Noites Abrafin no Porto Musical 2009

Shows com  Calistoga (RN), Nublado (PB), Plastique Noir (CE), Dimitri Pellz (MS), Reject (RN), Vamoz, Amp, Nuda…
Vamoz (divulgação)

Além da programação de conferencistas (representantes do SXSW, LastFM, Sire Records, só para listar alguns) e dos showcases que saiu recentemente no site oficial (Curumin, Mad Professor, Burro Morto, entre outros), o Porto Musical vai hospedar uma das reuniões anuais da Associação Brasileira dos Festivais Independentes (Abrafin). Aproveitando a passagem de produtores de eventos em todo o país, acontece na cidade mais uma vez a “Noites Abrafin”, este ano em parceria com a turma do Fora do Eixo.

Quem produz as três noites, que terão basicamente bandas do Nordeste – a exceção é a Dimitri Pellz do Mato Grosso – é a turma do Lumo Coletivo. Eles descolaram o palco no primeiro andar do bar Burburinho, perto de onde tudo que acontece no festival.

Programação NOITES ABRAFIN / FORA DO EIXO

Dia 18 (Quinta)
23:30 Amps & Lina (PE)
00:10 Calistoga (RN)
00:50 Irmãos da Bailarina (BA)
01:30 Sweet Fanny Adams (PE)

Dia 19 (Sexta)
23:30 Nuda (PE)
00:10 Nublado (PB)
00:50 Reject (RN)
01:30 Vamoz (PE)

Dia 20 (Sábado)
23:30 Candeias Rock City (PE)
00:10 Plastique Noir (CE)
00:50 Dimitri Pellz (MS)
01:30 Amp (PE)

Serviço:
Noites Abrafin / Fora do Eixo

de 18 a 20 de junho
No primeiro andar do Burburinho
Preços: Não divulgados

63 comments

  1. sempre o mesmo blablabla… reclamações, gente que gosta e gente que não gosta.
    enfim, não pude ir todos os dias do evente e nem prestar atenção em todas as bandas, tiveram as que eu gostei e as que não curti também. mas no fim das contas, o evento foi bem organizado e pontual (nos dias em que fui), sem confusão na compra de cerveja ou fila pro banheiro, o lugar era massa, só tava um calor do caralho, mas daí, já é luxo demais.
    apesar de eu gostar de reclamar bastante, agora não tenho muito o que dizer e o que mais tiver, sobre opiniões pessoais e diferenças de idéias, deixo pra conversar em outra hora.
    no mais, estão todos de parabéns pelo evento.

  2. se essa banda Intrusos fosse boa, já tinha deixado de reclamar da panelinha do mundo e teria no mínimo mostrado serviço com um CD bom. ou pelo menos fazer show por aí. ou acham que o mundo é feito só pra reclamar sem nada mais pra fazer. e se acham bons o suficiente para fazer shows (se é que fazem) mal divulgados e com ninguém assistindo. mas não é uma crítica exclusiva pra eles e sim toda essa galera que se diz injustiçada e que não se ligou que produtores do brasil inteiro estavam semana passada no porto musical e nas noites da abrafin e que você poderia, sem frescura alguma, conversar com os caras, entregar material e trocar ideias. mas fizeram isso?

  3. Algumas frases pinçadas da palestra de BENJAMIM TAUBKIN, músico instrumental, no Porto Musical, esta semana em Recife: uma aula de música, moral e cidadania a quem acredita no sistema Pernambucano de Música e dele se elocubra.
    O pensamento de Benjamim vai totalmente contra o pensamento reinante da galera que COMANDA a nossa Cultura.
    (Roge, Zero 4, Renato L, Siba, Isaar, Silvério não devem ler esse texto sob o risco de ficarem zangados com o palestrante!)

    – (…Se eu tiver que, para produzir minha música e lançar meu trabalho, precisar de recursos de qualquer empresa que for, significa que estou com problema na minha vida…)
    – (…Faço uma música não comercial, não de massa, mas é possível viver dela, desde que eu tenha clareza dos processos. E, honestamente, ficar eternamente em editais pedindo favor para alguem te patrocionar, te enfraquece como artista…)
    – (Se eu nào puder ter uma visão crítica do governo, por que dependo do edital dele, a criação vai ficar mais fraca…)

    Queria muito presenciar a turma chapa branca debatendo com esse cara. Ele foi certeiro e muito oportuno. Se voce vende sua alma, com qual fará sua música?

  4. essa galerinha de bandas do Lumo Coletiva fala demais e se explica muito, mas música e público interessado ainda ninguem viu e provavelmente nunca verá.
    Muita teoria e pouca prática!

  5. A galera reclama demais com tudo e pra tudo. Vem aqui no site apenas pra reclamar, falar de panelinha, falar de coletivos, apenas falar. André Intruso, na moral meu bom, já não estas velho demais pra ser um punk revolucionário não? Pare de acessar o Recife Rock pra reclamar, aparecer, bote pra frente sua banda!! Crie projetos, se informe!!! O Google existe!!!
    Eu sei que não é fácil, mas o tempo que tu gasta aqui reclamando, poderia estar divulgando sua banda no Myspace, Orkut, Twitter, Facebook, Youtube, Vimeo, ou até mesmo criando novos vídeos, musicas, correndo atrás de lugares pra tocar no resto do Brasil, já que acredita que em Recife não dá certo, se o caso for a grana da passagem pra ir pra qualquer lugar, pede uma “carta convite” do Festival/Evento que for tocar e tenta conseguir passagem pelo MinC ou FUNDARPE. Tenta ir pros eventos não só pra encher a cara!!! E sim fazer contatos, conversar com as pessoas, conhecer as bandas e músicos, ao invés de passar o dia sendo punk e metendo pau em tudo. Porra véi!! Tua banda tem bons músicos, bota essa parada aí pra frente cara!!! Passar o dia inteiro reclamando de tudo, não adianta nada nem pra você e nem pra ninguém, só faz perder o seu tempo, criar inimigos, ficar remoso e continuar na lama. Pra fechar, não quero ofender ninguém, a questão é que algum dia tem que se ligar!!! Reclamar não adianta, por que ninguém vai dar atenção nunca. Fim de Papo.
    Só perdi meu tempo com isso agora, pra galera se ligar aí, que reclamar só não adianta e muito menos aqui neste site.

