Anjo Gabriel abre as Quintas Analógicas

Dia 21 de maio começa o projeto Quintas Analógicas no bar Black Jack em Olinda.

Anjo Gabriel (divulgação)

Quintas Analógicas

Dia 21 de maio começa o projeto “Quintas Analógicas”, uma festa semanal que acontecerá todas as quintas no bar “Black Jack” a partir das 22:00 horas. A idéia é criar um ambiente onde circularão bandas que possuam trabalho autoral criando dessa forma mais um canal de divulgação de seus trabalhos e uma forma de criar um público cativo de seus trabalhos.
Pernambuco é conhecido por ser um celeiro de criação cultural, porém as bandas hoje encontram uma certa dificuldade de mostrar trabalho próprio, pois poucos produtores investem realmente em noites com atrações que produzam um trabalho autoral. A festa vem para criar um espaço onde bandas, independente de seus estilos, possam mostrar suas musicas, e o público possa ter acesso a novas linguagens, sem preconceitos ou modismos.

A idéia é criar uma festa que atraia público por si só, onde as pessoas vão para o local para ver novidades e sabendo que independente de que banda ou estilo irá tocar a diversão será garantida. O nome “Quintas Analógicas” vem a fim de buscar um pouco mais do clima das décadas de 60 e 70 onde a cena musical fervilhava com experimentalismos, novas sonoridades sendo descobertas, músicos de altíssima qualidade em palco e o público em busca de novidades. Mas a idéia não fica só no nome, a decoração do ambiente e da praça de São Pedro ( que por extensão se torna meio que um lounge da festa) será feita por vinis, fotos e equipamentos vintages.
Além das bandas a noite conta com os Djs residentes “Xiitas do Funk” e Dj João da Lua” mandando nas Pick ups clássicos da musica para dançar.

Mas o projeto não para por ai, visando ter mais alcance a festa irá ter um espaço virtual através de um blog, onde serão postados fotos, vídeos, musicas e qualquer tipo de material de divulgação que as bandas ou a organização tiver em mãos, e através dessa ferramenta, teremos também algum feedback pois o publico poderá opinar e dialogar com as bandas e com a organização, dinamizando o evento e procurando evoluir sempre que possível.

O Black Jack fica na praça de São Pedro em Olinda (Próximo a Creperia) e nessa primeira quinta a estréia fica por conta da banda Anjo Gabriel a partir das 22:00, o ingresso custa R$7,00.

Abaixo segue a programação completa e release das bandas
Rypolandya Produções: ripohlandya@gmail.com
(81) 8885.0632 André (81) 9985.3235

Programação
21/05  –  Anjo Gabriel – “Anjo Gabriel é Psicodélica. com ecos da cena udigrudi dos anos 60 e 70 e transbordando Ave Sangria nas referências musicais… A definição do jornalista Bruno Nogueira é o que mais se aproxima de uma explicação para o som da banda Anjo Gabriel. Para complementar a equação adicione o Kraut Rock alemão produzido nos anos 70 e todo ácido que é possível diluir em sons incrivelmente caóticos, que se entrecruzam e soam como aglomerados de galáxias agonizantes perdidas em corredores de tempo e espaço. Tempo e espaço inclusive são elementos extremamente fluidos, proporcionando uma intensa viagem de surrealidade rock..n..roll. A banda Anjo Gabriel foi formada em 2004 e atualmente se prepara para gravar seu primeiro disco que vai ser lançado em CD e LP pelo proprio selo Ripohlandya Records.
Link: www.myspace.com/bandaanjogabriel

28/05 –  Circo Vivant – Nascida em 2004 com a proposta de produzir um som que estivesse ligado basicamente ao rock e à música popular brasileira passeando por várias outras influências, construindo, assim, sua identidade musical. Original de Olinda-PE, a Circo se inspira nas décadas de 60 e 70 montando um repertório dançante do início ao fim onde cada música possui uma personalidade própria. Ska, funk, rock e principalmente muito groove são alguns gêneros que podem ser identificados no som do grupo.
Em Breve, sairá o primeiro Ep da banda, “Bipolar”. Estamos ansiosos para lançá-lo e fazer todo mundo cair no balanço.
Link: www.myspace.com/circovivant


