Conheça os seis finalistas do Pré-Amp 2011

Zé Manoel (Foto: Chico Egídio)

Apesar do péssimo som do Pátio, Zé Manoel foi o vencedor da noite e vai para a final como grande favorito.

As 6 finalistas do Pré-Amp 2011 são Glauco & O Trem, Caravana do Delírio, Zé Manoel, Diablo Motor, Ínsula e Combo Percussivo.

Glauco & O Trem, Caravana do Delírio e  Zé Manoel foram as classificadas dos 3 dias. Combo Percussivo entrou como a banda do “voto popular”, para completar entraram Diablo e Ínsula como “melhores segundo colocados”.

A grande final será na quinta-feira (24/02) na Rua da Moeda. A banda vencedora ganha a gravação e prensagem de um disco (até 15 mil reais) e um show no Carnaval do Recife. Outras 2 bandas também ganham shows com cachê no Carnaval.

Amanhã explico como foi a classificação… só consegui entender depois da terceira ou quarta explicação :/ Eu jurava que cada dia teria uma banda pelo voto popular… treco complexo.

Posted domingo, fevereiro 20th, 2011 under Notícias.

36 comments

  1. Muito bem escolhidas, o pre amp tá de parabéns!

  2. bota pra lascar nas bandas pow como hugo fazia.

  3. Manuel Francisco says:

    Pra que botar pra lascar em banda que não merece? Isso é gratuito demais. Rancorzinho de quem não é selecionado e quer falar mal dos outros. Tu vai se sentir melhor se ele falar mal dessas bandas? Deprimente essa atitude da galera que não reconhece o talento musical de um artista e vem jogar todas as suas culpas e frustrações numa panelinha, que a essa altura já deve ser a maior do mundo pra agrupar tanta gente diferente a cada dia.

  4. Parabens a todas as bandas, afinal de contas o juri viu algum fator potencializador para essas bandas estarem na final.
    Segunda vez que glauco e o trem participa, “se nao entrasse na final nessa, seria frustrante ne?” Diablo motor, caravana do delirio e ze manoel, tinham que estar onde estao. combo percussivo pelo voto popular é aceitavel. Agora, insula? Hmm, como assim??

  5. ódio

    essa galera tá na neurose com esse lance de panela.
    to falando do velho hugo chapa, e sentindo falta das resenhas dele. faça seu som mano e auto – lasque – se as criticas. morou?? quem parece estar com “rancorzinho” é vc. quem faz algo e se preocupam com o que vão dizer é melhor nem começar.

  6. parabéns aos vencendores e detonem…!!volta Hugo!!!

  7. queria ter visto feiticeiro julião e te-lo visto como ganhador. mas passa o festival fica a banda…bons sons para todos e para esse cara que está detonando…

  8. Vamos que vamos Zé!!!!!

  9. curti n. essa caravana do delírio dá agonia de ouvir. foi mal aí, mas tô cansado dessas bandas. n escuto nada surpreedente faz um bom tempo. tudo é igual a tudo. e tem gente q ainda pinta o rosto pra dizer q é diferente. mas eu já sabia q seriam mais ou menos essa galera aí.

  10. Anram Cláudia (João), senta lá.

    Talvez as pessoas fossem mais felizes se buscassem tirar lições de tudo que não lhe agradam e das coisas que lhe agradam tb, cansa qualquer um apenas ler reclamações sobre panelinhas, arrumadinhos, bandas ruins, bandas que copiam, etc etc…

    Se fossem outras bandas que não fossem essas as da final, estariam pessoas aqui reclamando tb, como se fossem outras 18, tb teria gente reclamando. Por favor, procurem ceder algo de postivo não só para esse site, mas para a vida de vocês tb.

    Ninguém é obrigado a aprovar tudo, mas tb ficar toda hora expondo suas angústias, lamentações e frustrações? tenha paciência.

    Acompanho esse site há MUITO TEMPO e é complicado ler os comentários.

    Bom domingo para todos e para os reclamões, mais sorte na próxima vida.

