Tapa na Orelha – Fundarpe e a síndrome de Rubens Ricupero

Sempre gosto de contar essa história aos mais jovens, pois ela ilustra perfeitamente como o poder age no Brasil, desde Cabral até o dias vindouros. Em 1994, o então Ministro da Fazenda Rubens Ricupero – este senhor na foto, em reunião informal, sem saber que estava sendo gravado, solta a seguinte pérola: “eu não tenho escrúpulos”. A frase, captada por parabólicas, foi um sucesso. Lula, então na oposição, fez a festa com ela.

Pois bem, sabe qual foi o castigo de Ricupero? A embaixada do Brasil na Itália. Uma tremenda mamata em Roma, onde tinha um vidão às custas dos cofres públicos e esperava o caso esfriar para voltar lépido e faceiro para o Brasil como se nada houvesse acontecido. À época, o jornalista André Forastieri escrevia na Folha de S.Paulo que, com essa decisão de “castigar” o Ricupero, sua vontade era “colocar fogo em tudo e sair rindo por aí como o Beavis e o But Head“.

Lembrei do caso porque li no Blog do Magno http://www.blogdomagno.com.br/templates/blogdomagno/index.php?cod_pagina=72449 que Luciana Azevedo deixará a Fundarpe. E será relocada para outro cargo no Governo do Estado. Ainda que Luciana seja inocente de tudo que é acusada, o mais sensato, justo e honesto com quem paga seu salário – eu e você – seria que ela jamais ocupasse outro cargo público até provar sua inocência. Meu medo é que ela ganhe uma coluna no jornal. Sim. Sarney, mesmo com todos os escandâlos e corrupção mais que provados, é colunista há anos da Folha de S.Paulo. O próprio Rubens Ricupero, depois de toda o Brasil ouvir de sua boca que ele não tinha escrúpulos, também ganhou uma coluna no jonral paulista.

Estamos no início do ano. Começo da gestão da Dilma e do segundo mandato do Eduardo Campos. Cabe a nós, sociedade, cobrar, denunciar, e não aceitar calado essas barbaridades. Afnal, o rock, entre outras coisas, serve também como instrumento de denúncia e – ainda que soe hiper ingênuo – lutar por um mundo melhor. Como diria um velhinho barbudo que nunca deixei de seguir: “roqueiros de todo o mundo, uni-vos”.

 

 

 

 

 

Posted terça-feira, janeiro 4th, 2011 under Notícias.

10 comments

  1. TJ-mc rapper says:

    E depois de tudo que noticiou na mídia sobre a Fundarpe, eis que abro o jornal de hoje e vejo depoimentos de várias pessoas ligadas a cultura, inclusive músicos, ELOGIANDO a administração recente do orgão responsável pela gestão da cultura em nosso Estado.
    Mais um absurdo e só mostra o grau de dependência e subserviência que artistas mantém com o poder, algo de fato bizonho e digno de pena, deprimente.
    Em outro jornal de hoje tambem vi uma nota de coluna social em que dois artistas reconhecidamente sócios e habitues das rodinhas políticas da cidade, passando o revellion com o principal responsável pela programação do carnaval de Pernambuco como convidado ilustre, olha só o nível de sofisticação a que chegamos para conseguir um bom lugar nos palcos da próxima festa momesca da cidade.
    Esse sentimento vil já enraizou na cultura e agora temos que aprender a conviver com isso. Quanto pior o soneto, melhor a emenda.

  2. lembro bem desse caso de Ricupero e sua confissão, mas de qualquer forma foram palavras apenas. A Fundarpe foi pior pois foram atitudes nocivas a sociedade, como os atrasos em pagamentos só para citar uma.

  3. Esqueci de dizer que o Mundo Livre, em 96, fez uma música sobre o Caso Ricupero. Trata-se de “Militando na Contra-informação”, gravado em “Guentando a Oia”, segundo disco do grupo

  4. Puta que pariu, essa foi das antigas. Eu lembro desse lance de Rubens Ricupero. Serviu e ainda serve pra que nos tenhamos dimensão do que os politicos acham do povo.

  5. Não defendo Luciana, até porque acho que ela tambem tem responsabilidade, mas, parece que esse site quer “sataniza-la”, pois o problema da Fundarpe não se resume a sua ex-gestora, até por que as denuncias surgiram depois que a fundação dificultou(um pouco, na verdade) a distribuição dos recursos pleiteados por politicos e administrados por empresas do ramo, então, estamos perdendo tempo centrando fogo na Luciana, pois assim isentamos toda a cadeia malefica que usufrui desses recursos à decadas.

  6. o que foi dito sobre o caso Fundarpe é só a ponta de um grande iceberg, tem muito neguinho tomando lexotan para dormir, só pegaram os peixes pequenos. E se a presidenta afastada é tão boa, estava tudo tão bem, a Fundarpe era um exemplo de gestão, era só intriga da oposição, porque tiraram ela da Fundarpe? Mas um protege o outro e acharam outro lugar para ela, os interesses individuais e corporativos acima do interesse coletivo, maravilha!

  7. Pegasus Bomber says:

    e o senhor Ariano Saussuna , que todos tem medo , entrou mudo e saiu calado nesse embróglio todo, cargo novo também, sempre cheio de opiniões , nada falou , alou Suassuna , o senhor faz o que na verdade além de dar aulas do que é certo e errado?!!!1!

  8. Estam esquecidos que o sr. claudio humberto era o porta voz do Collor?E a filha do Sr. severino cavalcante ganhou a secretaria de Esporte, muita calma nessa hora.

  9. andré barbosa says:

    eu não sei oq o jornalismo da band e a band tem com esse ricúpero, volta e meia ele aparece dando entrevista na band como se nada tivesse acontecido e como ele fosse um homem público de bem. se fosse na globo-timelife tudo bem mas na band, qual é a de mesmo band? ah!!! ia me esquecendo ministro, como anda seu amigão carlos monforte da globo-timelife? “descansando”? “entre nós pra não paracer presunçoso?”