Cobertura: Massacre no Dia das Bruxas

O metal, de faro, é impressionante. Quando você acha que ele está morto e enterrado, sem abrigo, evento, produção, pai, mãe (ou seja, sem nada), eis que o gênero ressurge com força, no circuito independente, mostrando bandas de qualidade indiscutível e, mais bacana de tudo, atraindo público.

Foi assim sábado no primeiro andar do Burburinho, no “Massacre do Dia das Bruxas”. Sinal de que basta correr atrás das coisas e produzir direito que o resultado é positivo. E o mais animador de tudo: as cinco bandas que se apresentaram são muito boas. Todas mostraram personalidade, sonoridade bem definida, presença de palco. Agora, o que mais me impressionou foi a quantidade de excelentes vocalistas que estão surgindo por aí. Cada um melhor do que outro. Algo que era raro em outros tempos, se depender de vocal, o metal pernambucano está muito bem representado, obrigado.

Vamos lá. A noite começou de forma tímida, com pouca gente presente no Burburinho. Uma pena, pois apenas poucos privilegiados puderam conferir a ótima Corre Fela da Puta (melhor nome de banda que já vi na vida). Único representante do hardcore em noite essencialmente metaleira, o CFDP faz um som tremendamente brutal, violento, denso e rápido. O vocalista Dartelly é dono de uma voz enfezada, que dialoga extremamente bem com a cozinha de baixo, bateria e guitarra. O segredo deles é serem simples. Sua música é direta, crua, com letras de cunho social cantadas em português. Boa banda que ainda vai dar muito o que falar.

Depois foi a vez do Nobb, do Ibura, que já tem dez anos de carreira. E tal experiência ficou nítida no show deles. Seguros, fazem um death core extremamente pesado, bem executado, cheio. Som perfeito para bater cabeça forte e lentamente. A essa altura do campeonato, o Burburinho já contava com um público bem maior. E o Nobb soube se aproveitar disso. Baros, o vocalista, é de uma competência absurda. Não sei como agüenta levar um show inteiro naquele ritmo, pois não poupa o gogó um só segundo. Flávio, o baterista, alia força e técnica num resultado de encher os olhos. E a dupla Couto (baixo) e Blico (guitarra) executam ótimos riffs enfezados e cadenciados. É o tipo de banda que deveria estar mais em evidência.

Se o Nobb já tem uma década de estrada, foi a vez do Desalma fazer o primeiro show da carreira. E ele teve alguns problemas, mas todos de ordem técnica. Durante toda a primeira música, o microfone do vocalista Felipe Vaz ficou sem som. E, para azar deles, pegaram o pior som da noite. Mas isso não impediu que a banda fizesse um bom show. Seu som é interessante porque ao mesmo tempo que mostra uma certa crueza, possui também técnica elabora e bom trabalho de guitarra de Mathias Canuto. Outra coisa curiosa é que o baixista Igor Capozzoli e o baterista Renato Corrêa também dão uma força nos vocais, e fica bem legal ouvir três vozes guturais cantando juntas. O som que fazem transita entre o o death e o trhash, e nunca fica claro em que terreno estão pisando, sinal de que encontraram uma linguagem própria. É só dar tempo ao tempo e sorte de pegar um som perfeito para o Desalma deslanchar na cena metaleira local.

Outra banda que já tem certo tempo de estrada é a Lethal Vírus,que está na ativa desde 1999. De todas as bandas da noite, foi a que mais me “intrigou” (no bom sentido). Possuem um guitarrista virtuoso, Hugo Medeiros, que mescla habilidade em solos que por vezes remetem (muito discretamente) ao rock progressivo e até jazz – se você prestar bastante atenção, vai perceber um pouco da influência – com peso infernal em outros momentos. Em cada música da banda dá para perceber vários dos subgêneros do metal. E tal caminho é complicado, pois corre-se o risco de perder o eixo, a identidade, de dar a impressão de atirar para todos os lados. Mas não é o que acontece. Ao contrário, conseguem ser coesos mesmo trafegando em tantas vertentes diferentes. E o final foi apoteótico, numa jam em homenagem ao Pantera que contou com a participação de vários integrantes das outras bandas da noite.

Coube ao Hydron fechar a noite. E, embora já pasassem das duas da matina, a maioria do público ficou para ver o show. E, na boa, nunca ouvi um vocalista como Thiago Almeida. Por vezes ele utiliza um tom de voz que é uma espécie de sussurro gritado. Algo muito diferente de tudo que já escutei no gênero. Fora isso, a proposta da banda é bem nítida: fazem trhash metal, sem maiores concessões, e são muito bons nisso. O som é mais ríspido, desprovido de malabarismos. Curto e grosso. E muito bem tocado.

