(Alguns) Cachês pagos pela Prefeitura do Recife em Dezembro 2010

Cachê-Leaks? ráaaa…

"Quando está escuro e ninguém me ou... ohh me dá um dinheiro aí ohh me dá um dinheiro aí..."

Agora que ensinei (viu o post anterior?) como acessar os empenhos da Prefeitura do Recife, posso publicar a minha listinha de cachês, que demorei umas boas horas clicando e copiando :/

A maior dificuldade é que o sistema é pra divulgar no formato que a lei exige, ou seja, nada de simplificar pros leigos entenderem as informações. Boa parte dos empenhos não diz os nomes dos artistas, outros somam cachês das bandas… deve ter alguns erros aí na minha listinha.

A primeira coisa que você vai perceber é que faltam alguns nomes que tocaram e vão tocar por aqui [ Nota: Assim que terminei a lista apareceram os empenhos de Paralamas e Beto Barbosa, ou seja, ainda falta publicar boa parte dos empenhos ]: Paralamas do Sucesso, Beto Barbosa, Eddie, A Roda…

(Alguns) Cachês pagos pela Prefeitura do Recife em Dezembro 2010

BANDAS “IMPORTADAS”

Paralamas do Sucesso (Reveillon) * 255.670,62
Martinho da Vila (Reveillon) ** 79.476,20
Ivan Lins (Abertura do Ciclo Natalino) * 51.100,00
Beto Barbosa *                                                    . 40.000,00

.
* Pra todos os artistas de fora existem 2 empenhos. Deve ser 50% antecipado e 50% depois?
** Vale destacar que esse valor é apenas de cachê, no site da prefeitura tem outra empenho de R$ 18.454,10 marcado como “passagens aéreas para o grupo de Martinho da Vila”. O custo do cachê e passagens somados dá R$97.930,30 (sem os custos de Hospedagem, Translado…).

Contei 39 pessoas assistindo o show do Baião Polinário no Pátio de São Pedro.

BANDAS DE PERNAMBUCO

Quarteto de Olinda, Maciel Salu, Orquestra Contemporânea
de Olinda e Guardaloop *
32.000,00
Naná Vasconcelos (Nascedouro de Peixinhos) 22.500,00
Banda Viruz 15.000,00
Josildo Sá 15.000,00
Baião Polinário e Cantora ?? (não dá pra ler no Empenho) 14.000,00
Dom Angelo + Clayton ?? (não dá pra ler no Empenho) 13.500,00
Academia da Berlinda 12.500,00
Lula Cortes 12.000,00
Mombojó 12.000,00
Devotos 10.000,00
Cascabulho 10.000,00
Brasafica, Favela Reggae e ??? (não dá pra ler no Empenho)        . 9.000,00
Gerlane Lopes 8.000,00
Sá Grama 8.000,00
Volver 7.000,00
Trio Pouca Chinfra 6.000,00
Bongar 6.000,00
Clayton Barros (nos Mercados da Cidade) 5.000,00
Vates e Violas (nos Mercados da Cidade) 5.000,00
Estado Civil (nos Mercados da Cidade) 5.000,00
Alex Corezzi 5.000,00
Laila Rosa 5.000,00
Samba de Coco Raízes de Arcoverde 5.000,00
Labaredas 5.000,00
Etnia 5.000,00
N´Zambi 4.500,00
Sergio Cassiano 4.500,00
Adiel Luna e Coco Camara 4.000,00
Ska Maria Pastora 4.000,00
Velho Dengoso 4.000,00
Grupo Terra 4.000,00
Banda Confluência 3.500,00
Conde e Só Brega 3.500,00
Marcello Santana 3.000,00
Velho Xaveco 3.000,00
Mamelungos 3.000,00
Malvados Azuis 3.000,00
Semente de Vulcão 3.000,00
Luiz Paixão 3.000,00
Joseph Tourton 3.000,00
Zé Brown 3.000,00
Soul Raízes 2.000,00
Rda 2.000,00
Victor Camarote 1.800,00
Mingau de Cachorro 1.500,00
Ívano 1.500,00
Chamego do Brega 1.500,00
Kbssa 1.500,00
Ataque Suicida 1.500,00
Geração Mangue 1.000,00