  11. vamo parar de falar em panela cara… isso tá virando neurose. daqui a pouco vai ter neguinho de banda tendo pesadelo com isso. critiquem…botem pra lascar…mas vamos para de falar nisso tá chato pra caralho. a vida é isso. uma manga. um dia vc manga outro dia vc é mangado…hehehe

    vamo detonar essa porra!!! porra!!

  12. Pra voce ver como sao as coisas aqui em Recife. Deveriam ter botao a urna da globo pro povo selecionar a melhor banda.

  13. Faltou alguma cobertura, resenha crítica. Seria bacana se tivesse rolado.
    Pra quem nao viu aqui tem umas fotos
    http://www.flickr.com/photos/marcelo_download/5456699110/in/set-72157625957010389/

  14. bota um palco toda semana no pátio e bota a galera pra tocar…todo mundo. todas essa 180 bandas…sem repetir nenhuma claro..hehe cada dia 3 bandas. pronto ai ninguém ia ficar chorando e ia tocar num palco meia boca no eterno sujo e decadente pátio de são pedro.
    a prefeitura tem condições de fazer isso.

    não tem a terça negra?
    faz a sexta da panela.
    e bota esse povo todo pra tocar…banda ruins, boas…emo, burgo hippie, new tropicalistas pseudo intelectuaias…os caras pintadas, enfim todo mundo.

  15. Fui ver só no sabado..mas achei muito injusta a seleção..pois deveria ser 06 bandas independentes de dia,pois quem tocou no sabado, não teve chance ..pois teria que competir com Ze Manoel..que sabemos que é bom..mas um exemplo foi a eliminação da Foxy Trio..se ela tivesse tocado qualquer outro dia teria passado…ela é muito boa…se vcs foram ..vcs sabem do que estou falando..bem mas fazer o que?? aguardar uma nova oportunidade pra eles e outros que tambem ficaram de fora.
    abraços!!

  16. Concordo em parte com a Ane. A seleção foi injusta! Não que as bandas que foram selecionadas não mereçam, mas está claro e evidente que há uma preferência para inclinações regionais e ritmos brasileiros (por parte da comissão julgadora). As bandas que tocaram em outro idioma, por sinal, não tiveram a mínima chance. Indies ficaram de fora ou selecionados em segundo lugar. Sinceramente, adoro música, acho massa a valorização da música pernambucana e brasileira, mas esse “bairrismo” as vezes é injusto e hipócrita.
    Se abre um festival para bandas em geral, é importante dar o devido valor a todos. Ou se separa por estilo e rever a forma de premiação, ou então se aprende a julgar com NEUTRALIDADE.
    Por exemplo, não gosto de axé, nunca gostei e vou pra tumba sem gostar. Mas por um acaso da vida, fui parar num show de Ivete Zangalo, e posso dizer que a mulher tem um timbre de voz muito bom, performance impecável, ela levanta de fato a multidão, ela se garante no que ela faz. Estou julgando-a como artista de renome com neutralidade, pois não gosto de estilo musical dela. Mais ou menos por aí.
    Estive no pre amp sábado e achei devidamente justo a classificação de Zé Manoel. mas fiquei triste com a eliminação da banda Foxy trio, que foi muito boa. Eu, que não conhecia (pra não pensarem que sou amiga da galera da banda), achei muito boa a performance, a voz no garoto e a banda no geral. A diablo motor, que se classificou, é muito boa tb, exceto por uma coisa: há uma disparidade entre a voz do vocalista que se ouve no myspace e a voz dele ao vivo, sem querer ser chata, mas fechei os olhos e ouvi o Felipe Dylon, até o “iiieaaahh” ou “valhieeeu” e a opinião não foi só minha… Talvez o vocal não perceba que faz isso, ou talvez ele ache legal fazer isso =( .. enfim…
    A foxy trio canta em inglês, não sei falar inglês fluentemente, mas não acho que isso seja necessário para sentir a música (falo isso porque algumas pessoas questionaram sobre isso, sobre bandas nacionais que cantam em outro idioma). Estive do lado da comissão julgadora todo o show e via galera se levantar com a banda Foxy trio e eles lá, inertes. Quando Zé manoel entrou, a cabecinha deles começou a sambar junto com o cara, e vi no estilo deles a identificação pelo estilo do cara. Aí saí de lá com a certeza de que Zé Manoel iria ganhar e que não haveria espaço pra Foxy trio ou Bon Vivant…
    Não desmereço o Zé Manoel nem a Diablo motor, são bons!
    Mas o festival carece de espaço maior, talvez rever a forma de julgamento… Não sei ao exato o que poderia ser feito, mas como espectadora, não fiquei satisfeita..
    De qualquer forma, parabéns aos vencedores!

