Quatro pernambucanos entre os selecionados da FMB 2010

FMB 2010: Pela quantidade de cerveja... deu trabalho!

FMB 2010: Pela quantidade de cerveja... deu trabalho!

Acabou de sair a lista de artistas selecionados para a FMB 2010 (Feira Música Brasil – 8 a 12 de dezembro em Belo Horizonte/MG), entre os 39 selecionados estão 4 pernambucanos: Banda de Pífanos de Caruaru, Quarteto Olinda, Orquestra Popular do Recife e Voyeur. Na lista de “espera” (caso algum artista desista) estão: 3NaMassa, Dj440, Samba de Côco Raízes de Arcoverde e Zé Brown.

Os artistas foram selecionados por uma curadoria de 12 pessoas, incluindo Paulo André (Abril Pro Rock), talvez isso explique essa misturada de bandas que vai do hip hop de KL Jay ao eletrônico de Mim, passando pelo Frevo e MPB-cabeçoide.

Será que faltam ainda as bandas “headliners”? com foram Fresno, Strike, Pitty e Sepultura em 2009?

Achei estranho os repetecos de Lucas Santtana e Vitor Pirralho (tocaram na FMB2009). E não entendi a escolha de BNegão, que não lança material novo há 8 anos… Ficou uma salada danada. Será que “dá junta”? Que acharam das selecionadas?

Olha a lista completa e o release:
FMB – Feira Música Brasil divulga artistas selecionados pelo edital para a versão 2010

Sediada este ano em Belo Horizonte, terceira edição do evento terá cinco shows a mais do que o mínimo previsto pelo edital, além de palestras, painéis de debate, encontros de negócios e mostra audiovisual, de 8 a 12 de dezembro, com entrada franca.

A Feira Música Brasil (FMB) selecionou 39 artistas de todo o Brasil para se apresentarem no palcos de Belo Horizonte, entre os dias 8 e 12 de dezembro. Serão 20 artistas da Região Sudeste (8 de SP; 4 do RJ; e 8 de MG – estado sede da terceira edição da FMB); 14 artistas da Região Nordetse (1 de AL; 3 da BA; 1 do CE; 1 do MA; 2 de PE; 2 da PA; e 2 de SE); três artistas da Região Norte (1 do PA e 1 do RN), um da Região Sul (RS) e um da Região Centro-Oeste (DF).

Principal iniciativa do Ministério da Cultura voltada para o mercado da música, a FMB é realizada pela Funarte, em parceria com a Rede Música Brasil.

“A gente teve uma equipe muito boa na curadoria, uma diversidade de regiões, opiniões e gostos musicais que gerou um resultado muito expressivo”, afirma o diretor executivo da FMB, Carlos “KK” Mamoni Júnior. O diretor do Centro de Musica da Funarte (CEMUS), explica que “a curadoria foi resultado de um processo de gestão participativa, que temos dentro da FMB. A seleção dos editados é o pilar desse novo modelo. O corpo de jurados que fez parte dessa seleção traz um recorte diferente das outras comissões da Funarte e das outras edições da FMB. Este ano, a curadoria primou pelo equilíbrio, entre todos os gêneros, de todos os estilos de música do País”. Já o coordenador do Grupo de Trabalho (GT) de shows e edital, conclui que ?foi um trabalho muito harmonioso e muito questionador também. Mas chegamos num resultado muito legal e realmente todo o material foi ouvido pela curadoria, que aponta para uma grande mudança no perfil artístico que transitou na FMB até então. Vamos ter um grande encontro da música brasileira em Belo Horizonte, em dezembro”, declara Kuru Lima.

Além dos shows, a edição 2010 levará à capital mineira uma série de palestras, painéis de debate, oficinas de capacitação, mostra audiovisual e encontros de negócios, entre artistas, empreendedores, entidades e profissionais do mercado nacional e internacional de música.

A categoria Música Popular, que abrange nomes revelação, de destaque na cena musical ou de renome, apresentará 35 artistas no total, divididos nos palcos da Funarte MG (antiga Casa do Conde), na Praça da Estação e em bares nos arredores. A categoria de Música Erudita levará à capital mineira quatro concertos, realizados no Conservatório da UFMG. A programação está toda concentrada no hipercentro de Belo Horizonte.

Conheça os artistas escolhidos pelos 12 curadores dentre 3.011 inscritos de todas as regiões do Brasil.

ARTISTAS SELECIONADOS – MUSICA POPULAR (em ordem alfabética) | ESTADO
Antônio de Pádua | PB
Babilak Bah | MG
Banda de Pífanos de Caruaru | PE
BNegão & Seletores de Frequêcia | RJ
Cabruêra | PB
Camarones Orquestra Guitarrística | RN
Criolina | DF
Discotecagem Radiofônica Independência ou Marte | SP
DJ KL JAY | SP
Djiiva* | MG
Edu Martins Grupo | RS
Ferraro Trio | SE
Flávia Bittencourt | MA
Grupo Uakti | MG
Heloisa Fernandes Trio | SP
Idson Ricart | CE
Jards Macalé | RJ
Lucas Santtana | BA
Maestro Ademir Araújo e Orquestra Popular do Recife | PE
Meninas de Sinhá | MG
Mestres da Guitarrada | PA
Mim | SP
Ná Ozzetti | SP
Patrícia Polayne | SE
PatrickTor4 | BA
Quarteto Olinda | PE
Quixabeira de Lagoa da Camisa | BA
Rabo de Lagartixa | RJ
Renegado | MG
Toninho Ferragutti | SP
Tulipa Ruiz | SP
Vitor Pirralho e Unidade | AL
Voyeur | PE
Warley Henrique | MG
Witch Hammer | MG

ARTISTAS SELECIONADOS – MUSICA ERUDITA
(em ordem alfabética) | ESTADO
GIMBa – Grupo de Intérpretes Musicais da Bahia | BA
Quaternaglia | RJ
Quinteto Brasilia | DF
Quinteto Persh | RS

A curadoria selecionou também 27 artistas suplentes, no caso da impossibilidade de que algum dos artistas selecionados esteja presente na FMB 2010.