.
* O valor de R$32 mil se refere aos cachês somados das bandas Quarteto de Olinda, Maciel Salu, Orquestra Contemporânea
de Olinda e Guardaloop.
** Esses valores são os brutos. Ainda é preciso tirar os valores dos impostos que variam um bocado. O artista pode receber através de uma ONG/Associação e pagar 5-7% de impostos ou empresa privada 17% (é isso?) ou como autônomo que pode chegar a 25% do valor.

E o vencedor… Paralamas! R$255 mil. Tentei achar o cachê do show do Carnaval de 2008, mas não achei :( Como base, na virada de 2009 para 2010, o show de Alcione custou R$211mil e Gabriel, O Pensador R$94 mil

Importados x Locais: Os 50 empenhos para pagamento das bandas locais somam R$ 322.800,00 contra R$ 426.246,82 das 4 atrações importadas (Paralamas, Martinho, Beto Barbosa e Ivan Lins)… ah esse valor das “importadas” não inclui passagens, hospedagem… ou seja, é mais caro ainda.

Deu Viruz? O único cachê estranho pra cima é o da Banda Viruz. R$15 mil… pela tabela são 5 shows de Zé Brown (ex-Faces do Subúrbio) ou 10 shows de Kbssa. (me chamaram a atenção pra banda Estado Civil por R$ 5 mil. Tá caro? Eu não conheço. Pode ser o esquema de cachês somados).

Associativismo 1: O que pode justificar alguns desses cachês são pagamentos antigos ou quando um artista recebe por outro pra facilitar “a parte burocrática”. A prefeitura usava muito isso, teve no Festival MusicaRecife, Carnaval, shows no Pátio de São Pedro…

Associativismo 2: Olhando os pagamentos dos anos anteriores era bem mais comum concentrar o pagamento dos artistas numa só empresa. Tem dezenas de pagamentos para “Associação Cultural e Musical Os Maias”, “Associação Cultural e Musica da Barriguda” ou “Rafael & Silva Assessoria Artística/JR” muitos sem nomes de bandas ou detalhes. Acho que hoje em dia, isso não é mais possível. As novas regras de contratação coíbem esses atalhos.

Associativismo 3: No Ciclo Natalino 2010 temos menos “mega empresas”. A empresa com mais empenhos é “Rafael & Silva Ass Artística” que recebeu 75 somando R$250 mil. Muito longe depois, temos “A Gravina Publicidade Produção Cultural e Eventos Ltda” 7 empenhos somando R$46,500 e “E & N Projetos” com 8 empenhos somando R$33.700

Brega baratinho: Sem querer comparar e já sacaneando… tem banda ali de cima que perde feio (no currículo, público e relevância) pra Labaredas (R$5.000,00) e O Conde e Só Brega (R$3.500,00).

Papai Noel velho batuta: Quem tá ganhando mais que muita banda é a família Noel :) O “cachê” do “Ator caracterizado de Papai Noel” é de R$2.100 e a Mamãe Noel leva mais R$2.100… e tu fazendo rock? :P

Equipe técnica: Nos pagamentos dá pra ver os valores das equipes de som e palco. Por exemplo o Diretor de Palco do Pátio de São Pedro” vai ganhar R$2.500 por 7 dias de trabalho (um pouco mais que o Papai Noel). Os motoristas é que valorizados…

Pra fechar: Lembrei da frase da Diretora “Por favor não publica os cachês pagos pela Prefeitura no site! É mesmo que publicar os salários das pessoas”. Será? :/é falta de educação? :(

Posted segunda-feira, dezembro 27th, 2010 under Notícias.

44 comments

  1. Eu sei que parece meio idelaista, mas num tá na hora de artista pernambucano+fãs se juntarem e protestarem de alguma forma ?
    meter a cara, num da pra aceitar um lance desses não,
    cadê a rádio frei caneca ?