Difícil dizer qual foi o melhor show da noite. E é extremamente recompensador cobrir um evento em que todas as bandas são boas. E, melhor ainda, que o público, mesmo no meio de um feriadão, dê as caras e prestigie. Se o Dokas fechou, talvez agora o primeiro andar do Burburinho seja o local que faltava para a cena de metal da cidade voltar à ativa. O resto existe: gente produzindo, ótimas bandas e público. O metal está voltando de onde nunca deveria ter saído. E com uma geração que promete muito. .

Posted segunda-feira, novembro 2nd, 2009 under Coberturas.

21 comments

  1. Hugo elogiando todas as bandas de uma noite.

    Caramba, o que o dia das bruxas não faz? pensei que nunca ia ler uma coisa como esta.

  2. primeiramente muito obrigado pela presença hugo, pq o senario do metal em pe esta precisando de divulgaçao, e é com pessoas como vc q vamos nos reerguer dinovo.
    obrigado pelos elogios.
    todas as bandas são muito boas e merecem o reconhecimento.
    obrigado a todos q foram ao show espero q tenha se divertido.
    logo logo vai sair o ep e o video clip da nobb aguardem.
    abraço a todos.

  3. Isso mesmo o metal em PE precisa de mais atenção .
    muito obrigado hugo pela cobertura do show. Muito obrigado a galera q ficou ate o final do evento falowwwwww abraço p/ todos….

  4. Parabéns pela cobertura e por todas as bandas que indiscutivelmente destruiram!

  5. André Eterno Roadie says:

    sem duvida nenhuma a qualidade das bandas é indiscutivel, nós q acompanhamos o dia a dia da galera e ja tamo junto a um tempo sempre confiamos no som do pessoal, so tem alguns produtores mais conhecidos na cena q tem q abrir o olho pois estão cometendo grande injustiça com algumas otimas bandas q temos aki.
    infelizmente shows aki são muito dificeis, e para tocar as bandas teem de acabar fazendo isso mesmo, se juntando, metendo a cara e organizando os eventos, mostrando q o q vai reerguer o nome do metal pernambucano é A FORÇA E A UNIÃO DAS BANDAS.
    vamo q vamo galera, esse reconhecimento ja é uma vitoria para todos q correram atras e fizeram o evento acontecer, elogios agora serão milhares, mas nunca esquecendo dos muito NÃO q ja levamos na cara, vamo q vamo, levanta a cabeça e vamo nessa, metal é pra quem gosta, quem carrega isso no sangue, ñ é pra quem acha legal, ou gosta de gritar ou pensa em ficar rico com isso.

    vamo q vamo galera, sabem q o roadie ta sempre aki, precisando mandem as ordens!!!

    PARABÉNS PELO EVENTO CAMBADA!!!

  6. Sem duvida os meninos mostraram o que sabe.
    Tiveram todo respeito da galera que foi e ficou realmente ate o final.
    Parabens a galera do Recife Rock que fez a cobertura do evento. Que sabe o quanto eh complicado pra galera do Metal fazer alguma coisa aqui em PE.
    Sabe que banda de “peso” tem, so falta oportunidade.

    PARABENS MAIS UMA VEZ PRAS BANDAS, QUE SEM DUVIDA FOI DE UMA ORGANIZAÇÃO, DIVULGAÇÃO EXEMPLAR.

    Que venham mas show desse tipo, eh isso que falta, ter a cara de fazer mesmo.
    \../

    Como ratinho falow:
    Metal é pra quem gosta, quem carrega isso no sangue, ñ é pra quem acha legal, ou gosta de gritar ou pensa em ficar rico com isso.

    =*

  7. Catarina Borba says:

    Não sou a maiorrrrrrrrr fã de Metal não, mas curti muitooooo o show, os 5 …
    Dartelly destrói mesmoooooooo… Que guela viu meu velho…!!!!
    A Nobb tb muito boa… Realmente enfezadosssss…
    A Desalma teve lá seus problemas mas levou o show muito bem… Bemmmm barulhento…!!!
    A Lethal foi muito boa… e o Guitarrista me consumiu um close de 3 minutos de vídeo num solo…. Não consegui sair dele…. kkkkk
    E a Hydrown…. Nem se fala… Tietagem de amigo não vale apesar de muito sinceraaaaaaaaaa… kkkk Thiago…. Sei não… Sai de si e Detona… Os meninos destróem e ponto… Adoreiiiii demaisssss!!!!

    Me fizeram fã de Metal… Quem diria!!!!!

    Abraçooooooooooo!!!

  8. mto bom msm,todas as bandas sao mto foda, e dartelly é um gatinho.abraço a todos.

