto em relação ao assunto de peixada….da parte deles não rola…..e vai ver que é por isso que eles não tocam em vários festivais daqui.

  4. mari,

    qual seu problema comigo minha filha? vai jogar tuas energias negativas pra outro lado visse….o que vem de baixo jamais me atingiu , senão não estaria aonde estou agora…

    tu pelo menos leu a entrevista?

    não viu que pela primeira vez estamos indo pra europa sem apoio nenhum contando apenas com os CACHETS que receberemos la?…tu acha que é facil?

    tu acha que neguinho na europa bota alguem pra tocar com o som da banda sendo ruim? ou que tem mutreta num dos principais festivais de WORLD MUSIC do mundo?

    graças a deus sou um artista orgulhoso de minha obra , 2 cds com o Jorge Cabeleira (que não vou nem perder tempo comentando o sucesso que atingimos)e o primeiro do eta que foi elogiado em toda midia nacional , ja fizemos 2 turnes passando por mais de 9 estados brasileiros e agora nossa terceira turne internacional…por favor…respeito é bom e eu gosto

    não preciso realmente do seu reconhecimento…mas se voce quiser …perde um tempinho teu assistindo ao show ou ouvindo a musica ,que quem sabe voce nao muda um pouquinho de opiniao…

    ou pelo menos atrruma algo malhor pra fazer…do que ficar despejando suas frustrações em cima de um teclado de computador

    cruz credo!!

  5. xau Mari…curte o show amanha tá…;)

    vai ser foda de me concentrar depois dos teus comentários…mas vou tentar fazer um bom show…a musica que eu ver mais gente cantando eu te ofereço …

  6. Eta Carinae é daquele tipo de bandas que mesmo tocando de graça no Pátio de São Pedro espanta o pouco público que tem. Isso já deve significar alguma coisa, não?

  7. músicas que caem na boca do público não é sinal de qualidade, Mari…. não julgue um trabalho por esse prisma….
    o maior exemplo que tive disso foi no Recife Jazz Festival do ano passado….após o show do Otto a molecada esvaziou o lugar, deixando ao pianista Jeff Gardner a tarefa de tocar para alguns gatos pingados na platéia…e o show foi foda !!!

    não acredito que esse seja o caso do Eta Catarenae, que eu não acompanho mas conheço várias pessoas que curtem o trabalho dos caras….enfim, por que toda essa agressão gratuita ?? tivesse alguma bronca com alguem da banda e não quer tornar isso público?

  8. Felipe Cunha says:

    Ótima banda, vale a pena ver.

  9. Não sou conhecedor da obra do Eta Carinae, mas já ouvi algumas músicas e sei reconhecer quando a música e músicos são bons. E diga o que quiserem, mas a banda é muito boa, as letras são boas e Dirceu é um dos melhores guitarristas do Brasil, sério mesmo!!!

    Peixada pra mim são bandas que além de “mamar” nas tetas do Governo, toca em tudo que é programação, como é o caso de Mombojó, China, Silvério, Otto, Spok, etc, etc, etc e esse não é o caso da Eta Carinae. Gostaria muito de poder assistir ao show mais vezes, de graça. E acho que o papel do Governo é esse mesmo, incentivar os artistas do Estado a crescer, fazer sucesso. Uma banda como Eta Carinae era pra ter muito mais reconhecimento do que várias daqui de Recife, incluindo algumas que citei acima, que nem vale a pena falar.

    Mesmo achando que a banda não é beneficiada pior isso, qual é o problema de um artista receber ajuda do seu Estado para mostrar seu trabalho para outro país, ou na sua cidade? Não entendi qual o motivo da indignação da pessoa que escreveu todos esses comentários negativos. Qualquer país do mundo que tem uma política cultural que se preze incentiva seus artistas. E se é para ajudar, que ajude a quem realmente tenha um bom trabalho e que mereça.

    Eu acho que essa pessoa que escreveu tudo isso deve ter tido alguns projetos ruins negados nas leis de incentivo e quer jogar sua frustação em cima dos outros.

    Que coisa mais feia, tsc,tsc

  10. Joseph Goebbels says:

    Dirceu, antes de mais nada, uma dica: Não fica se trocando com essa galera não. Afinal, tu é um musico profissional, se garante no seu trabalho etc. Na vida sempre vai haver oposição, afinal o maior homem que já viveu também foi negligenciado. Bola pra frente com o som e fuck off quem não tá gostando!!!

  11. sai dessa, dirceu!

  12. Poha, ñ sabia q tinha Jorge Cabeleira no meio..quando era mais novo entrei em contato com o som do Jorge Cabeleira e ganhei de presente o Alugam-se Asas para o Carnaval.
    Até hj escuto Jorge Cabeleira e fiquei curioso pra sacar o show..

    Vo lá q eu to no atraso já..

  13. então me espere de volta para o dia em que seremos todos inúteis..

  14. Banda muito boa. Muito.
    Honestamente: tem coisas que para certos recifenses só é bom se tiver uma alfaia ¬¬, de um modo geral.
    Tipo uma imensa besteira, e é como já foi dito, peixadas existem às claras em 90% dos festivais que por aqui rolam. E então.. o que fica de coisa boa nos reais “quintais” da cidade é um absurdo.
    O show foi legal, teria sido melhor se fosse num horário mais conveniente (fazeroque¬¬)

    Só resta esperar que público e produtores de Recife ampliem o campo de visão/audição/demais canais sensoriais para coisas legal que pintam por aqui. Valeu.

  15. e Dirceu no quintal pe hein?
    ele ia cantar com o público, sucesso total.
    Botaram o galego para tocar as tres da matina.
    nem a familia dele aguentou e foi embora.
    Dirceu nosso povo não te entende mesmo.
    Deveriam te colocar num horário melhor.
    De madrugada fica complicado.
    Não cantamos suas musicas com voce.
    Ai voce repensa isso dai de ser musico de gabinete de Prefeitura.
    Tá certo voce viaja e faz turismo pelo mundo.
    Mas aqui voce passa vergonha o tempo todo.
    Voce já pensou em enfrentar um escritório Dirceu?

  16. quando o Eta Carinae fizer um show sozinho num bar desses aí e reunir mais do que 100 pessoas, aí eu acredito que a banda tem público