  2. Quem trabalha diretamente com música sabe que:
    – Na noite de réveillon os cachês são dobrados mesmo.
    – Muitos destes valores divulgados representam “cachês colocados”
    – Com exceção de alguns, a maioria segue os valores de mercado.

    Vitor, apesar de respeitar, não concordo com sua opinião.

    É obvio que precisamos de atrações de fora para satisfazer a massa. Artistas “nacionais” são caros mesmo, e os custos são altos também.

    O único réveillon que deu “um pouco” mais de gente no marco zero foi no que rolou Los Hermanos.

    “O grande desafio do artista brasileiro é o de ‘fazer mercado”. Alguns pernambucanos estão conseguindo, muitos não.

    Não acredito que a rádio Frei Caneca consiga alterar tanto a situação.

  3. Que porra é essa???
    O cara coloca um cachê pra sua banda que posui 10 anos de estrada por apena R$2.000,00 e nunca é aceito pela Prefeitura do Recife.,
    Que Porrá é banda VÌRUZ???
    Uma banda cu!! Que fica babando todo mundo da prefeitura pra tocar. Banda de Merda….
    Ainda ganha R$15.000,00
    Espero que esse Víruz seja extinguido para sempre…

  4. rapaz…. isso vai dar em merda..!

    iuaheiuhuaehhaieiiaheiuaheuihiaehuahie

  5. Muito peixe. Peixe não, tubarão baleia. Pois ja tentei por varias vezes colocar uma proposta de minha banda e nunca aprovaram. VAI TOMAR ……

  6. Mais problematico que a diferença gritantes dos caches das bandas importadas para as locais são os preços dos caches.

    Eles são justos? Sera que é isso mesmo?! Guardaloop tira 32 mil num show pago, por exemplo?! (e nao to contando estrutura, som, locação e etc não), so to falando do cache.

    Eu acho que não hein?! Nenhuma banda local (nem importada) tira essa grana caso venha tocar na cidade fora do circuito da prefeitura e governo. Ou seja, INFLACIONARAM A PARADA PESADO AI (mas isso não é novidade ne?!)

    Talvez uma fotma de equilibrar as finanças e não ficar devendo o que a fundarpe deve por ai, seria um cache mais proximo da realidade das bandas. Eu nao to desmerecendo o trabalho de ninguem, cada um cobra quanto acha que merece, mas a prefeitura nao tem que pagar o que pedem.

    Sei la, é complicado, por isso que festivais e shows pagos no recife estão cada vez mais escassos. Nao é apenas um publico viciado em shows gratuitos, tem tambem o lance das bandas viciadas na mamata governamental e ALTOS $$$ Caches.

    Tudo isso é muito triste, errado, relevante pra uma cena que ta descendo a ladeira como CENA.

  7. E eu nao quero nem falar nas panelinhas ok?!…

  8. 00h00 | Viruz com part. especial de Negrália

    Ei galera, o show da banda Viruz tinha participação especial de Negrália! Por isso que ficou tão caro… Negrália, po!
    Quem?!

  9. Mas falando sério, Quarteto Olinda, Maciel Salu, Orquestra Contemporânea de Olinda e Guardaloop tem todos a mesma empresa produtora. Os R$ 32 mil não é pra cada um. É dividido entre eles. Pode ser R$ 8 mil pra cada ou alguma divisão interna.
    É só uma forma deles não precisarem emitir quatro notas fiscais.
    Não precisam jogar pedra em quem não merece.

  10. E essas empresas e associações também podem receber pelo artista ainda. O que mudou na lei foi que as empresas sequer tinham contrato de exclusividade com as bandas. E agora tem que ter um prazo mínimo de seis meses.

  11. Cara assim artista pernambucano merece ter seu espaço nas rádios, isso aqui tem que ser bastante debatido, será que é justo trazer beto Barbosa pra recife

  12. Cara,isso aqui tem que ser bastante debatido, será que é justo trazer artistas de foram que ganham um cachê enorme enquanto quem artista pernambucano fica ao Deus dará ?