  17. Roberta, as músicas no myspace da Diablo Motor foram gravadas pelo ex-vocalista da banda que foi morar em São Paulo e o atual vocalista vai regravar as músicas ainda, quanto a sua critica, acho completamente coerente quanto ao julgamento das bandas, enfim, vou comentar somente sobre a foxy trio…o fato deles canterem em inglês realmente nessa cidade é dificil de agradar jurados, sobre a performance o guitarrista tem uma ótima presença de palco mas, os outros dois integrantes estão um pouco verdes digamos assim, porém, é uma banda com um grande potencial.

    Lembro que em 2004 a final do microfonia a disputa foi grande entre a VOLVER e o MELLOTRONS essa segunda cantando em inglês, duas bandas boas que concorreram muito forte naquele tempo, mas, o grande diferencial pra volver ter ganho foi cantar em português.

    Agora, muita banda acaba não investindo, porque não sei, eu só pude ir no sábado mesmo e vique a Diablo Motor pagou um técnico de PA, um técnico de Monitor e um Iluminador e que foi o melhor som que saiu na noite e a iluminação também…acho que muitas das bandas de Recife esquecem de investir nesse aspecto só pensando em ganhar dinheiro…isso vem com naturalidade….tem que primeiro prezar por um som de qualidade e o dinheiro vem em seguida….pois, podem analizar…se a banda é boa mas, o som é ruim…ninguém vai dizer que o som não presta e sim que a banda é ruim…enfim, boa Sorte aos finalistas e que o vencedor faça jus ao resultado desempenhando uma carreira de sucesso.

  18. Oi F. ;)
    Não sabia que haviam mudado o vocal da Diablo Motor, este foi o primeiro show que fui, mas antes de ir eu passei o dia ouvindo as bandas concorrentes. Realmente, as vozes são diferentes e eu senti isso. Talvez tenha sido meio grosseira e exagerada no meu comentário anterior, falando sobre o “Felipe Dylon”. Mas é que realmente, não curti tanto a voz dele quanto curti a do myspace, mas a banda no geral eu achei muito boa. Engraçado é que agora pouco estava ouvindo um vídeo dos caras no youtube, de um show que fizeram no NAVE, e nem achei a voz do cara ruim assim. O que será que deve ter acontecido? o_O
    De qualquer forma, o investimento deles fez o diferencial, e a meu ver, vc tem razão quanto a isso, de fato o som estava melhor. Mas aí, acho um desfalque do evento. Não sei como funcionam esses festivais, mas deveriam proporcionar iguais condições a todos, somente assim seria possível julgar melhor. Não digo sobre os instrumentos, mas efeitos de palco, iluminação, qualidade de saída do som??? Cadê a produção do evento? É necessário uma banda ter que dispor esses efeitos para se destacar perante outros?! Já que tu mesmo(a) falou que quando o som não está legal, ninguém pensa que é o som e sim a banda que não élegal… De repente não foi porque algumas bandas não quiseram contratar técnicos a mais, mas porque não tiveram recursos e talvez preparação pra isso…
    Então, tiro o meu chapéu para as bandas que ainda em condições piores fizeram um show massa.
    Sobre a Foxy trio, eu não reparei nos aspectos que tu falou sobre os outros integrantes, talvez não tenha um ouvido tão apurado quanto o teu ou talvez por estar realmente curtindo o show, esses aspectos tenham sido coadjuvantes para mim.
    Quanto ao preconceito em relação a idiomas, é realmente algo vergonhoso. Sei que muitas vezes somos discriminados em outras regiões do Brasil pelo nosso estilo musical, cultural, por nosso sotaque.. enfim. Mas não sejamos iguais. Não importa em qual idioma se toque, a música é música e ponto final. E além disso, como te disse, as bandas regionais foram previlegiadas… Isso é evidente em eventos desse caráter.
    Sobre o microfonia de 2004, eu estava lá, e mais uma vez vi uma banda ser privilegiada em relação a outra por cantar em português (não desmerecendo a Volver, que eu gosto muito).
    Mas enfim, estarei na final…
    Abraço a todos.