  9. dartelly e lindo msm,canta mto,thiago tbm,bjo p todos.

  10. Pois é.
    Gostei muito da matéria de cobertura, sempre bom que um veículo de imprensa como o recife rock cubra eventos como esse.

    Isso aí galera só não vamo deixar morgar!

  11. ae queria logo de cara agradecer ao reciferock e a hugo pela cobertura !
    com pequenos apoios como estes o metal pernambucano so tende a crescer !!

    realmente foi fuderoso pro Desalma estrear num evento foda como esse, com bandas as quais admiramos, numa estrutura de palco descente e pra um publico do caralho q chegou junto, e se as coisas continuarem assim o metal pernambucano so tem a crescer !!

  12. Só não vi o show da Hydrown, infelizmente. Pelo menos fica a pressão pra comparecer ao próximo show da banda.

    CFdP me fez rir demais. É uma tijolada no nariz atrás da outra. Merecem um público grande, pra fazer um estrago como o que Ataque Suicida fez anos atrás no Abril Pro Rock.

    Nobb é muito boa, mas acho que o vocal não explora direito a voz que tem, no sentido de articular melhor o vocal com a música de maneira mais criativa e harmoniosa.

    Desalma… porra, que orgulho! Tô feliz pra caralho com o show que vocês fizeram. Parabéns!

    Lethal Virus me agradou bastante. Fazem um estilo mais próximo das coisas que tenho escutado recentemente. Só acho que em alguns momentosos solos de guitarra se distanciam um pouco da música, ficam meio fora de lugar. Uma pena, pois o guitarrista me parece ser excelente. Sei que é uma crítica chata, mas é para o bem da banda, que tem tudo para destruir ainda mais com o ótimo novo vocalista.

    É isso. De resto, concordo com Hugo que os vocais merecem destaque pela ótima qualidade de todos (o mago de CFdP é o capeta!). Eu quero outra noite como essa, pra já!

  13. obrigado pela critica lucas.
    tentarei melhorar.
    e obrigado por ter comparecido.
    abraço.

  14. MUITO OBRIGADO A TODOS QUE COMPARECERAM AO SHOW E QUE VENHA MAIS MASSACRE..

  15. Eh isso ai meu garoto da guela afiada.
    Dartely Lins…
    botando pra fuder em?
    =)

    =*

    O show foi muito dukralho!

    Todas as bandas estao de parabens!

    Precisamos de mais show como esse.
    Isso foi so uma porta que se foi aberta, muitas outras virão!
    Estamos ai juntos e torcendo por vcs.
    PARABENS MENINOS!

    Hydrown
    CFP
    Desalma
    Nobb
    Lethal Virus

    \../

  16. Um muito obrigado Hugo, primeiramente, por ter aceitado convite de comparecer e por ter feito a cobertura do show.

    Sem palavras pra dizer o quanto foi bom o som de todas as bandas..CFP, NOBB, DESALMA, LETHAL VIRUS E HYDROWM..vcs foram muito fodas!!

    COmo todos já disseram, precisamos de mais eventos como esse..e é por isso que eu, Matias, Well , Sombra e tantos outros estmoa aqui pra não deixar a “peteca Cair”..vamo que vamo que o som do metal não pode parar !!!!

    Agradeço a todos que compareceram e curtiram, aos elogios e as criticas…estamos aqui pra isso..

    Tatiana Naára
    Fã e Produtora de Bandas e Eventos..

  17. Dartelly eThiago vocês são demais, o show foi do caralho vei. O vocal de vocês detonaram mais o que me chamou atenção foi aquele Roadie fofinho amigo de vocês.
    beijos e até o próximo show….

  18. Um showzaço desse no final do ano é tudo de bom.
    Parabéns a todas as bandas, foi foda o show . CFP, NOBB, DESALMA, LETHAL VIRUS e a HYDROWN.
    e a Hydrown só tem Gatinhos….
    beijos lindos.

  19. Dale “gatinhos” da HYDROWN…
    ahauhauahauhauahuahauhauahauh
    E o fela da puta ai tah ahazando corações em?!
    hauahauhauhauahuahauha

    falow!

    Nyk’

  20. É pau!!! Do caralho a resenha, Hugo!!

  21. muito obrigado a todos que compareceram a o sabado 31 de outubro(dia das bruxas).
    exclarecendo a questão da organização do evento ,quem batalhou a todo momento para que desse tudo certo como foi acontecido foram nós das bandas obs:há algumas pessoas que se destacaram mas.
    nesse caso mesmo assim foram as bandas que organizaram e naum outras pessoas ,
    só as bandas e não patrocinadores nem pessoas de fora como foi falado em outros comentarios
    e agradecendo mais uma vez a todos que ficaram até o fim.