    Temos que formar uma “massa” mais consciente, que ouça mais as nossas bandas que valorize a nossa cultura, acredito que o único meio de conseguir isso é através de meios de comunicação de massa.Por isso minha esperança na rádio frei caneca.

    Já que a universitária tá de rosca.

  13. Realmente, “Viruz” ganhar mais que Sa Grama, Mombojó e Devotos é um ABSURDO.

    Muitos podem não gostar de Beto Barbosa, mas é entretenimento para o povo. É necessário.

    Áh, outro absurdo é Victor Camarotti receber apenas R$ 1.800,00

    Áh, apesar da publicidade dos empenhos, acho feio expor os cachês de tantos artistas desta forma. Realmente, são os salários dos músicos.

    Sensacionalista, Desnecessário e anti-ético divulgar todos estes cachês.

  14. TD MUNDO FALA MAU... says:

    mas se tivesse lá PAGAVA PAU ! hehehe
    bando de playboyzin, vida ganha.
    FALOMESMO. com

  15. Bom, para fim de esclarecimento, estes valores são referentes a empenhos que é um processo de pagamento à empresa fornecedora de serviços. Quando a empresa tem a representação exclusiva de mais de uma banda, ela pode solicitar um empenho global das apresentações realizadas em um ciclo, neste caso o ciclo natalino do ano passado se não me engano.

    O valor de R$ 32.000,00 neste caso se refere à soma dos cachês das bandas e artistas: Orquestra Contemporânea de Olinda, Maciel Salu, Guardaloop e Quarteto Olinda.

    Acho que as coisas devem ser conversadas, mas acho que devemos ter propriedade do assunto para que não sejam mal interpretadas as partes que são claras.

  16. Nadja Vermount says:

    What a helle de mercado mano, e por acaso existe mercado aqui?
    isso vai de encontro com a ideologia das esquerdas, existe sim um grande funcionalismo público entre as bandas em que se sobressaem quem tem bons relacionamentos com a máquina pública.
    Ninguem mais se arrisca a se auto produzir, a atividade musical agora é sazonal, a espera das datas oficias com cobertura da imprensa escrita. Com isso vamos cada vez mas nos afundando num mar de lama e muitos músicos no saguão do aeroporto dos Guararapes rumo ao sul do país.
    Fica então muito bem definido os dois grupos que fazem a cultura pernambucana:
    os que estão mordendo o osso(desaparecem de cena quando o assunto vem a baila, ninguem fala nada)- de repente jorram do nada um milhão de grupos folclóricos, maracatus, pastoris, sai assim, do nada e vem abiscoitar o seu também –
    e os que querem a boquinha, e pronto.
    E passado os anos nada mudou muito, aliás piorou. Alguns já roubaram tanto que sumiram do mapa e estão curtindo a grana acumulada e o resto que luta para se dar bem na jogada.
    Ja viu política e políticos fazerm algo sem mutreta? Só se for em Recife.

  17. É POR ISSO QUE A RAPAIZE DE FORA ELGIA TANTO NOSSA CULTURA, COMPRAMOS A OPINIÃO ALHEIA COM CACHES IRRESISTÍVEIS[
    ELOGIE NOSSA CULTURA, FALE COM AS PESSOAS CERTAS E VENHA TOCAR AQUI E GANHAR UMA BOA GRANA, COMO EM NEHUM OUTRO LUGAR=

  18. uauahuahua

    E eu nao quero nem falar nas panelinhas ok?! [2]

    Não sei não mas Viruz ganhar mais que Mombojó? Tem algo meio estranho nesse cachês. Não digo que a banda não é boa, mas isso não faz o menor sentido.
    Bem! eu não entendo dessas coisas. Melhor não julgar. (De novo!)

  19. Playboy denovo says:

    Realmente, muitos aqui são playboysinhos mesmo.

    Procurem saber os cachês do Paralamas em outros estados. Tambem os de Lenine (Pernambucano, mas é nacional), Gilberto Gil e outros.