  19. Total Roberta, quanto a organização do Pré-amp, eles deram uma ajuda de custo no valor de R$500,00 para todos os artistas que participaram, ai fica a critério de cada um fazer o que quiser com o dinheiro…Não sei nos outros dias se outros artistas contrataram profissionais mais capacitados para fazer o seu show, enfim, No caso da Diablo Motor eles preferiram contratar tecnicos que eles confiam, e creio que se cada um ali fizesse o mesmo, estariam competindo de igual para igual, eu curti demais o Foxy Trio e acho que eles podem ir longe (mesmo cantando em inglês) tem espaço para todos, agora, aqui em recife existe esse grande problema de as bandas dar continuidade a seus projetos, fica difícil acreditar em bandas nessa cidade que vá realmente dar continuidade ao trabalho, e ficam outros aqui falando em panelinha e tal, rs…acho isso perda de tempo, enfim, sou daqui e moro em são Paulo há 2 anos e vejo a cena de lá, eu não acredito que exista banda boa ou ruim, existem bandas que as pessoas gostam mais que outras, afinal…o único culpado de um artista (banda ou solo) se destacar e fazer uma carreira de sucesso é ele mesmo.

    Sobre o próprio microfonia foram feito 3 edições, logo 3 vencedores e só um deles que é a volver fez disso uma carreira estável por acreditar, creio eu no trabalho que tem, e o que eu acho engraçado é que as badnas que venceram tambem tinham de tudo pra fazer o mesmo…se projetar, mas, Recife mais uma vez peca nesse aspeco…muita gente aqui tem banda como hoobie, não levando a sério um trabalho bom adiante, enfim, se até os grandes (The Beatles, Led Zeppelin, supergrass entre outros terminam porque não as banas daqui né?).

    Bom, eu também estarei na lá na final e espero qeu a banda que saia de lá vitoriosa saiba aproveitar bem essa oportunidade assim como poucos no Brasil fazem.

    Abraço,
    F.

  20. O juri foi num resultado pelo “agradável” o “belo” no sentido mais limpo da coisa, sem qlquer ruido, o que em alguns casos destacou trabalhos sonoríferos ou com pegada fofa

  21. P. dos Santos says:

    Pow velho, não vim aqui para botar mais lenha na fogueira, apenas para dar a minha opinião.

    Fui aos três dias de eliminatórias do Pré-AMP, e achei que as bandas selecionadas para a final foram merecedoras demais, com exceção das bandas do primeiro dia. Na minha humilde opinião, Feiticeiro Julião e Epcos fizeram shows muito superiores aos das bandas selecionadas pelo júri. Mas isso sou só eu.

    Em relação à chamada “panelinha”, pelo amor de Deus, velho, esse assunto já está mais do que vencido! Quem está afirmando que as bandas selecionadas entraram por conta de “panelinha” com certeza não viu os shows!

    A Caravana do Delírio, eu nem gosto muito, não é o tipo de som que escuto em casa, mas confesso que gostei muito do show. O senso de humor deles é algo realmente que não havia em nossa cena local. Tocam bem, executaram as músicas perfeitamente, enfim, show muito de cima mesmo! Combo Percussivo foi a vencedora do voto popular, e contra isso meu velho, não tem argumento. A voz do povo é a voz de Deus e pronto!

