No DP: Músicos e artistas questionam Eduardo Campos sobre a programação do carnaval

Esse carnaval… Olha a matéria do no DP:

Músicos e artistas questionam Eduardo Campos sobre a programação do carnaval

Oito associações de artistas e músicos de Pernambuco entregarão ao governador Eduardo Campos amanhã, às 10h da manhã, uma carta para solicitar esclarecimentos sobre os critérios utilizados na composição da programação de shows de carnaval promovidos pelo governo do estado em 2011. Segundo eles, houve um descumprimento em relação ao edital de contratação de bandas e cantores.

Eles também pretendem levar o documento para a Assembleia Legislativa. Uma manifestação será realizada às 15h no Pátio do Livramento. Para a próxima segunda, está prevista uma “mobilização em luto pelo que está acontecendo com a cultura pernambucana”, com todos vestidos de preto.

Leia a carta na íntegra:

Governador do Estado de Pernambuco,
Nós, músicos, compositores, produtores musicais, arranjadores, auto-produtores, produtores culturais, pesquisadores pernambucanos, representantes de entidades civis e artísticas, entidades, associações, sindicatos e coletivos com atividades voltadas para área musical, reunidos na Torre Malakoff, no dia 24 de fevereiro de 2011, das 09 às 12h.

Considerando a importância da atual historia da música pernambucana como extensão representativa da sociedade civil, organizada, para construção e implementação de políticas públicas voltadas para o segmento musical como meio de intensificar possibilidades inerentes a tais profissionais;

Considerando a necessidade de continuarmos avançando nos aspectos atinentes a toda cadeia produtiva da música, sobretudo na busca da auto-sustentabilidade da produção musical local, com atenção a seguinte síntese indicativa:

– Valorização e valoração do Profissional, apoiando suas entidades representativas e coletivos.

– Eventos democratizadores (igualdade de possibilidade de trabalho, entre todos).

– Fundamentar ações para Geração de Renda entre músicos, como meio de fomentar nova consciência artística.

Considerando os compromissos assumidos pelo Governador durante o período de campanha eleitoral, dos quais, dentre outras conquistas, temos o instrumento de Edital Público tem sido a regra;

Solicitamos esclarecimentos sobre:

1) Descumprimento do Edital de Convocação publicado pela FUNDARPE/Secretaria de Cultura para contratação de artistas para o Carnaval/2011;

2) Como se deu a formatação da grade programação do Carnaval/2011 divulgada recentemente pela EMPETUR, cujo conteúdo encontra-se em desacordo inclusive dos principio norteadores da política cultural construida nos últimos anos.

Representantes de entidades civis, artísticas e produtores do segmento musical reunidos na Torre Malakoff, no dia 24 de fevereiro de 2011, avaliaram o processo de seleção da grade de programação do Carnaval de Pernambuco. Entendem que esta grade divulgada representa um retrocesso à política cultural construída nos últimos anos pela sociedade civil e poder público. Solicitamos a V. Ex. esclarecimentos sobre o processo de seleção que inclusive desrespeitou o edital de convocação dos grupos musicais publicados pela FUNDARPE.

Recife, 24 de fevereiro de 2011.

Paula de Renor – APACEPE
Tereza Accioly -SOFOPS (Sociedade dos Forrozeiros)
Luciano Brayner – COMISSÃO SETORIAL DA ESCUTA DA MÚSICA DE PERNAMBUCO
Gabi Apolonio – MOVIMENTO DO SAMBA DE PERNAMBUCO
Marcia Xavier – UBC (União Brasileira de Compositores)
Alex Mono – FÓRUM PERMANENTE DA MÚSICA DE PERNAMBUCO
Ivonaldo Von – Ass. Das Orquestras de Frevo do Estsado de PE (FREVO PE)
Betinho – Movimento Popular (Grupo COMPASP)”

fonte: http://pernambuco.com/divirtase/nota.asp?materia=20110224184437&assunto=137&onde=Viver

Posted quinta-feira, fevereiro 24th, 2011 under Notícias.

2 comments

  1. Daniella Cézar says:

    Na hora que é pra esse site tá fervendo com todo mundo questionado, conversando, dando ideias e ligados no que vem acontecendo no quadro cultural do estado ninguem fala nada!!! Pra se xingarem entre si num instante postam suas merdas, mas quando chega a hora e tentar fazer algo de fato se calam. Cambada de ignorantes!