    Vocês podem não curtir o som, mas vejam quantos anos de estrada, a historia, a quantidade de público que levam, etc…

    Outra coisa, grupos de ciranda, Maracatu (de verdade) sofrem o ano todo, e realmente só tocam carnaval e São João. Isso acontece pq não há mercado, playboys não pagam ingresso.

    Áh, pq eles não se auto produzem? Vão procurar saber. Eles não são playboys, não entendem de burocracia, muitos não sabem ler. Áh, e tem que sustentar a familia durante o ano.

    Aproveitadores não faltam.
    Ai tem gente que reclama pq eles chegam assim, do nada. O certo mesmo era a prefeitura e fundarpe nem colocar eles para tocar, pois eles chegam “apenas” nestes momentos. Massa seriam apenas as bandas dos seus amigos, n’e?

    Eles fazem pq gostam. Ou vcs acham que eles curtem chegar num onibus fudido, tocar na dantas barreto, em um concurso sem glamour, cach~e pequeno, para dividir por 100 batuqueiros, que as vezes ainda s~ao enganados pelo “lider”.

    Sentar no meio fio, sem camarim, esperar um lanche (pao com queijo e suco).

    Saiam do computador seus playboys, o mundo ‘e de verdade, e nao se resume a falar besteiras em blogs.

  20. Playman descolado says:

    Amigo maracatuzeiro, o problema é social não é cultural, não é hora para tratar os maracatuzeiros como coitadinhos, todo o povo brasileiro trabalha e tem seu sustento e não se pode exigir o sustento de um maracatuzeiro e seus agregados pelos caches de festas populares. Há muito oportunismo ai sim, grupos feitos de última hora com o intuito de conseguir um extra, neguinho é tão lesinho viu; ninguem assiste isso mesmo, todos iguais, aquela vleha batucada que tem no Recife Antigo todos os domingos e só quem ageuenta são os próprios batuqueiros. Vai voce e passa teu domingo vendo banda de maracatu e seus loopings intermináveis reptidos infinitamente e depois me diz!

  21. So pra esclarecer. Usei guardaloop como exemplo, 90% dos valeros dos caches ai estão inflacionados. Poderia ter usado qualquer outro pro exemplo que dei.

  22. Vocês estão exagerando pra caramba…

    @Diego Albuquerque
    tão não bicho.
    pega um exemplo:
    Joseph Tourton
    3.000,00
    – 600,00 tira 20% de imposto e paciência pra receber o dinheiro 2 meses depois do show…
    – 400,00 pra um roadie e um técnico de som
    sobram 2.000 pra dividir por 4 + produtor vai dar R$400,00 pra cada.
    aih tu ainda tem que tirar os ensaios, equipamentos, instrumentos musicais…

  23. Guilherme, te parabenizo pela iniciativa.

    Pode me dizer onde vc encontrou o cachê da banda Vates & Violas na prestação de contas de dezembro/2010? Em nome de quem está?

    Obrigado!

  24. A sua iniciativa foi ótima Guilherme Moura. Isso mostra como os artistas “da terra’ os “queridinhos” da midia e do governo ganhar uma mixaria pra tocar aqui na veneza brasileira. Alguem se lembra que a prefeitura pagou R$ 1 milhão a Sandy e Junior? eita Brasil !

  25. Experimenta fazer um show no reveillon apenas com artistas locais pra voce sentir a “mobilizacao” do publico .. quase zero, poucas bandas daqui causam uma midia forte (como nacao ou o extinto cordel do fogo encantado) … acho que cada um tem seu preço e isso nao vai mudar nunca.

    Nego pergunta “que banda viruz eh é essa?” .. os caras tao ralando ha mais de 15 anos, informe-se antes de sair destilando sua foça digital online. Ainda tem outro que fala “levei meu cd na prefeitura e eles nem tchum” .. cara, se voce ficar com esse pensamento negativo nunca vai rolar mesmo. Conheco boa parte das novas bandas envolvidas e algo que as diferencia das demais é que sabem trabalhar com redes sociais, midia, assessoria de imprensa, prensagem de Cd, etc etc etc .. falta profissionalismo para varias bandas daqui de Recife, agora, menosprezar os artistas presentes apenas por nao estar nesse bolo ? Quanto egoismo hein …

  26. Apenas a titulo de informacao: Sandy e Junior foi 1 milhao o custo total (producao, cache, etc etc etc), nao apenas o cache.

    att.