    O sábado, como todo mundo já estava prevendo, foi o dia mais disputado. Em disputas acirradas, o menor detalhe faz a diferença. Voyeur abriu a noite, eu já estava lá, o show deles foi bem-feito, sofreram realmente com o fato de abrirem. Pouca gente, o show fica mais morno mesmo. Não sei qual foi o critério para decidir a ordem das bandas, se foi sorteio, nada mais que justo. Alzônio e a Camada eu achei muito fraca. Inclusive gostaria de ouvir o disco para ver se entendo eles terem se classificado para as eliminatórias. Os caras do Foxy Trio fizeram um bom show. Gostei bastante, estou agora aqui ouvindo o MySpace deles e realmente é bem interessante. Acho que poderiam ter levado também, pode ter sido por uma diferença mínima que não entraram. Zé Manoel fez um show correto, mas na minha opinião, morno. Acho que shows de música desse estilo geram uma emoção mais interna do que a que vemos em shows de rock. Não rola aquela piração, mas você olha para a platéia e sente que a galera está muito emocionada. E eu não senti isso nesse show. Agora por favor, me entendam: estou aqui apenas dizendo o que achei. Diablo Motor velho, eu achei que foi de longe o show que mais empolgou. E o estilo de música deles é justamente para isso: deixar o povo piradão mesmo, enchendo a cara, balançando a cabeça. Ou seja, para mim, foi quem mais conseguiu fazer aquilo a que se propõem. Bon Vivant eu cheguei a começar a ver, mas daí começou a chuva e eu não havia gostado das primeiras músicas, daí decidi ir embora.

    Em relação ao lance de pagar um técnico ou não, não sabia que havia rolado essa ajuda de custos, F. Mas pagando ou não, vi muitas das bandas com seus próprios técnicos de som. Não sei se pagaram ou se eram apenas amigos, mas como você disse F., cada banda utiliza a ajuda de custos como achar mais interessante. Não acredito de forma alguma que a Diablo Motor tenha entrado por ter contratado um técnico disso ou daquilo e mais um técnico assim ou assado. Quem viu o show, sabe. Por exemplo, vou citar aqui algumas das bandas em que vi um técnico entrar naquela casinha e não passaram para a final: Moribundos, Voyeur, Chacon, Bon Vivant, Epcos, entre outras. Esse pessoal teve técnico de som e não passou, então não adianta dizer que o pessoal que entrou foi por conta de ter contratado alguém. E algumas dessas bandas fizeram ótimos shows. Roberta, pelo que vi, todas as bandas tiveram à sua disposição o mesmo material, então A PRINCÍPIO, a organização disponibilizou para todos os mesmos recursos. Parabéns a todas as bandas selecionadas, nada desmerece o trabalho de vocês!

    Agora, uma pequena crítica ao site RecifeRock! Vocês poderiam ter dado uma importância maior a esse evento. Cadê a resenha e/ou cobertura? Festival desse porte, com dinheiro público sendo entregue ao vencedor, com três vagas no Carnaval do Recife, e gostando ou não, mostrando novas bandas da cena local, acho que vocês subestimaram o Pré-AMP. E essa segunda crítica é direcionada a toda imprensa local. Por favor, ficar citando Zé Manoel como grande favorito, isso vai contra todos os princípios do jornalismo. É uma competição, ao falar isso vocês estão tirando a imparcialidade da jogada. Eu sei que os jurados devem ser totalmente imparciais, mas um jurado desse lendo em vários lugares que Zé Manoel é o grande nome, vai no mínimo prestar mais atenção ao show do cara. Zé Manoel é um grande artista, realmente, assim como outros nomes que estão na final, então vamos dar a todos a oportunidade de uma disputa honesta e justa!

    Valeu! Abraço a todos!

  22. @P. dos Santos

    Estamos sem gente para escrever :) O site agora sou só eu e para piorar estava sem computador.

