Vamoz no Texas (EUA)!

Por Bruno Nogueira em 10 de dezembro de 2007

Vamoz (divulgação)

Tinha publicado isso na coluna do jornal e esqueci de passar para cá. Olha que foda: A Vamoz! foi convidada para tocar na edição 2008 do South by Southwest, um dos festivais mais importantes dos Estados Unidos (e um dos maiores do mundo), que acontece todos anos em Austin, Texas. Rolou uma mega articulação da gravadora deles, a Monstro, que também pretende levar para lá a MQN, Lucy and the Popsonics e a Pata de Elefante. Outra banda que recebeu o convite foi a Telerama, de Fortaleza (CE).

Ano passado, o SXSW, como é conhecido, teve shows dos Stooges, Fratellis, Bloc Party, Bravery, Amy Winehouse, Albert Hammond Jr (do Strokes), Lily Allen e Cold War Kids, entre algumas (sim, apenas algumas) atrações principais. Agora, a Vamoz! está atrás de apoio para viajar e fazer, quem sabe, uma mini turnê pelos Estados Unidos. Tomara que consigam! =)

22 Comments

  1. joão do ibura
    Posted 10 de dezembro de 2007 at 20h52 | Permalink

    Se Vamoz! conseguiu, então está na hora do River Raid levar a serio seu “retorno”, com contatos e contratos, pois tem mais qualidade.

  2. Saulo
    Posted 10 de dezembro de 2007 at 22h22 | Permalink

    Que foda!!

  3. Carlos_EdT
    Posted 11 de dezembro de 2007 at 0h50 | Permalink

    Que foda! [2]

    Por todas essas bandas.
    o/

  4. Posted 11 de dezembro de 2007 at 9h08 | Permalink

    Que fooooda! [3]

  5. Posted 11 de dezembro de 2007 at 10h37 | Permalink

    Faltou o link pro telerama: http://www.teleramania.com.br

    yeah!

    :D

  6. Rodrigo Bastos
    Posted 11 de dezembro de 2007 at 14h37 | Permalink

    Seria mais facil a banda ir por meritos proprios, n bancada por um apoio, se o festival tivesse interese mesmo q a banda fosse eles pagariam as passagens e um cache. Não é um festival em um lugar pobre q n tem dinheiro. viajar com dinheiro dos outros é muito bom e facil.

  7. Posted 11 de dezembro de 2007 at 16h05 | Permalink

    Rodrigo, não é bem assim. Festival funciona do mesmo jeito em qualquer lugar do mundo. Banda nova que quer se dá bem precisa trabalhar e ralar muito.

    O SXSW é um festival gigante, ocupa a cidade inteira. Para você ter uma idéia, são uma média de 1400 artistas por edição (isso ai, mil e quatrocentos!), não só de música, mas também de cinema e outras artes que ele engloba (confere o site, tem o link ai no texto). Imagina pagar a ida de cada um desses, que prejuizo.

    A diferença era que antigamente as grandes gravadoras bancavam a ida de seus artistas para eventos que consideravam interessante. Agora essa muleta não existe mais.

    E conseguir apoio também é mérito próprio da banda, não acho que desmerece o trabalho deles.

  8. Posted 11 de dezembro de 2007 at 16h50 | Permalink

    Com certeza, a Vamoz! vai conseguir tocar lá! Eu confio no taco do pessoal e de quem os apóia.

    Temos que levar o rock satânico pernambucano até a terrinha de Bush!

    Muito RrrRrrRRrock!

  9. Salatiel Normandes
    Posted 11 de dezembro de 2007 at 20h34 | Permalink

    Bruno Nogueira sempre defendendo seus amiguinhos e favorecidos. Te ageita menino,toma vergonha!
    Pare de inventar bandas de sucesso Bruno.A Vamoz é mais uma tentativa entre tantas que esses caras fizeram e ca entre nos eita bandinha meda!

  10. Posted 11 de dezembro de 2007 at 20h56 | Permalink

    Eu só repasso informação que recebo. Você podia largar o papo de mal comido, dizer qual é sua banda, e passar a mandar notícias dela também. Meu email está por todo canto do site.

    Não existe invenção de banda aqui. A Vamoz (e nem a sua banda, caso fale dela um dia) vai ganhar nem R$ 1 a mais de alguém porque foi ou deixou de ser citada aqui.

    Se vc não tem resultado para mostrar, melhor aproveitar o tempo com algo mais produtivo. Não ter argumento para falar da banda e vir falar de mim é Vergonha Alheia gratuita.

  11. Posted 11 de dezembro de 2007 at 20h57 | Permalink

    Em tempo: é “ajeita”. Toma vergonha, já que faz tanta questão, e aprende português antes de falar merda.