  27. luiz otávio says:

    como se trata de gastos públicos acho importante que sejam divulgados. por isso parabéns pelo levantamento feio. como tudo tem dois lados, acho realmente importante lembrar que de um dos lados tem apenas um sujeito que trabalha e está recebendo o dinheiro por um serviço prestado, como aliás deve ser com qualquer profissional.

    questionar se esse ou aquele artista merece ou não receber tal quantia pela apresentação pode até ser divertido, mas na prática não tem efeito nenhum. é comum que cachês para shows abertos ao público sejam maiores que shows pagos, também é comum que cachês para o reveillon sejam mais caros, assim como é uma tendência de fornecedores (e isso em todas as áreas) terem um preço diferente para o setor público.

    para contratação de artistas de grande visibilidade o que entra em jogo não é algo difuso e subjetivo como “qualidade artística”, porque o que vale em um evento público como o reveillon em boa viagem é a projeção que ele ganha. desta forma, um show do Paralamas do Sucesso atraí mais gente do que um show da Eddie e por isso é natural que um seja mais caro. E basicamente acontece da seguinte forma: a produção do evento procura a produção do artista que dar o valo X, cabe à produção do evento aceitar ou não (pode ser que haja alguma negociação em algum caso).

    no caso de artistas menos conhecidos (caso de boa parte das bandas locais) são enviados projetos em que os artistar e produtores dão seu preço, a produção do evento avalia e opta ou não pela contratação.

    o problema maior no caso desses shows promovidos pela Prefeitura é que eles são a maior fonte de renda para a grande parte dos artistas/bandas daqui.

  28. Gui, o problema de receber meses depois não influencia na questão preço, é um lance logistico errado do governo (se pa, tinha que receber antes mesmo).

    Agora o lance dos preços é que pra mim isso não é o salario do mes do cara não, isso é apenas um show!

    Logico que inflacionaram. As de baixo, cobrando menos não tanto, é o mesmo problema cultural do pais isso ai. Os grandoes ou ricos roubam MUITO e os pequenos ou pobres (bandas novas) ou não roubam ou roubam pouco.

    MAIS UMA VEZ, TO EXEMPLIFICANDO UM PROBLEMA CULTURAL, NAO TO CHAMANDO NINGUEM DE LADRÃO NAO! NEM APONTANDO O DEDO, MAS SE A CARAPUÇA SERVIR…

  29. JC do Ibura says:

    Acho importante divulgar os valores dos caches, mesmo que isso represente divulgar “salarios”, pois a transparencia e publicidade dos atos públicos é de interesse da coletividade que deve está sempre acima dos interesses individuais, portanto, se algum musico ou banda não quizer que seja divulgado seu cachê, que não aceite contratar com o poder publico para fazer apresentações do gênero.
    Quanto aos valores apresentados, vale lembrar que na cultura não existe tabela de preço, pois trata-se de um patrimonio imaterial, portanto, é subjeto questionar se eles merecem ou não o cachê pago. Agora, cabera ao contratante(o poder público) baseado em varios pricipios como, por exemplo, o da proporcionalidade ou razoabilidade, ou seja, os governos têm
    que ser razoaveis e observarem os valores de mercado, para aceitar ou não a proposta. Sendo assim, no que diz respeito as atrações “importadas”, antes de fazer uma critica sobre os valores pagos pela prefeitura é importante comparar com outras cidades para saber se está sendo respeitado o valor de mercado, pois, provalvelmente, em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador(que incluem as bandas de axe-music, com cachês altissimos), Fortaleza, dentre outros, são pagos cachês maiores que em Recife, e não venham dizer que não precisamos de atrações nacionais, pois elas alem de atrairem público, contribuem para o incremento do turismo na cidade, durante esse periodo, por isso, seria importante, no futuro, saber qual o impacto turistico nesse periodo e compara-los com outros anos para saber se foi viável pagar esses valores àquelas atrações, me parece que sim.