    Sobre ética e etc… Não sou jurado e esse site é (e sempre foi) totalmente parcial e opinativo :) Repito Zé Manoel é o grande favorito e deve ganhar (mpb + piano + chique + voz + imagem legal + do interior de pernambuco). É o produto completo.
    Vou torcer pelo Caravana do Delírio e Diablo Motor :)

    Agora vc falou uma coisa q me assustou… só o RecifeRock foi ver o concurso? Nenhum dos 3 jornais cobriu ao menos um dia? e nenhum outro site/blog/coluna? :/ Pq? :/

  23. P. dos Santos, você tem toda razão quanto em relação aos técnicos, o que eu quis dizer realmente foi que, vale a pena investir, e a propósito eu não tiro o mérito de nenhuma das bandas, muito menos da Diablo Motor, ela foi um exemplo pois a qualidade do som estava muito melhor do que nas outras bandas e artisitas, acredito que outras bandas tenham levado um técnico ouum amigo pra fazer o som, mas, foi notório que o som deles estava bem melhor do que os outros…e como eu havia dito em um outro comentário, vale a pena esse investimento pois sabemos que o som do pátio mesmo sendo um som bom, a disposição em que ele se encontrava não facilitava para os tecnicos e sabemos que o espaço lá tem um sério problema de acústica…espaço grande e um som não tão bom o que, como havia dito antes…quando o som não está bom os legos diram que a banda é ruim e não que o som é ruim..enfim, o que eu mais espero de verdade é que essas bandas novas tomem um outro rumo se proficionalizando cada vez mais.

    Abraço e falow.

    E sorte aos finalistas =)

  24. P. dos Santos says:

    Beleza Guilherme!

    Entendi! É que a cena independente tem tão pouco respaldo e espaço na mídia “tradicional” que às vezes a gente termina esquecendo que o RecifeRock! é um blog onde os autores externalizam suas opiniões! E o lance de você estar sozinho, uma pena, quem sabe eu não faço uma resenha dos próximos shows e te mando e se você achar interessante, posta por aqui?!

    Bom, vou estar torcendo igualzinho a você: Caravana e Diablo! Ambas as bandas merecem muito e apresentaram ótimos shows nas eliminatórias, são as que mais merecem na minha opinião. Indo para qualquer uma das duas seria justo (levando em conta os shows apresentados nas eliminatórias, que fique bem claro!). Vou torcer para que eles se apresentem tão bem quanto ou até melhor do que nas eliminatórias, assim vai ficar mais difícil para o favoritismo de Zé Manoel aparecer! Agora realmente, Guilherme, o cara representa o pacote completo. O pacote que o governo normalmente toma para si. Fazer o que, né…

    E vamos todos para a Rua da Moeda nessa quinta! O que importa é que veremos alguns shows de grande qualidade, num som bom (qualquer lugar tem melhor acústica que o Pátio de São Pedro) e o melhor de tudo: de graça! Bandas classificadas, parabéns, vocês merecem! Bandas que não passaram, vamos continuar! Se você acredita no seu trabalho, não vai ser um concurso de bandas que vai fazer você ter sucesso ou não. Mas tenho certeza que vocês sabem disso melhor que eu, que não tenho banda nem nada – talento ZERO para qualquer instrumento!

    Abraços! E VAMOS QUE VAMOS, DIABLO e CARAVANA!