Por decisão da curadoria, os suplentes serão convocados de acordo com a conveniência técnica e a adaptação do espetáculo aos espaços disponíveis para apresentação, cabendo exclusivamente à Direção Executiva, à Coordenação de Shows e Edital da FMB 2010 e à Funarte tais escolhas, caso venham a acontecer.

ARTISTAS SUPLENTES – MUSICA POPULAR (em ordem alfabética) | ESTADO
“Timbres & Temperos” Música da Amazônia! | AP
3NaMassa | SP
Banda Isca de Polícia | SP
Bezzi | SP
Black Drawing Chalks | GO
Burro Morto | PB
Chico Pinheiro | SP
Daniel Santiago | DF
Danilo Brito | SP
DJ 440 | PE
Juliana Kehl | SP
Lucio K | RJ
Luiz Tatit | SP
Marcel Powell | RJ
O Jardim das Horas | CE
Pro.efX | PA
Rita Ribeiro | MA
Samba de Côco Raízes de Arcoverde | PE
Tatiana Parra | SP
Teresa Cristina | RJ
Thalma de Freitas | RJ
Wado | AL
Zé Brown | PE

ARTISTAS SUPLENTES – MUSICA ERUDITA (em ordem alfabética) | ESTADO
GNU | RJ
LimpaTrilho | SP
Quarteto de Clarinetas Clariventos | MG
Sexteto de 7 | PA


CURADORIA FMB 2010

Chico César (músico e gestor público, PB)
Paulo André Pires (produtor, PE)
Cacai Nunes (músico, DF)
Marcel Arêde (produtor, PA)
Daniel Zen (músico e gestor público, AC)
Bejamim Taubkin (músico, SP)
Cacá Machado (músico e professor, SP)
Tulio Mourão (músico, MG)
Pedro Kroger (músico, BA)
Vince Athaide (músico e produtor, BA)
Luis Brasil (músico, SE/BA/RJ)
Marcus Siqueira (músico e professor, MG)

SOBRE A FMB

A FMB é uma iniciativa do Ministério da Cultura, realizada pelo Centro de Música da Funarte (CEMUS) com a parceria do Conselho Rede Música Brasil, formado por 16 entidades nacionais que representam os diferentes elos da cadeia criativa e produtiva da música.

Idealizada em 2006 e realizada, pela primeira vez, em fevereiro de 2007, na cidade do Recife (PE), a FMB foi o primeiro evento realizado pelo Programa de Desenvolvimento da Economia da Cultura (Prodec), com o objetivo de impulsionar a economia da cultura no País, aprovado dentro do Plano Plurianual, do Governo Federal.

Em 2009, a FMB concretizou-se como referência dentro do calendário musical nacional, agregando toda a cadeia produtiva do setor e a diversidade criativa da música brasileira.

Realizada de 9 a 13 de dezembro, também em Recife, a FMB apresentou artistas como Kassin, André Abujamra, Mundo Livre S/A e Wilson das Neves, selecionados por meio de um edital, que dividiram os palcos com nomes renomados como Sepultura, Paralamas do Sucesso, Pitty e Arnaldo Antunes.

Nos Painéis de Debates, o palestrante Gerd Leonhard, futurista midiático, foi um dos destaques da última edição do evento, onde apresentou um panorama geral do mercado digital no mundo.

4 comments

  1. No realese da feira consta a banda 3namassa como sendo de São Paulo e informa que Arnaldo Antunes fez um dos shows principais da FMB no ano passado, quando na realidade o ex-titas participou do show da nação zumbi.
    Independente disso, acredito que ainda vão ser divulgadas as atrações principais desse evento, contudo, acredito que não será melhor do que foi Recife, pois normalmente as primeiras edições(está no plural, pois as anteriores aconteceram em Recife) são as melhores,tendo em vista que as atrações melhores ja tinham sido selecionadas anteriormente e, normalmente, não são repetidas no ano seguinte.

  2. Pedro Ivo Euzébio says:

    Só uma correção. Vitor Pirralho e Lucas Santana não tocaram na FMB2009. Tocaram no circuito “OFF Feira” feito pela Conexão Vivo. Um edital completamente diferente e desvinculado do edital da FMB2009. Portanto não há repeteco.

  3. @Pedro,

    Na minha leitura: Off Feira/Vivo = Feira… Umas bandas escolhidas pela curadoria da Feira e outras pela Vivo.

    Talvez o que reforce essa diferença foi a falta de público. Boa parte dos shows “vivo/off feira” passaram totalmente batidos no Recife. Cerebro Eletrônico tocou pra 10 pessoas no Uk, Apanhador Só pra 5 no Burburinho e Isaar no Iluminara Zumbi(?) pra menos de 10 :(