04/06 – AMP
Rock and roll amplificado Duas guitarras, um baixo, uma bateria. Rock bem cantado, bem tocado, bem pesado. Tudo no volume máximo. Ainda assim, a AMP, banda pernambucana com apenas dois anos de existência, formada por Capivara e Djalma (guitarras e vocais), Dudu (baixo) e Crika (bateria), poderia passar despercebida e ser até taxada de comum. Mas existem alguns detalhes que, nesse caso, fazem toda a diferença. Metade da AMP – Djalma e Dudu – integrou o Astronautas, grupo tão competente e reconhecido no cenário independente brasileiro que qualquer comentário soaria dispensável. Adicione também a informação de que está por vir o primeiro álbum da banda, captado no estúdio da Cogumelo Produções e mixado na Toca do Bandido, estúdio fundado pelo saudoso Tom Capone. Não podemos nos esquecer de acrescentar o fato de que o disco recebeu os cuidados do renomado produtor Iuri Freiberger. Ele acumula no currículo bandas como MQN, Mechanics, Frank Jorge e Walverdes. Acredite, isso não é pouca coisa. No disco, a mistura de influências que vão do rockabilly ao punk, passando pelo stoner rock e hard rock ganha uma qualidade indescritível, que serve como um selo de garantia.
Link:
www.myspace.com/amprockrecife

11/06 – Pé Preto
– Em meados de 2004, veio a idéia: formar uma banda de Groove. Pé Preto, forte e conceitual, expressão da musicalidade dos negros da América do Norte, somada à origem brasileira do grupo. A banda faz músicas com o intuito de fazer groove com qualidade. O repertório constitui-se basicamente em funky, além de outros ritmos, fazendo versões (não covers, versões) de músicas e composições próprias.  Atualmente, estamos trabalhando nas musicas do novo disco, intitulado: Energia Irracional.
Link: www.myspace.com/peptreto

18/06 – Jurema D.U.B – Um grupo de amigos com um propósito musical de inovar a cena Pernambucana, com as perspectiva de gerar um som único pelas raízes do Reggae Dub e Psicodélias cotidianas, misturando o tecnológico com a cultura AFRO, buscando uma religiosidade única e simples no universo do som … REGGAE DUB REGIONAL CONTEPORÂNEO
Link: www.myspace.com/juremadub


25/06 – EL MOCAMBO. Em meados de 2003, Recife fervia em jam sessions, e nestas, o guitarrista e vocalista Rodrigo “Morcego” peregrinava revigorando o desejo de um antigo projeto: reunir-se a dois blueseiros e formar um power trio (baixo, guitarra e bateria) de blues/rock. Após algumas jam sessions surgiu a EL MOCAMBO, homenageando um grande momento da história do blues, ao mesmo tempo que promove liberdade aos que procuram música intensa e de qualidade.
Com um som onde o improviso fala bem alto, as apresentações têm uma energia ímpar, destacando-se a interação forte da música quente e os ouvidos atentos aos sentimentos expostos sem pudor.Com um trabalho autoral totalmente independente que acaba de sair do forno e já está à venda, a EL MOCAMBO demonstra a alquimia de sentimentos peculiares ao blues numa configuração específica aos costumes e devaneios da cidades de recife.
Link: www.myspace.com/bandaelmocamb

Cartaz Quintas Analógicas

Posted quarta-feira, maio 20th, 2009 under Notícias.

11 comments

  1. gostaria de saber se esse evento vai abrir oportunidades para outras bandas autorais além das que foram citadas até agora!!

    abraço!!!!!!

  2. oi carlos,

    Essa é a programação para até o fim de junho, em julho lançaremos outra programação com outras bandas. se tiver interesse é só mandar material para ripohlandya@gmail.com

  3. Gostei muito da Anjo Gabriel !
    Pé -Preto , os velhos camaradas de Candeias ! Sonzeira!!!!!!!!

  4. massa é foto da anjo!!! firmeza… parabéns pela iniciativa! o foda é q tem muita gente q não tem condições de sair na quinta por de trampo ou aula. mas fazer oque? vamos nessa!

  5. Luiz Manghi says:

    do caralho! bandas autorais precisam de espaços como esse mesmo!

  6. Player da Cena says:

    Muito boa a iniciativa da galera !! só uma dica, seria bom botar esse festival nas 6a feiras, pois dia de 5a feira é ruim pro pessoal ir, no outro dia tem trabalho e outras coisas chatas! valeu galera!!!

  7. otima iniciativa do leo. banda nao falta pra tocar. acho q o blackjack combina mto bem com a proposta. o negocio vai ser bom.

  8. Do caralho acho q era isso q estava faltando algo incentivador paras as bandas de pe ainda mais em olinda é o pico acho q vai ser como nos tempos da soparia bons tempos

  9. oi,
    só uma correção, as quintas analogicas, está sendo produzinda pela Ripohlandya Produções, que alem de produzir a festa também é a banda anjo gabriel, Léo é o dono do bar

  10. contrariando as estatísticas, o movimento nunca esteve parado!
    vida longa a Ripohlandya!

  11. É de espaços como esse que as bandas autorais de recife e olinda precisam para mostrar seu trabalho de forma sincera. Parabéns Anjo Gabriel, o show foi foda ! (como sempre) , parabéns Ripohlandya pela iniciativa,idealização e esforço (eu sei quanto….) no projeto, e agora é dar continuidade para seu crescimento. Tem tudo pra dar certo. Quinta-feira estou por lá novamente.
    Grande Abraço