Carnaval de PE 2011: Entrega do documento dos músicos ao governo

Chegou por e-mail o “resultado” da reunião dos músicos com o governo de Pernambuco e a Empetur. É aquilo que já sabíamos existem INTERE$$ES muito maiores (Prefeituras do interior, Empetur, Produtoras de Axé/Pagode…) que a Cultura ou Música Pernambucana. Com o “gritos dos músicos” governo vai dar uma esmolinha/”calaboca” adicionando mais algumas bandas e só. Para piorar não da para ver o valor dos cachês pagos pelo governo no portaltransparencia.pe.gov.br.

As “melhores” frases do documento são:
a grade apresentada pela imprensa, não era a definitiva e ainda está em formatação.”
E simplesmente vazou? é disco em mp3?

uma secretaria do governo legalmente não tem a obrigação de respeitar  os resultados do edital convocado por outra secretaria
Ou seja… mesmo Fundarpe e Empetur sendo do mesmo governo essa “manobra” permite zerar tudo e colocar outros interesses maiores como prioridade.

o governo aceitou a programação escolhida pelos prefeitos”
Essa é a grande sacada… as produtoras vendem os shows para o governo e podem dividir o lucro com os prefeitos do interior (dinheiro para as próximas campanhas).

Confiram o e-mail completo:

A ENTREGA DO DOCUMENTO RESULTOU EM REUNIÃO NA EMPETUR DIA 25,  DAS 19 ÀS 22 HORAS.

Pontos abordados no documento:

1) Descumprimento do Edital de Convocação publicado pela FUNDARPE/Secretaria de Cultura para contratação de artistas para o Carnaval/2011;

2) Como se deu a formatação da grade programação do Carnaval/2011 divulgada recentemente pela EMPETUR, cujo conteúdo encontra-se em desacordo inclusive dos principio norteadores da política cultural construida nos últimos anos.

Retorno do Governo:
Segundo explicações dos Secretários de Cultura e Turismo, a grade apresentada pela imprensa, não era a definitiva e ainda está em formatação.

Segundo eles, não houve um descumprimento do edital de convocação para o Carnaval 2011, porque como o edital foi publicado pela Fundarpe e a execução do carnaval depois foi transferida para Sec. de Turismo/Empetur , uma secretaria do governo legalmente não tem a obrigação de respeitar  os resultados do edital convocado por outra secretaria. Mas mesmo assim,  a Sec. de Turismo e Empetur  estão contactando todos os grupos que tiveram pontuação decrescente até a média 08. Se os mesmos tiverem em tempo hábil, toda documentação exigida, conforme a lei de contratação do estado, estarão na grade de programação.

Ficou claro que nas negociações com as prefeituras do interior, o governo aceitou a programação escolhida pelos prefeitos, onde entrarão as bandas e grupos que já constavam na grade parcial divulgada anteriormente.

Isso aconteceu, segundo eles, pelo fato deste ano, as verbas do carnaval terem sofrido cortes, ficando para as prefeituras uma maior contrapartida financeira e foi aí que as escolhas dos prefeitos passaram a ser respeitadas.

Com relação a cultura popular, foi explicado que as apresentações no interior do estado irão diminuir, mas serão intensificados cortejos em Recife e Olinda.

Ficou acordado que na segunda, dia 28, no site da Fundarpe,  será divulgada a grade com a pontuação e que assim que todas as confirmações fossem efetivadas, eles divulgariam a grade completa, o que deverá acontecer até quarta ou quinta-feira (dias 2 ou 3) com uma pequena nota explicativa sobre o processo  e critérios utilizados para a montagem da grade.

PARTICIPARAM DA REUNIÃO:

GOVERNO:
Secretário de Articulação Social e Representante da Casa Civil, Sr. Marcelo Canuto, Casa Civil; Secretário de Cultura do Estado, Sr. Fernando Duarte; o Secretário Executivo de Cultura, Sr. Luis Roberto Silva; o Secretário de Turismo do Estado; Sr. Alberto Feitosa, o Presidente da Empetur, Sr. André Correia.

COMISSÃO:
Ivonaldo Von da Associação das Orquestras de Frevo de PE (FREVO PE) ;Ponto de Cultura e Comissão Setorial da Escuta da Música de Pernambuco;Luciano Brayner, Produtor Idependente e Comissão Setorial da Escuta da Música de Pernambuco;  Márcia Xavier, da UBC; Paula de Renor, APACEPE; Tereza Accioly, Presidente da SOFOPS; Ponto de Cultura:Pé-de-serra-Formação-Circulação e Memória;Comissão Setorial da Escuta de Música de Pernambuco;Delegada da II Confêrencia Nacional de Cultura; Gabi Apolonio Comissão Setorial da Escuta de Música de Pernambuco, Produtora Independente do Movimento do Samba de Pernambuco e Ivan Morais, cantor e compositor, ex- Presidente da Brigada Pernambuco Cantando para o Mundo, de apoio à candidatura de Miguel Arraes ao Governo de Pernambuco-1986.

CONVIDADOS PRESENTES:
O Secretário de Cultura da Cidade do Ipojuca, Sr. Diego Jatobá, o Músico Antúlio Nóbrega.

Posted segunda-feira, fevereiro 28th, 2011 under Notícias.

4 comments

  1. ISSO E VERGONHOSO !!!!!!!!1

  2. Se a Empetur continuar organizando os eventos culturais em pernambuco, vamos retornar à epoca em que cadoca(ex-PMDB) e politicos do PFL(atual Demo) davam as cartas na nossa programação cultural, incentivando os “desfiles” de trio-eletrico(com repertório de musica bahiana) e atrações ligadas à produtores que pagam às radios e tv’s para executarem canções de seus grupos/cantores/bandas, com isso a população não terá acesso à cultura de qualidade, porem, aplaudirá, pois assistirá shows dessas atrações massificadas, o que ajudará os politicos a garantirem seus votos nas proximas eleições.
    Sinto falta de Luciana Azevedo!

  3. Calangroovando says:

    É bronca, as prefeituras tiram o delas, os produtores das megabandas tb e fica td na sujeira