  30. Tudo bem que Sandy e Junior são um produto da mídia de massa, que com sua força consegue persuadir a população, mas vocês precisavam ver a cara de alegria da criançada no show deles.

    Crianças que nunca poderiam pagar para ver a dupla.
    Áh, e o marco zero estava compleetamente lotado.

    Se este 1 milhão fosse para Metalica, Iron Maiden, red Hot,
    ou qualquer banda grande de rock, talvez houvesse um “silencio” aqui no site.

    Se as bandas pernambucanas estivessem na TV e nas rádios, talvez fosse diferente.

  31. é ta valendo playboy, pelo bem das crianças então!!

  32. “extinto fogo de cordel…” acabou essa erda???? ainda bm q essa porcaria acabou!!!
    é por isso q digo q odeio politicagem, se ir na prefeitura é facil ver um monte de babão afim de ser amiguinho de alguem pra tocar… cachÊs absurdos, por isso q os sulistas botam pra arrombar nos nordestinos, a galera aqui fica pagando apu pra esses trouxa.

    agora vou me recompor

  33. paulo andrade says:

    Sou fã das bandas undergrounds locais que se destacam pela musicalidade, determinação e pontualidade nos compromissos,coisa muito difícil de encontrar em bandas Recifenses. O amadorismo e a inveja faz com que os integrantes se preocupem mais em falar mal das outras bandas do que em se profissionalizar. Antes de falarem mal da Víruz ou de qualquer outro artista, leiam o release delas e vejam o porque da valorização do produto. Conheço cada integrante da banda Víruz, que por sinal tem 16 anos de estrada, com vários prêmios e ainda por cima foi escolhida por uma gravadora de Baltimore (EUA) como uma das revelações do Hip Hop mundial. Galera, vão trabalhar e aprender como valorizar o próprio produto. Aprendam a gravar uma boa Demo, para ter patrocínio de empresas que acreditam no seu trabalho, no caso da Víruz é a Myllys. Saibam se portar nos lugares com educação e tenham em mente que ser músico não é apenas carregar um instrumento nas costas e ficar doidão chegando atrasado nos palcos da vida sem ter nenhuma responsabilidade.
    Música é uma profissão como outra qualquer que exige que você saiba ser sociável e vender bem a sua marca. Paralamas tem o preço deles e sabem como divulgar, valorizar e vender a marca. Coloquei várias propostas para entrar nos shows da prefeitura e nunca consegui nada, pois não chegou o momento, nem por isso deixei que a inveja dominasse a razão. Enquanto nos preocupamos com os outros, deixamos de crescer e continuaremos no mesmo local sonhando que somos alguma coisa e não vamos passar de mera BANDINHA DE GARAGEM. Parabéns Banda Víruz. Sigam em frente e levem a sua musicalidade para o mundo……………PS:Entrem no site da banda e vejam o currículo individual de cada músico…É de cair o queixo…….PS: INVEJA MATA!!!!!!!!!!!!!!!!!

  34. Netunos girl says:

    Paulo meu caro, curriculo de integrante não faz uma banda se tornar boa, e esse discusso de que neguinho batalhou e tem um site, que é profissional já ta muito manjado, o cantor dessa banda extrapola os limites da vergonha alheia e a batalha foi é nos porões das secretarias de cultura por ai, quanta baboseira! Nada justifica uma banda ruim, cliche e sem expressão alguma ganhar a grana que ganhou numa festa só, não é questão de inveja e sim de indignação entende?

  35. Bifão de Candeias says:

    Paulo, currículo de integrante de banda não faz uma banda ser boa, muito menos justifica um cachê surreal para uma banda que não tem expressão alguma na cena, um cantor ridículo e músicas não mais que clichês manjados pra cacete, a batalha é nos porões das secretarias de cultura isso sim viu, papo brabo esse de profissionalismo, todos dizem isso quando metem a mão na grana, essa banda nem agenda tem, já vi uns dois shows da Virus e o público cabia numa Kombi, é muita cara de pau!