  6. Ando Meio Desinfornmado

    Nada de papo de punk revolucionario….Nada de rumo ao estrelado….Os Intrusos hoje são mera diversão, reuniao de amigos, nao há mais projeto como banda.
    Isso me faz poder dar a minha opiniao, critica ou nao, sobre a pobreza musical que nos assombra e assola.. O que tambem me deixa perplexo é voce, Ando Meio,, que faz um comentario anonimo com medo de nao se sabe o que.[
    Continuo com a minha mesma impressao,tenho certeza que em Recife existem mais do que 20 bandas repetidamente alternadas e continuo achando que nos, os Intrusos, somos rock sem blablabla, sem chapas e com pitadas cada vez mais insanas de yeyeye.

    Breve o novo projeto: Andre Intruso & Os Bezerros da Silvia !

    No mais, Ando Meio, seu texto é puramente defendendo a sua ” galera” e voce proprio, la no intimo , sabe que é sempre ” mais do mesmo”, nao era isso que voce queria ouvir????

  7. Quase que eu queria ouvir isso. Pelo menos a real!! Se sua banda é apenas uma mera diversão, se você não quer ir rumo ao estrelato, ou o que seja!! Não entendo por que continua perdendo seu tempo aqui no site do Recife Rock, pra meter o pau em 20 bandas que você por algum acaso não gosta. Sim, Recife é bem mais do que 20 bandas. Então por que você não faz um Festival ou Evento com as bandas que acha que poderiam tocar?? Como eu falei, não tô querendo ofender, nem criar caso. E também não sou de galera nenhuma, pra querer defender. Apenas ao que seja justo. Quanto ao caso de continuar no anonimato, isso são outros quinhentos… Não quero tomar partido de nada que realmente não seja válido pra mim. Nem ficar preso a provincianismo algum. Se acha ruim, então faça melhor ao invés de só reclamar. E quanto “à cena musical da cidade”, Recife continua bem servida, melhor do que em muito lugar por aí, é só pesquisar direitinho que encontra. Sendo que infelizmente, nem todos podem tocar em qualquer evento, por qualquer custo.
    Pra finalizar, como disse o filósofo Ivo: “Tc boy”[2].

  8. Caro Desligado

    Durante algum tempo, por alguns anos, existiu um bar em Candeias que se chammava
    O Canto, mas que os frequentadores chamam Manicomio, por motivos óbvios.
    Esse bar so tocava rock, mpb, reggae ou seja, so tocava musicas boas.
    Nesse bar se apresentaram músicos que hoje despontam no cenario de Recife com muita qualidade, provendo viva a teoria dos 20.
    O pessoal do Pé _Preto esteve por la, com distintas bandas, o Glauco , que hoje comanda o Trem das Cores era figura cativa. A Jaje, banda rockandroll de Candeias, onde o batera atualmente toca com Jhonny Hooker , tambem rolou seu som por ali…
    A Comuna ( que era Comuna Experimental) tambem se apresentou nesse reduto. Claro que os Intrusos tocaram, pois eu era o dono do bar e eu mesmo jamais me boicotaria,,,,!!!
    ALexandre Seixas fez 3 apresentações memoraveis brindando o sem igual Raulzito.
    Lu Raul e a Turma de Sexta foi outro nome que animou alguns coincidentemente com esse texto, festas juninas ao som de Cordel, Geraldo Azevedo, Siba, o proprio Raul Seixas e outros grandes aritistas nacionais.
    Assim, acho que fiz algo em que acreditasse e me vejo com um modesto direito de dizer o que eu penso, ou nao..
    Esqueci outros artistas que tocaram no Canto, mas ja se vao alguns anos e a memoria esta mudada.
    Breve novidades! Sem mascara!

  9. Eu que não sou de Recife achei muito bom. Já esperava bandas boas, mas esperava uma por noite, e no fim vi muito mais banda ótima do que regular. Digo, aliás, que 3 de cada 4 por noite, podiam ir tocar fora e em muito festival por aí, como algumas já fazem. Parabéns Lumo coletivo, o festival foi a cereja do bolo do Porto Musical.

  10. Esse cara é comediante, só pode ser!
    Agora quer posar de formentador cultural e historiador.
    Que minininho mimado mamãe!

  11. Contra fatos nao ha argumentos….Nao fomento nada…Qualquer duvida pergunta os caras das bandas…Post anonimo e coisa de mané!

    E va aprender a escrever..nao e formentador…é fomentador…Morrendo de rir da sua burrice!

  12. quanta lorota enganado os trouxas eu me envergonho e choro no meu quarto pensando no tempo que jogamos fora mentindo tanto para nosso companheiros de profissão!

  13. Hein? Esses ultimos comentários aí tão doidos demais. Fumaram cogumelo com loló, foi?