  12. joão do ibura
    Posted 11 de dezembro de 2007 at 21h15 | Permalink

    Vai com calma no trato com os adolecentes Bruno Nogueira

  13. Rodrigo Bastos
    Posted 12 de dezembro de 2007 at 14h26 | Permalink

    A questao é que o dinheiro publico não tem que tapar o buraco que as gravadoras deixaram,consiga apoio de uma entidade privada,que reconheça a banda e a apoie, mais dinheiro publico eh foda , ate pq o dinhero eh nosso. E não veremos o show.

  14. Posted 12 de dezembro de 2007 at 14h29 | Permalink

    HAuHAhuHUAhuUHAuhHau… “Ageita” é ótimo!

    Esse cara deve tocar em banda de brega!

  15. Betto Skin
    Posted 12 de dezembro de 2007 at 16h43 | Permalink

    Boa sorte pros caras…a banda é boa e pronto!!!!
    Gosto é feito dente furado: cada um tem o seu!!!
    Fuck the rest!!!!
    Rooooooooooooooooooooooooooooooooooooock!!!!!!!

  16. Posted 12 de dezembro de 2007 at 16h48 | Permalink

    Rodrigo, não sei se a banda tá atrás de apoio público. Ai teria que ser perguntado a eles mesmo. Até onde soube, eles estão atrás é de apoio privado mesmo.

    Eu ainda acho que seria valido o Brasil ter um escritório de exportação de música, como existe em vários paises da Europa e permite a realização de eventos como o Coquetel Molotov e Recife Jazz por uma valor muito mais próximo da realidade.

  17. Frank
    Posted 12 de dezembro de 2007 at 17h22 | Permalink

    O lance da Vamos! ir para a gringa foi, como citado, um esquema apenas de boa articulação, por que o som dos caras não é lá grande coisa. É apenas uma banda boa.
    Se bem, que hoje em dia, o que pesa é o contato. O som não é o grande requisito para o um artista conseguir se promover.

    Mas é o seguinte, a grana pública é pra isso mesmo: ser investida em quer produzir e divulgar seu trabalho. Faz parte do orçamento da união, do estado e do município. Se os caras não pegarem, vem outra bosta e pega. Tomara que eles consigam nessa porra!

    e foda-se se escrevi alguma coisa errada!

  18. dr silvana
    Posted 13 de dezembro de 2007 at 13h25 | Permalink

    vamoz nos EUA vai ser uma bandinha de garagem, tocando nos fundos de algum palco !

    cara os caras já fazem um som comum e quando disserem que são brasileiros, puts não vai ficar ninguem…por puro prconceito(a não ser que tenha algum brasileiro ilegal por lá)…e ademais o som que a vamos faz lá, vai ser como mais uma bandinha de frevo aqui nas ladeiras de olinda…

  19. azul
    Posted 13 de dezembro de 2007 at 16h37 | Permalink

    po espero que role esse evento pros caras pois poucas bandas tema sorte de entrar na cena americana.
    vamoz la!

  20. joão pena
    Posted 14 de dezembro de 2007 at 10h27 | Permalink

    meu povo, deixa de frescura, choramingar não resolve nada, faz o teu que a vamoz tá fazendo a dela, e bem feito…

  21. Marcos
    Posted 17 de dezembro de 2007 at 6h41 | Permalink

    Eu conheco bem a galera da Vamoz e sei muito bem do esforco que eles fazem pra botar a banda pra frente. Eles merecem sim a oportunidade que estao tendo de se apresentar nos EUA. Digo mais, se as bandas de Recife trabalhassem mais, a Vamoz nao estaria indo sozinha pra lah. Falo isso pq tb sou de Recife e conheco muito bem a cena(?) musical daih. Toquei por anos em uma banda que apesar de ter um disco lancado ainda tenta se mexer por conta propria, mas como todo mundo aqui sabe, eh muito dificil sair do canto por milhares de fatores. Banda eh trabalho duro, galera. Nao eh soh juntar os amigos num bar sabado a noite no Recife Antigo e tomar cachaca ateh o sol raiar nao. Trabalho duro eh pra ser recompensado mesmo.

    Cada um que faca o seu bem direitinho. A Vamoz tah fazendo o dela.

  22. Larissa Barbosa Souza
    Posted 16 de fevereiro de 2008 at 11h19 | Permalink

    olá.eu gostei do saite mas acho que vocês deveriam colocar mais coisas sobre o povo do Texas pois nós deveriamos saber sobre eles

    Tchau e beijos

    obs: adorei o saite e como vocês querem saber sobre o que as pessoas pesam