  36. 1000 reais de cachê não é cachê; é esmola!

  37. Arnaldo Matos says:

    Banda Viruz Clichê?
    Fundado em 1992 junto com Faces do Subúrbio, Sistema X e banda viruz (nome dado a essas bandas no mesmo dia por Russo).
    Melhor banda de Rap 2008 e 2009 Black Mix (Rio de Janeiro)
    Melhor Banda de Rap 2009 (Cufa e Rede Globo de televisão)
    Representante de Pernambuco no festival RPB ( Rap Popular Brasileiro) torneio que reuniu, todas as melhores bandas de Rap no país onde a banda viruz foi a campeã (concorrendo com 50 bandas de Rap).
    Reconhecida pela Rede Globo como uma das melhores bandas de Rap do Brasil(GLOBO NEWS).
    Elogiado por África Bambaataa (Pai do Rap), como um dos vocalistas mais bem conceituados no Nordeste.
    Coordenador do Movimento Hip Hop de Pernambuco.
    Coletânia de Bandas de Rap Urban Undergroud 2010 Balltimore(EUA) única banda do Brasil nessa coletânea.
    17 anos de estrada, tocou em todos os festivais possíveis.

    Agora dizer que a banda Viruz é fraca ?
    Bifão, Netuno sou amigo e muito Fã dessa banda acho que no fundo vcs queriam ser ele, mas…..

    voce tem que respeitar, sabe porque?
    foi o público e a mídia que pôs eles ali, não foi você.

    Obs: AGORA QUEM SÃO VOCES ……………

  38. Manuel Francisco says:

    Quem além desta turma daqui conhece a banda Viruz?
    Mombojó, Volver, Sweet Fanny Adams, AMP, Devotos e até The Playboys são mais conhecida dentro e fora do Recife do que a Viruz. E destas citadas, todas já tocaram fora daqui e não precisam ficar se justificando quem é, de onde veio, por quem foi elogiada e pronto.
    É mérito. E isso se conquista com boa música e não por sistema de cotas, que é o que rola na maioria das vezes.
    Galera que vem de bairro de periferia fica com síndrome de coitadinho, a Prefeitura fica com pena, engole a corda e coloca pra tocar em palco grande com cachê grande sem ter respaldo nem na própria cidade e muito menos público.
    Menos discurso e mais ação.

  39. paulo andrade melo says:

    Caros amigos Bifão, Netuno e outros invejosos de plantão.
    Trabalhem e consigam um lugar ao sol. Saiam do posto de “coitadinhos” e sigam atrás de uma vida melhor, pois onde vcs moram a dificuldade de informação e a a carência de afeto e educação deve ser enorme e isso atrapalha o caráter de qualquer ser humano, fazendo com que ele se torne um invejoso e nunca consiga nada na vida, passando o restos dos dias se lamentando pelas periferias do bairro em que nasceu. Estudem e se informem mais. ps: Para vocês que não sabem currícuo de integrante de banda faz uma diferença enorme sim. Leiam mais EDITAIS e se informem. Caso não saibam ler, peçam a algum amigo para ler pra vocês. O problema não é onde vocês nasceram e sim a precária educação que vocês tiveram…. Salve a Banda Víruz e outras bandas undergrounds de Recife. Abaixo os invejosos de plantão que acessam a internet em Lan Houses de R$ 1 real no intuito de difamar profissionais da música.

  40. não vi ningeum difamando ningem amigo, calma amigão virulento, o que lemos foram de um lado pessoas dizendo o que acham e na maioria das vezes tudo verdade e de doutro lado alguem querendo justificar o injustificável, apenas isso.

  41. queria que vc mim escrarececse uma duvida prestei serviços para prefeitura sobre empenho e dei uma olhada no sate tem dizendo pagamento liquidado o que significa?
    Valew!