Esclarecimentos Sobre o Concurso de Bandas da UFPE

Por Hugo Montarroyos em 21 de setembro de 2004

Azabumba - Vencedora do Concurso de Bandas da UFPE

Grupos que participaram da seletiva serão escalados para festival e gravarão coletânea
em 21/09/2004 por Hugo Montarroyos

Bem, a história todo mundo conhece, mas vale a pena refrescar a memória. Foi realizada, no dia 20 de agosto, o Concurso de Bandas da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco). A vencedora obteria o direito de abrir o show do Capital Inicial no Recife e aparecer no programa de TV “Route “ patrocinado pela Volkswagem, enquanto as outras três classificadas tocariam durante a semana do evento na tenda montada pela Volks no Campus da UFPE. A vencedora do concurso foi Azabumba, e as demais selecionadas foram Le Bustier en Décadence, San B e Volver.

Antes de ser anunciado o resultado do Concurso, foi também dito que todas que tocaram na seletiva entrariam numa coletânea feita pela Universidade. Mas… nada disso aconteceu, pelo menos até agora.

Pois bem, acabei de conversar com o organizador da seleção, Alexandre Ramos, e ele esclareceu tudo. “A Volkswagen pediu um nome daqui para abrir para o Capital Inicial. Achei que seria mais justo fazer uma seleção entre as bandas da Universidade. O problema é que tudo foi muito em cima da hora. Eles entraram em contato apenas dois dias antes da seleção…” explica Alexandre. Ramos aponta o motivo das coisas não terem saído como previsto “A Ajon, empresa que agencia a Volkswagen, falhou com a gente. Eles não cumpriram o trato, nada do que foi combinado aconteceu. Não pudemos utilizar a tenda, como havia sido prometido. Teríamos que pagar pelo uso dela, o que seria um absurdo”.

Ramos admite que a seleção foi desorganizada, mas explica os motivos “Queria ter feito uma coisa melhor estruturada, ter tido tempo de recrutar um júri mais heterogêneo, mas foi tudo muito em cima da hora. Não tinha como fazer de outro jeito. Tivemos que contar com a boa vontade de pessoas que abriram uma brecha em sua agendas para compor o corpo de jurados”, conclui.

Bem, mas no fim das contas, nada disso foi em vão. Segundo Alexandre Ramos, as bandas que participaram da seletiva vão tocar num festival realizado pela UFPE. O evento acontecerá logo depois da volta às aulas (a UFPE está em período de férias).

E a coletânea vai rolar também. Ramos disse só esperar o retorno das aulas para começar a pensar na formatação dela.

Links:
» Site do Centro de Convenções da UFPE

——–