  25. Opa opa.. F., valeu pelos esclarecimentos! ;)
    Quanto ao P. dos Santos, de fato, não sabia que a produção do evento tinha disponibilizado recursos financeiros iguais a todos. Quando F. (que está melhor informado que eu sobre o evento) me disse que a Diablo Motor havia contratado técnicos extras, subtendi que a banda teria feito isso por conta própria, ou seja, com seus próprios recursos. Somente depois ele me esclareceu que todos tiveram o mesmo investimento. É uma pena então que algumas bandas não souberam trabalhar isso de forma a se destacarem e propiciar um som de melhor qualidade, foram prejudicadas pela própria negligência neh… Fazer o que?
    Quanto aos finalistas, não desmereço nenhum. Não pude ir a todos os dias do evento, somente sábado, mas ouvi todas as bandas previamente, exceto Alzônio e a Camada, que não achei de jeito nenhum na net, quando procurei fui indicada a procurar “Camada de Ozônio” rs. Pelo que entendi eles são novos neh, precisam investir mais em divulgação…
    O que acontece, na minha opinião, não é que tenha acontecido uma “panelinha”, mas o seguinte: para mim, quando se fala sombre IMPARCIALIDADE, é o mesmo que me contar uma fábula infantil. De fato não creio.
    Vamos supor que vc esteja diante de duas bandas iguais em renome, qualidade, técnica (bandas A e B) que tivessem tido performances igualmente incríveis… porém de estilos musicais diferentes, estilos os quais vc curte mas tem uma certa preferência por um (o da banda A). Então se vc é obrigado a escolher entre uma das duas, não tem jeito, vc tem que eliminar uma (tendo consciência de que as duas são igualmente boas)… Qual vc eliminaria? Qual vc deixaria continuar no festival? De coração?…
    Dessas seis finalistas, me diga uma que foge do circuito regional ou brasileiro??? Pra mim, apenas a Diablo motor, que por sinal foi classificada em segundo lugar no seu dia…
    Mais uma vez, repito, não estou desmerecendo ninguém, adoro música de caráter regional e brasileira, e sei da qualidade das bandas que que estão na final.
    Mas acho que esse aspecto influencia tb na decisão, assim como estava falando com F. sobre bandas nacionais que tocam em outros idiomas e que aqui não se tem espaço… Não é a primeira vez que acontece isso em festivais.. Não acho justo.
    Não sei como foi o sistema seletivo dessas bandas, quem podia ou não se inscrever.
    Se não souber ser imparcial, que separe por estilos e reveja a forma de premiação… Não é possível que de todas apenas 1 indie tenha se destacado e tido o merecimento de prosseguir no festival? E ainda em segundo lugar…
    Sobre a votação popular, é preciso se ter cuidado.. nem sempre é o justo.. Eu posso ter uma banda não tão boa mas um trilhão de amigos fiéis.. e aí?
    Como vcs mesmos disseram, o evento não tem sido muito divulgado ou comentado… Se tivesse sido, o publico seria talvez maior, mais heterogêneo, talvez mais neutro.. haviam muitos amigos de bandas, familiares… Enfim, não sei se confio muito neste caso..
    Mais uma vez não desmerecendo ou pondo em dúvida a qualidade da banda escolhida nesta questão.
    Mas deixo aí minhas considerações, um abraço a todos, e boa sorte para as bandas
    ;}

  26. Fui um dos jurados e para quem me conhece sabe que eu adoooro rock, indie então (quem quiser ver o som que coloco em minhas festinhas fiquem a vontade)… mas é importante ressaltar que os jurados estavam dando notas a cinco critérios apresentados por cada uma das bandas concorrentes. Não existia o critério “banda que você mais gosta”, “mais gostou se apresentando” ou “que você gostaria que fosse para a final”. O júri fez um trabalho sério e honesto. Outra coisa importante é que não existia consenso em tudo dentro do júri… o que valia para cada banda era a soma total de pontos por júri e critério, ou seja, cada banda recebia 25 notas (5 de cada um dos 5 jurados). Três bandas das minhas seis primeiras não ficaram para a final. E a banda que não se garantiu em levar sua própria equipe e ficou prejudicada vai uma lição: um som ruim por falta de equipe técnica pode acontecer em qualquer show por aí… faz parte da produção da banda garantir o técnico que conheça e curta inclusive o som da banda… e de mais: em geral as bandas de rock no Brasil atualmente estão precisando de composição… eita gênero pra ter banda inexpressiva e caricaturesca!!! Abraços a todos!

  27. Esqueci de parabenizar o Recife Rock pelo esforço e feitio na valorização do Festival e na divulgação dos resultados. Vlw Guilherme!
    Abs!.

  28. “e de mais: em geral as bandas de rock no Brasil atualmente estão precisando de composição… eita gênero pra ter banda inexpressiva e caricaturesca!!! Abraços a todos!”

    Achei extremamente desnecessário este comentário, principalmente por se tratar de um jurado de uma competição que só se encerra na quinta-feira….. Maaaaas, pelo menos a maioria que comentou aqui, agora tem certeza da “preferência” de certos “jurados”.

    Bandas, não desistam jamais!!! Não é a toa esse respeito gigantesco em todo o país para com os artistas de Pernambuco (Seja QUALQUER ESTILO)

    Abraços e boa sorte a todos!!

  29. Matheus Torreão says:

    Robson, só pra te situar, a comissão julgadora da final será diferente da comissão julgadora das eliminatórias.

  30. Não sabia Matheus! gostei muito da notícia rsrsrs! Agradeço a informação e boa sorte pra sua banda!! (é uma das melhores na minha opinião)!

    Abçs

  31. Evandro ja que vc comentou e não vai participar da outra etapa..quem era os teus preferidos?? so por curiosidade??

  32. Ao Evandro, gostaria de dizer que não quis por em questão a seriedade ou a honestidade da comissão julgadora, pelo contrário, não neguei em nenhum momento a qualidade das bandas vencedoras. Apenas questionei sobre o sistema de julgamento, pois não é somente uma característica deste tipo de evento onde os resultados dão uma certa preferência ao regionalismo ou ritmos brasileiros, isso quase sempre acontece aqui… Seria talvez mais justo separar as bandas concorrentes em categorias por estilo, e ao final ter um percentual mais heterogêneo entre os finalistas? Ou talvez separar mesmo (rock, regionalismo folclórico e etc…) e rever como seria a premiação?? Não sei se isso funcionaria, mas ao meu ver, como está, não funciona…
    Outra coisa, concordo com Robson sobre o teu comentátio.. Tu tinha falado bonito até certo ponto, defendendo a comissão julgadora, mas quando tu falou sobre as letras de bandas de rock nacional, pra mim tu pecou muito.
    Em primeiro lugar porque o que é “inexpressivo” e “caricaturesco” pra tu pode não ser para outras pessoas. Tenho orgulho da música regional daqui, as letras são inteligentes, bem trabalhadas, originais, confere ao shows muitas vezes um caráter poético e teatral. Isso é uma característica forte da nossa música regional, sem isso, o regional não seria tão regional.. entende?
    Mas no rock, nem sempre o forte de algumas bandas muito boas foi a letra… Mas muitas vezes a a melodia gerada por elas em conjunto com um bom trabalho de banda que as tornava extremamente expressivas.
    O que dizer sobre “Help”, da primeira fase dos Beatles, “Let’s spend the night together” The rolling stones, “Rebel Rebel” David Bowie, “I wanna be your dog” Iggy Pop e the stooges… E tantas outras músicas com letras que não eram lá essas coisas, mas que tiveram uma repercussão tamanha que até hoje são vangloriadas, regravadas no mundo inteiro, com EXPRESSIVIDADE…
    Além de várias bandas nacionais de rock do passado e de hj que fazem música muito boa!!!
    Claro que tem muitas bandas de rock que possuem letras inteligentíssimas e bem trabalhadas.. mas isso não é tão o forte do rock na minha opinião, o rock foi feito pra curtir, dançar, beber se jogar… É outro estilo..
    Se a nossa música regional se dispusesse a fazer letras despreoupadas como acontece no rock’n’roll, perderia a força, a causa.
    Sobre teu comentário a respeito disso, acho que foi desnecessário mesmo. É um opinião tua, pessoal, mas como jurado ou ex jurado de um evento que ainda está acontecendo, foi muito irresposável da tua parte. Meio que “selou” aí que há sim uma certa preferência…
    Ah… Repito a pergunta de Ane, já que tu não está mais no evento, quais eram as tuas bandas preferidas, pode dizer?

    Abraço a todos

  33. Opa, no post anterior, ao comentar sobre o comentário de Evandro no que diz respeito a composição das bandas de rock nacional , acho que me detive muito a composição da letra de músicas. Mas minhas opiniões valem para composição da música como um todo tb, de fato não acho que o nosso rock esteja muito “inexpressivo” ou caricaturesco..

    Abraço

  34. Opa, no post anterior, ao comentar sobre o comentário de Evandro no que diz respeito a composição das bandas de rock nacional , acho que me detive muito a composição da letra de músicas. Mas minhas opiniões valem para composição da música como um todo tb… Adoro o rock nacional e pernambucano!

    Abraço